SALA DE IMPRENSA ABBP | ONYX LORENZONI: “Vou conversar com o Paulo Guedes sobre ampliação do auxílio emergencial”

22 de maio de 2020

Ministro da Cidadania aguarda um comando do presidente Jair Bolsonaro

Por Ricardo Callado

Em entrevista na manhã desta sexta-feira (22), o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou que aguarda um comando do presidente Jair Bolsonaro sobre uma possível ampliação do auxílio emergencial. Atualmente, cerca de R$ 150 bilhões já foram disponibilizados para atender a população mais carente do País. Lorenzoni afirmou que neste fim de semana vai se reunir com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para tratar do assunto. A declaração foi feita durante entrevista aos portais associados a ABBP, através de videoconferência.

Os recursos estão disponíveis e o governo trabalha para que continuem chegando aos brasileiros com a maior brevidade possível. Lorenzoni destaca que tudo está sendo feito dentro da transparência e cumprimento às regras jurídicas e institucionais.

O auxílio emergencial trata-se de uma transferência de renda direta com duração de três meses, podendo ser prorrogado por ato do Poder Executivo durante o período de enfrentamento da emergência pública.

Tem direito ao valor os trabalhadores informais, com mais de 18 anos, cuja família tenha renda mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135). A pessoa também não pode ter tido rendimentos tributáveis, em 2018, acima de R$ 28.559,70.

O ministro disse que no início se trabalhava com um número de 12 milhões de pessoas “invisíveis”, quando iniciou o cadastro, foi descoberto que esse número passa de 20 milhões. Os invisíveis são aquelas pessoas que vivem na informalidade ou que não possuem nenhuma ocupação, mas não estavam nas estatísticas feitas nos últimos anos.

Diante dessa descoberta, o ministro da Cidadania anunciou que o governo Bolsonaro está preparando uma série de novos programas para atender a população após a pandemia. Entre eles, programa de microcrédito e de incentivo ao empreendedorismo para essas famílias que tiveram sua situação financeira achatada pela quarentena imposta por estados e municípios e também para os “invisíveis”.

Lorenzoni lembrou que além o auxílio emergencial, o Governo Federal, por meio do Ministério da Economia, disponibiliza o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e Renda (BEm) para trabalhadores com carteira assinada que tiveram seus ganhos reduzidos em função da pandemia de Covid-19. “O presidente Bolsonaro montou uma outra rede de proteção. O BEm já garantiu mais de 8 milhões de empregos. Nenhum país do planeta fez algo assim”, destacou o ministro

Em meio a pandemia, atualmente mais da metade da população brasileira, cerca de 119 milhões de pessoas, são atendidas por programas sociais do Governo Federal. “Tivemos uma situação de quase histeria no Brasil onde prefeitos fecharam praticamente suas cidades. Mas o presidente Bolsonaro implantou um governo do equilibro, dando todas as condições para que o Ministério da Saúde equipasse os hospitais, montasse toda a estrutura para que pudesse combater essa pandemia”, afirmou.

Presidente Bolsonaro, ressalta Lorenzoni, lembrou sempre que temos que olhar para o todo, “e esse todos são brasileiros e brasileiros que trabalham o dia para levar comida para a sua casa. E que os gestores estaduais e municipais buscassem esse equilíbrio para evitar o aumento da miséria no país”.

“O pais que nós herdamos”, lembra o ministro, “era um pais com muitos problemas, e o principal era a falta de crença em resolver as principais questões nacionais que o País precisava”. Mas com o tempo, diz Lorenzoni, “conseguimos recuperar a confiança interna e a confiança externa”.

O Brasil só não está em uma situação pior, segundo o ministro, graças ao trabalho que foi feito no primeiro ano pelo governo Bolsonaro, tanto na aprovação das reformas, quando na geração de empregos.

“Imagina enfrentar a pandemia se não tivesse feito as reformas que foram feitas no ano passado. A Reforma Previdenciária foi a maior reforma já feita no mundo. O Brasil vai vencer essa crise. E cada vez mais os brasileiros dão conta de que o presidente está certo e que sua missão é servir ao povo brasileiro”, afirmou.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Sobre o Blog

Com 16 de existência, o Portal do Callado é o 1º site político de Brasília, um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. É um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


ricardocallado@gmail.com

55 61 98417 3487


Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: