Vai fazer o concurso do TRF3? Professora dá dicas para quem for estudar para o certame

Ricardo Callado22/08/20194min

Atualmente, o TRF3 conta com 500 cargos vagos e o edital pode sair a qualquer momento.  

Boa notícia para os concursandos! Para quem está de olho no concurso do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (SP e MS) já é hora de começar a ase preparar. A Fundação Carlos Chagas – FCC foi definida como organizadora do concurso que irá dispor de vagas para os cargos de Técnico e Analista Judiciário, de níveis médio e superior, respectivamente. Atualmente, o TRF3 conta com cerca de 500 cargos vagos e os Os novos servidores poderão ser lotados nas seções judiciárias situadas nos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Viajar para fazer provas em outro estado tornou-se rotina comum entre os concursandos. Além de ampliar as chances de o candidato ser aprovado, garante uma maior experiência. Pensando nisso a professora de português do IMP Concursos, Raquel Cesário, dá algumas dicas especiais para se preparar para o certame.

“ Geralmente para se preparar para concursos em outros estados, a metodologia de estudo mais utilizada é a online, que garante ao concursando diferentes ganhos, mas requer disciplina.  Os benefícios são vários: economia de tempo e dinheiro, flexibilidade para assistir às aulas no horário e no lugar de que o candidato dispuser e liberdade para traçar o ritmo do aprendizado. Entretanto essa liberdade proporcionada pelo curso a distância pode dificultar a preparação do candidato que não for disciplinado” comenta Raquel.

A professora destaca ainda a importância de estabelecer metas a serem cumpridas em determinados prazos de modo que todo o conteúdo do edital seja estudado no tempo disponível.

  • E para que o estudo seja eficiente, antes de iniciar o curso, é importante que o candidato siga dois passos: a leitura do edital para definir o conteúdo e prazo para o estudo e a organização do cronograma, com um quadro de horários ou ciclo de estudos.
  • Como a FCC foi a banca dos últimos certames do órgão vale a pena que o candidato dedique seu tempo analisando as provas dessas seleções e de outros concursos organizados pela Fundação, especialmente para saber os assuntos e a forma que poderão ser abordados.
  • Para se preparar para Tribunais é necessário iniciar o estudo pelo núcleo comum das disciplinas, sempre mesclando teoria e exercícios. Assim que um conteúdo for “finalizado”, ele deve ser revisado periodicamente de acordo com o cronograma estabelecido pelo candidato.
  • Segundo a Raquel, é comum que os candidatos priorizem as disciplinas de que gostam, por isso precisam ser organizados. “ Disciplinas como Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Informática precisam de atenção especial, porque isso, certamente, será o diferencial no concurso”, finaliza a professora.
Área de anexos

Ricardo Callado

Jornalista, blogueiro, escritor e consultor político. Exerceu a função de secretário de Comunicação Social do Governo do Distrito Federal. Foi Diretor de Redação do Grupo Comunidade de Comunicação – responsável pelos jornais da Comunidade e O Coletivo. É autor do livro PANDORA – e outros fatos que abalaram a política de Brasília.


Comente esta publicação

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com (*) são obrigatórios.


Sobre o Blog

Com 15 de existência, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Social LikeBox & Feed plugin Powered By Weblizar



Parcerias