Doenças cardiovasculares são a maior causa de mortes no Brasil

19 de julho de 2019
De acordo com levantamento da Organização Mundial da Saúde, complicações cardiovasculares matam mais do que câncer, diabetes e acidentes de carro

De acordo com levantamento da Organização Mundial da Saúde – OMS, complicações cardiovasculares matam mais do que câncer, diabetes e acidentes de carro. As doenças cardiovasculares, muitas vezes negligenciadas por grande parte da população, são comprovadamente a primeira causa de morte no Brasil e no mundo. De acordo, ainda, com a OMS, um brasileiro morre de doenças do coração a cada 40 segundos, o que dá uma média de 350 mil mortes por ano.

Um número alarmante e desconhecido da maioria da população, mas que poderia ser atenuado. Segundo o cardiologista do Instituto do Coração de Taguatinga – ICTCor, Bruno Jardim, as doenças cardiovasculares, tais como infartos, mal súbitos, AVCs e arritmias, são patologias que podem ser prevenidas e tratadas. “De fato existem diversos fatores de risco mais complicados, como os genéticos, mas na maioria dos casos a manutenção da saúde por meio de hábitos saudáveis, tais como prática de atividade física e cuidados com a alimentação, são suficientes para diminuir as chances de morte por causa de doenças do coração”, explica.

Vamos falar de prevenção?

Por mais clichê que possa parecer, hábitos saudáveis são um dos pilares mais importantes para cuidar da saúde do coração. “Para começar, uma alimentação balanceada é essencial. Evitar alimentos muito gordurosos e açucarados, além de bebidas alcoólicas, são essenciais para evitar o aparecimento de outros fatores de risco para as cardiopatias, como a pressão alta, o aumento do colesterol ruim e o sobrepeso”, aponta Dr. Bruno. E não é apenas isso, uma alimentação melhor contribui para o melhor funcionamento do organismo como um todo.

Outro hábito fundamental, não menos importante, é iniciar a prática de exercícios físicos, independente da idade. “As atividades físicas fazem bem para todo mundo, até mesmo para quem já desenvolveu problemas do coração. Colocando o corpo em movimento, o fluxo sanguíneo é aumentado e, com isso, o coração funciona melhor, fica mais resistente a esforços e ao estresse. Consequentemente, os riscos às artérias diminuem”, garante o médico. Largar hábitos nocivos ao coração, tais como fumar ou viver em um nível elevado de estresse, também é necessário.

Diagnóstico e tratamento

Para as pessoas que já foram acometidas por cardiopatias, além da adoção dos hábitos citados anteriormente, cabem também alguns cuidados específicos. O check-up cardíaco é o principal deles. “O acompanhamento médico é altamente indicado, principalmente para os cardiopatas. As visitas periódicas, de acordo com a necessidade de cada pessoa, irão indicar os exames específicos para uma avaliação mais completa. Atualmente, dispomos de tecnologias de ponta e técnicas minimamente invasivas, que vão auxiliar o médico tanto no diagnóstico quanto na manutenção da saúde de quem já tem algum tipo de problema”, explica Dr. Thomas Osterne, cardiologista do ICTCor.

Entre os tratamentos, o mais comum é a angioplastia, um procedimento que tem como objetivo desobstruir as artérias, a fim de retomar seu fluxo sanguíneo normal. “Estes tratamentos são feitos após o diagnóstico, como forma de evitar possíveis acidentes vasculares cerebrais ou infartos do miocárdio. Logo, são importantíssimos para que se diminua o percentual de mortes por doenças cardiovasculares”.

Ricardo Callado


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Sobre o Blog

Com 16 de existência, o Portal do Callado é o 1º site político de Brasília, um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. É um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


ricardocallado@gmail.com

55 61 98417 3487


Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: