Deputada Celina Leão faz alerta no Dia de Luta da Pessoa com Deficiência

20 de setembro de 2017

Divulgar e lutar pelas causas das pessoas com deficiência é uma tarefa frequente. Vítimas diárias do descaso, do preconceito e da discriminação, os portadores de deficiência celebram, no dia 21 de setembro, o Dia Nacional de Luta das Pessoas Portadoras de Deficiência. E essa data tem como um de seus principais objetivos ressaltar a luta de todos os portadores de deficiência seja física, mental ou sensorial (cegos e surdos-mudos) pela conquista de espaços, serviços e direitos. Mas apesar das conquistas recentes, a desigualdade, a exclusão, o preconceito e a falta de acesso a direitos básicos ainda continuam desproporcionais.

Dentro dessa luta pela garantia dos direitos da pessoa com deficiência, vale ressaltar a Lei 5.862/2017, de autoria da deputada Celina Leão (PPS-DF), que protege a gravidez em paraplégicas e tetraplégicas por meio da realização de campanha de esclarecimentos a respeito da gravidez nessas mulheres.

“Uma campanha de ampla divulgação com esclarecimentos é de extrema importância para que essas mulheres e mães e, também, toda a população possam oferecer uma vida normal e adequada à criança que irá nascer”, frisa a deputada lembrando que os profissionais de saúde e demais pessoas envolvidas nesse assunto, podem, inclusive, passar por um treinamento, se necessário for. “Uma mulher paraplégica ou tetraplégica não é diferente das demais. Ela também pode ser mãe e as limitações são apenas no pensamento de cada um”, lembra Celina Leão.

De acordo com a parlamentar, para a concretização desta campanha, poderão ser ministradas palestras educativas com a distribuição de extenso material, como, por exemplo, panfletos e folders, bem como a realização de pesquisas, parcerias com empresas privadas e junto aos órgãos da área de saúde, como também todos aqueles voltados para a área de pessoas com deficiência em todo o Distrito Federal.

“Essa lei, de minha autoria, é importante porque oferece esclarecimentos a respeito da gravidez em mulheres paraplégicas e tetraplégicas. Sabemos que existem riscos relacionados à gestação, mas eles podem ser reduzidos se forem administrados cuidados com o pré-natal adequado e um planejamento apropriado”, conclui a parlamentar.

A deputada ainda lembra que o preconceito e a discriminação devem ser combatidos ininterruptamente. “É e preciso focar numa inclusão em todas as áreas: educação, saúde, transporte e mercado de trabalho”, alerta Celina.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Sobre o Blog

Com 16 de existência, o Portal do Callado é o 1º site político de Brasília, um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. É um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


ricardocallado@gmail.com

55 61 98417 3487


Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: