Governo do DF lança teleatendimento para vulneráveis

20 de maio de 2020

Com ajuda de 250 profissionais voluntários, idoso, crianças e mulheres vítimas de violência poderão fazer consultas sem ir a postos e hospitais

Para possibilitar que idosos, crianças e mulheres, em situação de vulnerabilidade, tenham atendimento médico neste período de pandemia, garantido suas seguranças, o GDF lançou, na manhã desta quarta-feira (20), em parceria com a entidade social Glória, o Rede Convida. O projeto-piloto prevê teleatendimento de 250 profissionais de saúde voluntários a esse grupo de pessoas sem que elas tenham que procurar hospitais ou postos de saúde.

O objetivo do projeto é que pessoas que estejam em instituições de acolhimento e de longa permanência, especialmente em regime de internação – asilos, orfanatos, casa de mulheres em situação de vulnerabilidade, além de pessoas que cumprem medidas sócio-educativas – que tem aumentado o risco de contaminação pelo coronavírus, possam ser atendidas. “A saúde é um direito fundamental do ser humano e o Estado não pode se omitir, principalmente nesse momento”, frisou o vice-governador Paco Britto, que fez o lançamento do Rede Convida em solenidade no Palácio do Buriti.

O atendimento será online. Por meio de uma plataforma digital, os profissionais de saúde – psicólogos, fisioterapeutas, dentistas, enfermeiros e estudantes de medicina -, cinco instituições que foram escolhidas para participarem do projeto serão acolhidas. São elas: Unidade de Acolhimento para Idosos (Unai), Unidade de Acolhimento para Família (Unaf), Unidade de Acolhimento para Mulheres (Unam), Unidade de Internação Provisória São Sebastião (UIPSS) e a Casa Abrigo.

De acordo com o secretário de Juventude, Léo Bijos, que comanda o projeto juntamente com a Secretaria de Projetos Especiais e a Casa Civil, “é necessária solidariedade nesse momento de pandemia”. “É um sonho levar a medicina onde ela é difícil de chegar, com profissionais de saúde doando algo tão preciosos para eles, como o seu tempo”, completou a idealizadora do projeto, Natália Polidorio.

Para a primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, a ideia é que o projeto perdure e continue, mesmo após o fim da pandemia da Covid-19. “A gente incentiva o voluntariado, pois o projeto não tem investimento público, tem investimento de amor. E falar neste momento sobre se doar é mais importante que doar algo material. Esse projeto vai revolucionar”, afirmou Mayara.

Paco Britto destacou, ainda, as ações do governador Ibaneis Rocha na condução da cidade. “Tudo o que tem sido feito pelo governo para conter a pandemia e melhorar a cidade tem um maestro, que é o governador Ibaneis”. Ele enumerou as ações do governo e a agilidade com que o Distrito Federal agiu diante da ameaça do coronavírus. E destacou que “a população do DF sairá da pandemia mais forte que entrou” e com “forte sentimento de solidariedade e humanismo”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Sobre o Blog

Com 16 de existência, o Portal do Callado é o 1º site político de Brasília, um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. É um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


ricardocallado@gmail.com

55 61 98417 3487


Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: