CLDF aprova projeto que cria banco de vagas a vítimas de violência doméstica

Callado23 de novembro de 20173min

Ideia é ajudar mulheres em condição vulnerável a conseguir independência financeira. Assunto foi para mesa do governador, que deve vetar ou sancionar

Por Gabriel Luiz, G1 DF – A Câmara Legislativa aprovou nesta terça-feira (21) um projeto que cria um banco de empregos para mulheres vítimas de violência doméstica. A ideia é ajudar pessoas em condição vulnerável a conseguir independência financeira. O texto foi encaminhado para a mesa do governador, que deve decidir se sanciona ou veta a proposta. A Casa Civil informou que vai analisar o projeto no prazo legal.

Apresentada em 2015, a proposta é de autoria da deputada distrital Sandra Faraj (SD). Se sancionada, o governo terá 90 dias para definir as regras de como vai funcionar o banco de empregos. A ideia é que seja administrado pelas secretarias de Justiça, de Segurança Pública e de Trabalho.

Na teoria, o banco de empregos seria sigiloso e acessível apenas pelo governo: assim, as mulheres seriam “indicadas” caso houvesse vaga em alguma empresa terceirizada ou com algum tipo de contrato com o governo. No entanto, as regras definitivas só vão ser definidas com a regulamentação do GDF.

“O número de mulheres agredidas no DF mostra a gravidade desse tema pra toda a sociedade. Mais de 70% das ocorrências de agressão registradas na polícia são cometidas contra mulheres. E veja que nem todas denunciam por medo de represália ou de não conseguir se sustentar”, declarou Sandra Faraj.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Sobre o Blog

Com 15 de existência, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


ricardocallado@gmail.com

55 61 98417 3487