Arquivos Eduardo Toledo - Blog do Callado

Advogado-Eduardo-Toledo-orientou-Celina-a-não-vir-à-coletiva.jpg

Ricardo Callado18/10/20163min
Advogado Eduardo Toledo orientou Celina a não vir à coletiva (foto Silvio Abdon)

“Não há fato novo, foi uma postura de pirotecnia”, afirmou Eduardo Toledo, advogado da deputada Celina Leão (PPS) sobre a fase três da Operação Drácon, deflagrada nesta segunda-feira (17), que investiga se servidores da Câmara Legislativa teriam ocultado provas antes do início da operação. Em entrevista coletiva no final da tarde de hoje (17), o advogado considerou que a ação da Polícia Civil causa estranheza à defesa uma vez que amanhã (18) o Conselho Especial do Tribunal de Justiça do Distrito Federal analisará o pedido de reconsideração da decisão de afastar Celina Leão da presidência da Casa.

A deputada está afastada do comando do Legislativo desde 22 de agosto por suposto envolvimento em esquema de cobrança de propina em emendas orçamentárias destinadas a UTI de hospitais do DF. Para o advogado, a decisão do tribunal não levou em consideração o fato de que Celina, em momento algum, criou obstáculos às investigações. Segundo Toledo, a deputada não autorizou o ex-assessor da Presidência, Sandro Viera, a retirar documentos da Câmara. “Pelo contrário, foi Celina que teve a iniciativa de procurar o Ministério Público para apurar a acusação de que funcionários teriam retirado computadores e documentos da Câmara”, alegou Toledo. O advogado disse também que nem Celina nem seus funcionários sabiam da Operação.

Imagens – Imagens do circuito interno da Câmara, periciadas pelo Instituto de Criminalística da Polícia Civil do DF, a pedido do Ministério Público, mostram Sandro Vieira, às 6h da manhã do dia 22 de agosto, véspera da primeira fase da Operação Drácon. As imagens mostram também Alexandre Cerqueira, ex-secretário-executivo da Terceira Secretaria da Casa, portando documentos, às 10h30 do dia 20 de agosto. Outros dois servidores, ainda não identificados, também foram flagrados carregando documentos. As imagens podem ser indícios de que houve obstrução de investigação e possível vazamento da primeira fase da Operação Drácon.

O advogado nega qualquer envolvimento de Celina Leão com os fatos. Acrescentou que Celina não compareceu à coletiva de hoje por sua orientação. Mas ressaltou que responde pela defesa jurídica da parlamentar, e não pelas posturas políticas.


banner_enquantoisso-e1461704657666.jpg

Ricardo Callado15/09/20163min

# O levantamento do sigilo da Operação Drácon não afeta o andamento das investigações em curso para apurar um suposto esquema de pagamento de propina.

 

# Desde terça (13), os deputados afastados da Mesa Diretora da Câmara Legislativa puderam ter acesso ao inquérito e depoimentos da operação, que investiga se distritais acabaram sendo beneficiados com pagamentos irregulares.

 

# A decisão partiu do relator do caso, o desembargador José Divino, do Tribunal de Justiça do DF.

 

# Apesar do levantamento do sigilo, o processo continua em segredo de Justiça.

 

# Ou seja, apenas as partes envolvidas têm acesso ao conteúdo.

# Segundo o MP, que ainda não acusou formalmente nenhum suspeito, as denúncias serão apresentadas somente após análise do material apreendido.

 

# Isso inclui os computadores, HDs e documentos colhidos na Câmara Legislativa.

 

# Defensor de Celina Leão (PPS) e Cristiano Araújo (PDT), o advogado Eduardo Toledo afirmou que a medida é bem-vinda.

 

# “Ela dá a possibilidade de a defesa de fato começar a se defender. Não tem como se defender de algo que não sabemos”.

 

# A partir de agora, a defesa tem até segunda-feira (19) para recorrer contra a decisão que afastou Celina Leão da Presidência da Câmara.

 

# “Detectamos algumas ilegalidades no processo. Estamos fazendo uma análise [dos procedimentos] dos órgãos de investigação e da própria Justiça. A Constituição diz que se deve respeitar o devido processo legal.”

 

# Uma das medidas questionadas pelo advogado foi o fato de a decisão que afastou a Mesa Diretora ter sido tomada por um desembargador plantonista.

 

# “Não havia essa necessidade, essa urgência, sobretudo quando o principal elemento que pautou a ação foi o depoimento de Liliane Roriz, que aconteceu em 29 de julho, quase um mês antes de ser submetido ao plantonista.”

 



Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias