alirio.jpeg

Ricardo Callado17/05/20183min

O esfacelamento da chamada terceira via expôs as vísceras de  um caminho sem volta para o presidente do PTB-DF, Alírio Neto, junto a aliança partidária liderada pelo pré-candidato ao Buriti Jofran Frejat (PR). O aceno de Alírio para ocupar o lugar de vice, do ex-secretário de Saúde, foi descartado. A vaga tem dono. Pertence ao MDB

Por Toni Duarte, do Radar-DF

Faltando menos de 60 dias  para o inicio do registro oficial de candidaturas para a eleição de outubro no Tribunal Superior Eleitoral com prazo limite  em 15 de agosto, a aliança partidária liderada pelo médico Jofran Frejat começa a ser redesenhada com o esfacelamento do grupo da terceira via após a implosão provocada pela guerra de egos de seus integrantes.

Cristovam Buarque (PPS) e Rogério Rosso (PSD) e Wanderley Tavares (PRB), foram os primeiros a pular do barco e coube ao senador fazer a ponte para religar a interlocução com Jofran Frejat, líder imbatível em todas as pesquisas de intenções de votos realizada no DF pela corrida ao Buriti.

Dois motivos políticos teriam levado o senador Cristovam Buarque  a pular do  barco furado das madalenas: o primeiro foi a briga pela vaga de governador travada entre Alírio (PTB) e Izalci (PSDB). Ambos não chegaram a um acordo de quem seria o vice de quem.

O outro motivo de Cristovam para procurar Frejat, foi a possibilidade de disputar o Senado na vaga prometida ao empresário Paulo Octávio (PP).

Segundo se informa, o ex-vice-governador do DF pode sair do jogo diante das orientações jurídicas dadas pelos seus advogados. P.O pode até disputar as eleições esse ano, mas em uma situação subjúdice já que é réu em sete processos judiciais.

Essa mesma vaga vem sendo perseguida pelo deputado distrital e presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle (PDT). O distrital abandonou a ideia de ser pré-candidato a governador pelo seu partido e trabalha para ter um lugar na majoritária liderada por Frejat.

Depois do racha da terceira via o próprio José Roberto Arruda (PR) deu uma forcinha para Alírio Neto para retornar a trincheira de onde nunca deveria ter saído, na opinião de um cacique político que integra a aliança de Frejat.

Alírio só viria com uma condição: para  ser o vice.

“Sem chance”, reagiu ao Radar um dirigente de partido.


Candidatos.jpeg

Ricardo Callado15/05/20185min

Com disputa interna de terceira via e estratégias equivocadas de Rollemberg PR explora favoritismo de Frejat

Por Por Kleber Karpov – Politica Distrital

No fim de semana, o senador Cristovam Buarque (PPS) publicou um vídeo para anunciar que embora a terceira via para a disputa ao cargo do governado do DF tivesse um nome, deixaria para o ‘anunciar’ em um segundo momento. Enquanto isso, no sábado (12/Mai), o Partido da República (PR) realizou a posse da comissão provisória zonal de Santa Maria. Quase espalhadas pelo DF.

No vídeo, ao lado de nomes como os deputados federais Izalci Lucas (PSDB), Rogério Rosso (PSD), o vice-governador do DF, Renato Santana, do mesmo partido e Wanderley Tavares (PRB), o anúncio de Cristovam foi recebido com críticas. Afinal, a mensagem foi recebida como uma espécie de ‘estou anunciando que não vou anunciar’.

Por outro lado, membros do próprio grupo patrocinam, o ‘fogo amigo’ para consumir, ou melhor, desgastar de modo a ver quem sobrevive para disputar o Buriti, se Izalci e Alírio.  Se soma a isso, a estratégia do governador, Rodrigo Rollemberg (PSB), de tentar associar as imagens dos rivais, à práticas de corrupção, para se contrapor aos aproximadamente 90% de rejeição na disputa eleitoral.

Estratégia que podem ser consideradas um ‘tiro no pé’, como analisa o ex-chefe da Casa Civil, Hélio Doyle (PDT), que também pode ser lançado, nos próximos dias. Em entrevista ao Panorama Político (PD)(10/Mai), Doyle condenou a estratégia adotada por Rollemberg, “Acho que não é isso o tom que se deve ter na campanha. O tom que se deve ter é o seguinte, o que vai ser feito para melhorar a vida dos brasilienses. Essa é a questão.”, disse.

Porém, para blindar uma chance real de emplacar o próximo governador, com o ex-deputado federal e ex-secretário de Saúde, o médico, Jofran Frejat (PR), o Partido da República (PR) que trabalha para desvincular os nomes do ex-deputado federal e ex-secretário de Saúde, o médico, Jofran Frejat, das sombras do ex-governador do DF, José Roberto Arruda e do ex-vice-governador, Tadeu Filippelli.

Esses, juntamente, com o ex-governador do DF, Agnelo Queiroz (PT), e outro nomes ligados a política do DF, de acordo com fontes de Política Distrital (PD) podem ser retirados de cena. Pois além de denúncias de desvio de dinheiro do Estádio Nacional Mané Garrincha, também devem responder por ações provenientes da segunda fase da Operação Panatenaico da Polícia Federal (PF), que investiga suspeitas de fraudes no processo licitatório das obras do BRT Sul, além do pagamento de vantagens financeiras indevidas a autoridades públicas.

Nesse contexto, a militância de Rollemberg e demais rivais tentam colar Frejat ao aliados políticos, réus em esquemas de corrupção, ao sugerir que esses devem ser responsáveis pela indicação do vice-governador.

Porém, com a resposta na ponta da língua, Frejat, faz questão de deixar claro que, mesmo na condição de secretário de saúde, em nenhum momento cedeu a pressão do ex-governador Joaquim Roriz, em permitir nomeações políticas naquela pasta. O postulante ao GDF deixa claro que a escolha do vice-governador será realizada, sem pressa e com muito critério.

Nesse contexto, o PR sob condução do economista, Alexandre Bispo, mesmo sobre terreno árido, aproveita o charminho da ‘terceira via’ e mais uma sequência de atrapalhadas de Rollemberg e cia para pavimentar a corrida de Frejat rumo ao Buriti.


terceira-via.png

Ricardo Callado11/05/20181min

Por Ricardo Callado

A chapa da Terceira Vida já foi definida, mas não anunciada oficialmente. O deputado federal Izalci Lucas (PSDB) será o candidato a governador, como o presidente do PRB, Wanderley Tavares, como candidato a vice-governador.

Os candidatos ao Senado serão Cristovam Buarque (PPS) e Rogério Rosso (PSD). A aliança composta por 10 partidos pretende ampliar ainda mais o leque. As conversas continuam com outras legendas, como o PDT do presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle, e a Rede do deputado distrital Chico Leite.

A composição poderia mudar com a chegada de novos integrantes na Terceira Via. Rogério Rosso poderia abrir mão da vaga ao Senado para Joe ou Leite.

O presidente do PTB, ex-deputado Alírio Neto, será um dos principais nomes a ser lançado pela aliança para a Câmara dos Deputados, cargo que ele tentou em 2014 e ficou na suplência.



Sobre o Blog

Com 15 de existência, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Social LikeBox & Feed plugin Powered By Weblizar



Parcerias