Mudança de rotina: como a tecnologia tem auxiliado nos estudos para o Enem

13 de maio de 2020

O Exame Nacional do Ensino Médio será realizado nos dias 1 e 8 de novembro pelo método tradicional; e nos dias 22 e 29, do mesmo mês, pelo meio digital

Com a necessidade do isolamento social devido à pandemia de coronavírus (Covid-19), as instituições de ensino readaptaram a rotina de estudo dos alunos em todas as regiões do Brasil. Além de migrar as aulas presenciais para o meio digital, muitos colégios investiram em recursos extras para auxiliar os estudantes a se prepararem para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano.

No Distrito Federal, por exemplo, o Colégio Seriös disponibilizou plantões de dúvidas online, com suporte de 24 horas, pela plataforma PLURALL, do Sistema Anglo de Ensino. Com a ferramenta, é possível ter acesso a vídeo aulas e também a um banco interminável de questões com gabarito e resoluções em vídeo.

De acordo com Nei Vieira, diretor pedagógico dos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio da instituição, os alunos já fizeram simulados online, juntamente com mais de 30 mil estudantes de todo o Brasil. “Nossos professores têm encontros com os alunos por meio de ‘lives’ para ampliar o atendimento”, informa.

O Enem deste ano conta com diversas mudanças. Entre elas, as provas digitais serão aplicadas, pela primeira vez, para 100 mil estudantes voluntários nos dias 22 e 29 de novembro. Entretanto, é importante ressaltar: o exame tradicional continua na mesma data – 1 e 8 de novembro.

“Somente estudantes que já terminaram o Ensino Médio, ou que estejam no 3º ano, poderão fazer essa prova digital. A estimativa do governo é de que, até 2026, o Enem seja 100% digital”, explica Vieira. O professor ainda pontua que, apesar de seguirem o mesmo padrão, as provas tradicionais e as digitais serão totalmente distintas, o que não levantará dúvida de autenticidade.

Para o Colégio Seriös, a mudança da aplicação das provas para o âmbito digital é uma tendência observada mundialmente. Em julho de 2019, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) informou que o governo estava aplicando sistemas testados em outros países. “O Brasil tem, sim, tecnologia e segurança para desempenhar atividades desse porte”, complementou por meio da sua conta oficial no Twitter (@jairbolsonaro).

Entretanto, o diretor pedagógico ressalta que é preciso levar em consideração aspectos como a desigualdade de acesso aos meios digitais e a necessidade de nivelar a dificuldade dos dois formatos durante o período de transição. “As escolas privadas com maiores recursos, certamente sairão na frente em termos de adequação ao novo processo. Provavelmente, nesse momento de transição, o ENEM digital aumente a desigualdade entre estudantes da rede particular e os da rede pública”.

Para instituição, espera-se é que o Enem digital, assim como a versão em papel, proporcione condições para que todos os estudantes do Brasil tenham as mesmas chances de aprovação nas grandes universidades.

“O ideal é que a conquista da tão sonhada vaga só dependesse das habilidades, competências e proficiências de cada candidato, o que ainda não acontece hoje em dia”, pondera o professor.

Atenção para as datas:

  • 11 a 22 de maio – Inscrição ENEM 2020
  • 28 de maio – Prazo para pagamento
  • 1 e 8 de novembro – Provas Tradicionais
  • 22 e 29 de novembro – Provas Digitais
  • Janeiro de 2021 – Resultado do ENEM

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Sobre o Blog

Com 16 de existência, o Portal do Callado é o 1º site político de Brasília, um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. É um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


ricardocallado@gmail.com

55 61 98417 3487


Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: