17/07/2019 Brasília - DF 24°C

Especialista dá dicas para quem for prestar o concurso do BRB

Ricardo Callado06/05/20194min
Certame, que é de nível médio, oferecerá 100 vagas e cadastro reserva Remuneração de R$ 3.204,26 com jornada de 30 horas semanais
Após cinco anos desde o último concurso, o edital do concurso do Banco Regional de Brasília (BRB ) foi publicado. O certame oferecerá 100 vagas, mais cadastro reserva, de provimento imediato e que serão apenas de nível médio, para cargo de escriturário. A remuneração será de R$ R$ 3.204,26 com jornada de 30 horas semanais.
O concurso será organizado pelo Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades). Com o prazo apertado, especialista do IMP Concursos dá dicas para quem está se preparando para garantir uma vaga na seleção.

Dicas
Para o professor de conhecimentos bancários Juca Siade, o primeiro passo, após a publicação do edital, no dia 3 de maio, é analisar os conteúdos programáticos de cada área de conhecimento e traçar uma estratégia de estudos com foco e objetividade. Especificamente para “Conhecimentos Bancários”, o professor destaca a necessidade de estudar com materiais atualizados recentemente, pois tal área passa por mudanças constantes e recentemente houve significativas alterações.

Vale ainda relembrar outras dicas, tais como: iniciar os estudos pelas disciplinas que o concursando tenha maior familiaridade; fazer revisões e avaliações em quantidades adequadas para reforçar o conhecimento adquirido; e evitar traçar um plano de estudo muito superficial ou muito complexo, evitando perda de tempo e favorecendo a eficácia.

No edital publicado, para o cargo de escriturário, a disciplina com o maior peso será mesmo Conhecimentos Bancários. O professor indica os conteúdos mais importantes da área. “Sem sombra de dúvidas é a Estrutura do Sistema Financeiro Nacional, com as atribuições e características peculiares de cada um dos entes que a compõe. Nessa parte é exigido do candidato conhecer o Conselho Monetário Nacional (CMN), o Banco Central do Brasil (Bacen), a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), dentre outros órgãos e instituições”, indica.

Para Siade, a maior dificuldade dos concursandos é a falta de planejamento e não o conteúdo em si. “Muitos não se conscientizam que precisam modificar suas agendas diárias para obterem tempo de qualidade para o aprendizado. O que vejo nesses anos como professor na área de concursos públicos é que os alunos apenas acrescentam às suas rotinas mais um item que é “frequentar as aulas”. Essa é uma prática altamente nociva para quem realmente quer passar em um concurso público”.

Sobre o cargo
O cargo que será oferecido pelo concurso é de escriturário que, de acordo com o edital, faz parte da missão do cargo executar as atividades administrativas e bancárias e atuar em salas de autoatendimento orientando, vendendo e divulgando serviços oferecidos pelo Banco de Brasília. Além disso, o servidor terá ainda de efetuar operações diversas, sob orientação superior.

Ricardo Callado

Jornalista, blogueiro, escritor e consultor político. Exerceu a função de secretário de Comunicação Social do Governo do Distrito Federal. Foi Diretor de Redação do Grupo Comunidade de Comunicação – responsável pelos jornais da Comunidade e O Coletivo. É autor do livro PANDORA – e outros fatos que abalaram a política de Brasília.


Comente esta publicação

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com (*) são obrigatórios.

 


Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias