Izalci defende discussão global dos problemas da educação

Ricardo Callado22/05/20194min
(Foto William Sant’Ana)

A Comissão de Educação realizou, nesta terça-feira (21), audiência pública para debater a prorrogação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, Fundeb, que é o principal meio de financiamento da educação básica no país.  O fundo tem validade até dezembro de 2020 e o Senado está analisando duas Propostas de Emenda à Constituição para torná-lo permanente, a PEC 65/2019 e a PEC 33/ 2019 .

Nesta que foi a primeira de uma série de audiências que serão realizadas para discutir o assunto, os senadores ouviram o consultor legislativo da Câmara dos Deputados Paulo de Sena Martins, especialista em direito e financiamento da educação.

Segundo informou o consultor, uma comissão especial, criada na Câmara dos Deputados para analisar o assunto, já ouviu quase todos os setores envolvidos na educação brasileira.  Paulo de Sena Martins afirmou que a transformação do  Fundeb em política permanente estabelecida na Constituição é consenso entre todos os que participaram das reuniões.

Para o senador Izalci Lucas (PSDB/DF), essa é uma medida que precisa ser aprovada o mais rápido possível. Izalci ressaltou ainda que os problemas da educação não devem ser analisados separadamente e que é preciso ver o ensino de forma global.

“Não basta só discutir os recursos, temos que analisar outras questões como a gestão, a disciplina, o problema das drogas, o custo do aluno, uma série de dificuldades que precisam ser vistas”, elencou.

Izalci mencionou ainda a queda na qualidade do ensino. Segundo ele, em reunião com os professores da UnB, foi informado de que a instituição, que sempre foi referência, hoje está em 852 na classificação mundial. O senador também citou a dificuldade por que passam os pesquisadores de mestrado e doutorado por conta dos baixíssimos valores pagos pela bolsa de estudo.

Ao avaliar que é necessário vontade política para realizar as mudanças necessárias e transformar a educação, Izalci afirmou que é preciso trazer essa discussão para o Senado.

“Temos que pensar em investimentos para as escolas, para a tecnologia. Precisamos investir na valorização, na formação do professor, na infraestrutura das escolas no Brasil. Temos escolas que ainda não têm nem banheiro e isso é inadmissível. Temos que discutir isso tudo e olhar para a educação como um todo para podermos alcançar os resultados que precisamos”, concluiu o senador.

Ricardo Callado

Jornalista, blogueiro, escritor e consultor político. Exerceu a função de secretário de Comunicação Social do Governo do Distrito Federal. Foi Diretor de Redação do Grupo Comunidade de Comunicação – responsável pelos jornais da Comunidade e O Coletivo. É autor do livro PANDORA – e outros fatos que abalaram a política de Brasília.


One comment

Comente esta publicação

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com (*) são obrigatórios.

 

Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Social LikeBox & Feed plugin Powered By Weblizar



Parcerias