Site da Lista de Devedores da União está de cara nova: saiba o que muda

Ricardo Callado28/11/20194min

Hoje mais de quatro milhões de empresas e de pessoas físicas possuem algum débito com a União ou com o FGTS em situação irregular. Os valores ultrapassam R$ 1,9 trilhão. O que muitos não sabem é que essas informações são públicas e podem ser checadas na internet. A Lista de Devedores da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), inclusive, está atualizada.

A página eletrônica da PGFN, que recebe em média 400 mil acessos mensais, passou por uma reformulação e está de cara nova, com mais recursos e filtros de pesquisa. O usuário pode, por exemplo, buscar pelo nome fantasia da empresa ou exportar os dados em formato de planilha.

A atualização atende a sugestões da imprensa e de cidadãos apresentadas à PGFN. A ideia foi melhorar o funcionamento da ferramenta e deixar tudo mais fácil para o usuário. Coordenador de Acompanhamento e Controle Gerencial da Dívida Ativa da União, o procurador da Fazenda Nacional Everaldo Passos Filho diz que a lista de devedores é um importante instrumento de cidadania fiscal.

“A partir do conhecimento de que alguma empresa possui um débito com a União, o cidadão pode adotar uma postura de consumo consciente, evitando consumir em empresas que não respeitam a legislação trabalhista, que devem ao FGTS ou à Previdência. E isso gera uma cultura de adimplência fiscal, pois as empresas vão se motivar a manterem os débitos em situação regular”, declara Passos Filho.

Na página, qualquer pessoa pode consultar devedores da União ou do FGTS inscritos em dívida ativa. A nova lista permite consultar débitos por natureza de receita mais específicas, como multa criminal, multa trabalhista e multa eleitoral, além dos filtros anteriores de dívidas previdenciárias, tributárias e de FGTS.

O próprio usuário pode consultar se está inscrito em dívida ativa ou se a empresa em que trabalha deve ao FGTS. E o melhor: sem necessidade de qualquer cadastro prévio. Para Passos Filho, a medida beneficia o cidadão, a sociedade e a União.

“Quando recuperamos um crédito, ele é aplicado no desenvolvimento das políticas públicas da União e a lista de devedores é mais uma ferramenta à disposição da PGFN para efetuar a cobrança desses débitos. Então quem sai beneficiado é o cidadão”.

O procurador da Fazenda Nacional completa acrescenta mais uma benefício da lista: “O próprio mercado, porque a sonegação prejudica a livre concorrência. O devedor tem uma vantagem competitiva sobre as empresas que estão recolhendo os tributos regularmente. Então é algo que beneficia a toda a sociedade”, explica.

A relação dos endividados pode ser acessada no site www.listadevedores.pgfn.gov.br. São divulgados apenas os débitos em situação irregular e que ainda estão sendo cobrados pela PGFN.

Ricardo Callado

Jornalista, blogueiro, escritor e consultor político. Exerceu a função de secretário de Comunicação Social do Governo do Distrito Federal. Foi Diretor de Redação do Grupo Comunidade de Comunicação – responsável pelos jornais da Comunidade e O Coletivo. É autor do livro PANDORA – e outros fatos que abalaram a política de Brasília.


Comente esta publicação

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com (*) são obrigatórios.


Sobre o Blog

Com 15 de existência, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog

[TWTR]

FANPAGE Facebook

[FBW]



Associado