Empregados da Valec lançam a mobilização “Juntos Pelas Ferrovias”

Ricardo Callado18/03/20194min

Objetivo é mobilizar sociedade a favor da importância de manutenção da Valec, que corre risco de ser privatizada

Os empregados que integram a Valec,  empresa responsável pela construção e operação de estradas de ferro no Brasil, se uniram pela causa da valorização das ferrovias brasileiras. Juntos, eles lançaram uma mobilização online, o movimento Juntos Pelas Ferrovias. Para criar engajamento social pela causa, eles têm utilizado a participação no Twitter, pelo perfil @pelasferrovias e no Facebook com a página Juntos Pelas Ferrovias.

A mobilização independente dos empregados, unidos em forma de comitê, se iniciou em fevereiro, após a veiculação de notícias sobre a extinção da Valec, empresa responsável pela construção e operação de ferrovias brasileiras. Atualmente, a Valec possui 712 empregados efetivos e concursados, que estão sob risco de perderem seus empregos.

A ameaça de demissão tem preocupado os empregados que atuam na estatal, dentre concursados, empregados antigos e oriundos da Rede Ferroviária Federal (RFFSA) e do Grupo Executivo de Integração da Política de Transporte (Geipot), órgãos já extintos cujos profissionais foram absorvidos pela Valec.

Mobilização política

Além da mobilização online, o grupo tem se mobilizado junto a parlamentares. Na última semana, eles estabeleceram diálogos com diversos senadores e deputados federais para expor a importância de se manter a Valec. Para Luiz Gonzaga Conguê, líder da comissão de empregados, o movimento e a adesão de parlamentares sensíveis à causa da estatal tem crescido. “Temos senadores que estão se pronunciando favoráveis à manutenção da Valec devido à qualidade do quadro técnico da empresa”, avalia.

No último dia 26, o comitê fez sua primeira manifestação contra a extinção da estatal. Em caminhada, eles seguiram da sede da empresa até o Congresso Nacional, onde foi realizada audiência pública da Comissão Permanente de Serviços de Infraestrutura do Senado, com a presença do Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes.

Redução de custos

O grupo tem a seu favor números que comprovam os benefícios da expertise aplicada por seus empregados contratados via concurso público desde 2012. Nesse período, a estatal brasileira conseguiu atingir um dos menores custos do mundo por quilômetro ferroviário implantado. Em uma comparação feita com outros países, na China, esse custo é de  US$ 12,5 milhões e, na Índia, US$ 4,6 milhões. Já o custo de cada quilômetro implantado pela Valec é de 1,8 milhão de dólares

Ricardo Callado

Jornalista, blogueiro, escritor e consultor político. Exerceu a função de secretário de Comunicação Social do Governo do Distrito Federal. Foi Diretor de Redação do Grupo Comunidade de Comunicação – responsável pelos jornais da Comunidade e O Coletivo. É autor do livro PANDORA – e outros fatos que abalaram a política de Brasília.


Comente esta publicação

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com (*) são obrigatórios.

 


Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias