Arquivos Variedades - Blog do Callado

Foto_Beto_Castro-5.jpg

Ricardo Callado20/08/20199min
(Foto Beto Castro)

O evento, que está na sexta edição, acontece no Estádio Nacional Mané Garrincha, nos dias 13, 14 e 15 de setembro

Para quem gosta de tatuagem e body piercing, este ano, pode se preparar mais cedo. O Estádio Nacional Mané Garrincha (Arena Lounge) será novo palco do Brasília Tattoo Festival que, desta vez, acontece nos dias 13, 14 e 15 de setembro de 2019. A Convenção chega à sua 6ª edição e conta com mais de 800 tatuadores e body piercers do Brasil e do Mundo.

O evento, que já é sucesso, é uma iniciativa da Bruto Produções e CIA Lábios da Lua com co-realização da Secretaria de Turismo do Distrito Federal – SETUR. Apresenta 220 stands e conta com os melhores especialistas do segmento, que também ministrarão workshops. Além de ser o melhor lugar para tatuar, o local promete uma programação especial para quem frequentar o evento.

“Como em todos os anos teremos espaço kids, games, modelos exóticos, atrações musicais no palco principal com mais de 40 horas de música e concurso de melhor tatuagem. Reservamos, também, um espaço que vai abrigar um gastrobar, que além de oferecer cervejas, chopes artesanais e comida de boteco, recebe artistas que movimentam a noite da cidade, durante o seu horário de funcionamento”, garante o organizador, Paulo Henrique, mais conhecido como Kbça. O evento promove mais uma vez um ambiente extremamente propício para aqueles que desejam se tatuar, colocar um piercing e se divertir em um local saudável, familiar e cultural.

Já são seis anos de muito trabalho e sucesso: o objetivo de fomentar o cenário da tatuagem e do body piercing no Distrito Federal vem sendo cumprido, tanto que já faz parte do calendário oficial de eventos do DF. Sem contar que, todos os anos, a Convenção gera muitos empregos diretos e indiretos: para se ter uma ideia, em 2018, foram cerca de 1300 e, para esse ano são 1500, sendo uma média de 800 artistas, entre tatuadores e body piercers. O Brasília Tattoo Festival segue todas as normas de higiene e segurança, desde o cuidado com os procedimentos realizados pelos tatuadores e body piercers, como a coleta de lixo: o infectante é recolhido por uma empresa especializada, que os elimina de forma correta.

Tradição do evento, o concurso de tatuagem promete. O vencedor do desafio de sexta-feira, sábado e domingo (cada um) ganha um troféu, que é uma obra de arte, criada pelo artista Ale Amorin (@amorinsculp). Já a melhor tatuagem de toda Convenção, recebe, além do troféu, uma máquina edição limitada, fabricada pela Corun com exclusividade para o Brasília Tattoo Festival 2019 e o prêmio de R$10.000,00 (dez mil reais) em dinheiro. *Entre as três vencedoras, uma será escolhida para o grande prêmio.

Os ingressos já começaram a ser vendidos pelo Sympla (https://www.sympla.com.br/), loja Abriu Pro Rock (Gama Shopping), Ktraca Camisetas (Conic), Federal Ink (JK Shopping) e  Rose Tattoo (Águas Claras).  O primeiro lote (até 30/08) custa R$50 (inteira) e R$25 (meia – com carteirinha estudantil ou doação de 1 quilo de alimento). *Os valores estão sujeitos a alterações sem aviso prévio.

Vale lembrar que a doação continua bem-vinda com a entrada social, por meio de doação de alimentos não perecíveis, o que garante a meia entrada. Todo ano Instituições são contempladas com a ação.

Para acompanhar toda programação do evento, assim como a lista dos profissionais que estarão por lá, é só ficar ligado no instagram (@brasiliatattoofestival) ou no Facebook (www.facebook.com/brsiliatattoofestival).

*O valor das tatuagens ficam a critério dos tatuadores.

Confira a programação

Atrações musicais confirmadas para palco principal

No primeiro dia (13/09) sobem ao palco Costa Gold, grupo criado em 2012 por Lucas Predella e Adonai, e Rashid, conhecido pelas músicas “Bilhete 2.0” e “Não é Desenho”. Já no dia 14/09, o agito fica por conta de BK’Froid, umas das maiores revelações do Hip Hop Nacional e Viela 17, das ruas de Ceilândia para o mundo. Para fechar com chave de ouro, no último dia (15/09), Projota.

Concurso de tatuagem

São diversas categorias avaliadas, e as vencedoras de cada dia também levarão o troféu. São elas: Aquarela; Old School; Brasília; Comics; Blackwork; Melhor procedimento de piercing; Melhor tatuagem de sexta; Colorida; Oriental; Portrait; Preto e Cinza; Lettering; From Hell; Tema Brasileiro; Melhor tatuagem de sábado; Neotradiciontal; Realismo; Costas; Pontilhismo; New School; Feminina (nessa categoria só poderão participar tatuadoras –  gênero feminino –  não é necessário a pele tatuada ser uma mulher, a execução sim deve ser feita por uma tatuadora. Tema livre); Melhor tatuagem de domingo e do evento. As inscrições são feitas no dia, no local do Festival.

Serviço:

Brasília Tattoo Festival 2019

Data: 13, 14 e 15 de setembro

Local: Estádio Nacional Mané Garrincha (Arena Lounge)

Horário de funcionamento: sexta (13/09) e sábado (14/09) de 12h às 2h; domingo (15/09) de 10h a 0h.

Ingressos: 1º lote, até 30 de agosto, R$50 (inteira) e R$25 (meia – com carteirinha estudantil ou doação de 1 quilo de alimento). Sympla (https://www.sympla.com.br/), loja Abriu Pro Rock (Gama Shopping), Ktraca Camisetas (Conic), Federal Ink (JK Shopping) e Rose Tattoo (Águas Claras). *O valor do ingresso está sujeito à alteração sem aviso prévio.

Site: www.brasiliatattoofestival.com.br

Facebook: www.facebook.com.br/brasiliatattoofestival

Instagram: @brasiliatattoofestival

Classificação indicativa: 16 anos


Jiu-Jitsu_-Telmo-Ximenes.jpg

Ricardo Callado20/08/20195min

Competição reúne os melhores atletas do Distrito Federal e Entorno

No próximo fim de semana, as portas do JK Shopping se abrem para sediar uma competição pra lá de especial. É a 3ª edição do GP JK Shopping de Jiu-Jitsu, que chega para agitar a tarde do sábado (24) de quem passar pelo centro comercial. O evento, realizado anualmente, reúne os melhores atletas de Brasília e do Entorno ranqueados pela Federação de Jiu-Jitsu de Brasília.

Ao todo, 34 atletas vão participar das competições. No GP, 10 (dez) lutadores de peso médio (até 85kg), todos faixa preta, se dividem em dois grupos, cada um com 5 participantes, para disputar o primeiro lugar. As lutas começam a partir das 15h na Praça Central.

Neste ano, a premiação para o campeão do GP será de R$ 2 mil (dois mil) reais, além de medalha e brindes. Já o segundo e terceiro lugar garantem medalha e brindes dos apoiadores do evento.

A competição ainda é composta das lutas casadas, que somam 12 desafios, entre atletas de diversas academias do Distrito Federal. Equipes de peso como a Equipe Juquinha, a Grace Barra, Ribeiro Jiu-Jitsu, Five Round, Cei Jiu-Jtisu e GF Team, entre outros participantes estarão presentes no evento.

Nessa etapa, os competidores lutam entre si de acordo com idade, peso e graduação. São lutas nas categorias mirim, juvenil, adulto e máster, tanto masculinas como femininas. E o público poderá acompanhar a todas elas.

A premiação para o primeiro lugar dessas competições além de medalha, também é feita em dinheiro, e varia de acordo com a graduação de cada atleta. Já o segundo lugar garante medalha e brindes.

Para o presidente da Federação de Jiu-Jitsu de Brasília e organizador da disputa, Rodrigo Natalino, o evento além de ser uma oportunidade para os competidores mostrarem seus resultados, proporciona ao público uma interatividade com o esporte.

“Para a comunidade do Jiu-Jtisu é um ganho imensurável ter um shopping que permite lutas em suas instalações. É uma forma de levar a arte ao conhecimento público e mostrar um pouco dos valores que pregamos dentro dos tatames como respeito, lealdade e integridade”, ressalta.

Pesagem

E para os amantes de esportes a diversão começa um dia antes da competição oficial. Na sexta-feira (23), a partir das 16h, o público poderá acompanhar a pesagem oficial dos atletas em tempo real.

Serviço:

3ª edição da Copa JK Shopping de Jiu-Jitsu

Data: 23 e 24 de agosto

Horário: dia 23 das 16h às 20h/ dia 24 das 15h às 22h

Local: Praça Central (Térreo)

Entrada Franca

Classificação: Livre

JK Shopping

Endereço: Avenida Hélio Prates QNM 34 – entre Taguatinga e Ceilândia

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 10h às 22h e domingos e feriados das 12h às 22h

Telefone: (61) 3246-8601

www.jkshoppingdf.com.br

Facebook: facebook.com/jkshoppingdf


image002.jpg

Ricardo Callado19/08/20195min

“O Véu de Amani” integra a programação do evento, que acontece entre os dias 22 de agosto e 01 de setembro

O filme O Véu de Amani (Renata Diniz) é o representante do Distrito Federal no 30º Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo. O evento, que acontece entre os dias 22 de agosto e 01 de setembro de 2019, acompanha a evolução tecnológica no audiovisual, da película à realidade virtual.

O curta está na Mostra Infantojuvenil e conta a história de uma garotinha mulçumana paquistanesa que se muda para o Brasil e recebe um presente inesperado da sua nova amiga brasileira: um biquíni.

O Véu de Amani pode ser visto nos dias 24, às 15h, na Cinemateca – sala BNDES; no dia 25, às 15h, no Cine Olido; e no dia 01 de setembro, às 15h, no Centro Cultural São Paulo.

O FESTIVAL

Celebrando 30 anos ininterruptos de realização, o Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo, dirigido por Zita Carvalhosa e organizado pela Associação Cultural Kinoforum, apresenta gratuitamente 324 filmes de 53 países, em diferentes salas de cinema da capital paulista.

 Além das tradicionais Mostras Internacional, Latino-Americana e Programas Brasileiros, que revelam um panorama do cinema contemporâneo em todo o mundo, a edição estreia a Mostra Limite, com filmes brasileiros e estrangeiros que experimentam novas linguagens, os Programas Imersivos, com documentários de Tadeu Jungle em 360º para óculos VR, filmes franceses em 3D e games brasileiros de realidade virtual, e ainda sua primeira Mostra Competitiva, especialmente para títulos nacionais.

Os Programas Especiais reúnem atrações que já fazem parte do calendário do Festival, como a Mostra Infantojuvenil, além de diferentes destaques a cada edição. Entre eles, uma seleção de curtas de Jorge Furtado, como Ilha das Flores – que também completa 30 anos –, uma mostra de curtas coreanos em homenagem aos 60 anos das relações Brasil-Coreia, incluindo obras premiado diretor Bong Joon-Ho, e ainda um programa canadense que comemora o Ano Internacional das Línguas Indígenas.

SERVIÇO

Programação: 22 de agosto a 01 de setembro de 2019 – Entrada gratuita

Locais: Cinemateca Brasileira, CineSesc, Museu da Imagem e do Som – MIS, Espaço Itaú Augusta, Centro Cultural São Paulo – CCSP, Cine Olido, Cinusp e CEU’s Perus, Caminho do Mar e Vila Atlântica

Patrocínio: Sabesp (via Lei de Incentivo à Cultura – Ministério da Cidadania – Secretaria Especial da Cultura), Ericsson (via ProAC ICMS – Secretaria de Cultura e Economia Criativa – Governo do Estado de São Paulo), SPCine, Prefeitura da cidade de São Paulo, BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), FSA (Fundo Setorial do Audiovisual), SAV (Secretaria do Audiovisual) e Ancine.

Realização: Kinoforum, Superfilmes, SESC, Cinemateca Brasileira, Museu da Imagem e do Som  – MIS.

Informações: www.kinoforum.org/curtas / www.facebook.com/kinoforum


Ericles-da-Silva-Lima-e-Paulo-Alves__Foto_Bruno-Batista..jpg

Ricardo Callado17/08/20199min
Ericles da Silva Lima e Paulo Alves (Foto_Bruno Batista)

Conheça a história de jovens do DF que driblam obstáculos econômicos e sociais em busca do sonho de ser atleta

Oportunidade! Essa é a palavra de ordem que move muitos garotos e garotas do Distrito Federal que batalham, diariamente, para vencer a falta de recursos, desigualdade, violência, preconceitos e tantos outros problemas sociais. O esporte, aliado de muitos desses jovens na luta por um futuro melhor, quando acompanhado de uma oportunidade torna-se um grande combustível, capaz de impulsionar nos caminhos mais difíceis. Por isso, a Taça das Favelas, campeonato de futebol de campo, realizado pela Central Única das Favelas do Distrito Federal (CUFA DF), em parceria com a Rosa dos Ventos Produções que visa dar visibilidade aos jovens talentos de comunidades locais, vem recheada de histórias emocionantes de luta e perseverança. O campeonato acontece de 17 de agosto a 28 de setembro e vai além dos jogos em campo.

“Quando falamos de favelas, se houve falar muito em reparação, por todos os anos de descaso. Porém nós queremos mostrar o lado positivo e potente das favelas. A Taça tem um papel fundamental, não somente de dar oportunidade na realização do sonho de jogar bola, mas também na construção do caráter e identidade desses jovens”, destaca Bruno Kesseler, Presidente da CUFA DF.

Persistência feminina

Camila Lima tem 16 anos e mora no Riacho Fundo I, começou a se interessar por futebol vendo o irmão mais velho jogar. Sabia de seu potencial e por isso, com apenas 5 anos, tentou convencer o treinador de seu irmão de que ela poderia jogar tão bem, ou ainda melhor que os meninos. A resposta, já esperada, foi não, mas determinada que é continuou insistindo até que aos 7 anos entrou em campo e não parou mais.

“Desse dia em diante comecei a treinar todos os dias com os meninos, era a única menina. Logo depois já estava treinando nos 3 horários disponíveis, no dos mais novos como goleira, no da minha categoria e até no horário dos mais velhos”, afirma Camila.

Foram 5 anos de treinos intensos no CID (CENTRO DE INICIAÇÃO DESPORTIVA), localizado no Núcleo Bandeirante, até que a aposentaria, por problemas de saúde, de seu professor, dificultaram sua permanência no centro.  “Depois que meu técnico saiu ficou mais difícil continuar treinando como antes, as piadinhas vindas dos meninos, por eu ser mulher e jogar futebol aumentaram muito e achei que era hora de mudar”, relembra a jogadora

E as dificuldades não pararam por aí, separação dos pais, desemprego da mãe, falta de recurso da família para arcar com as mensalidades da tão sonhada escolinha de futebol society foram alguns dos obstáculos superados por Camila. Em 2016, a estudante passou a treinar no COAFF (CAMILA ORLANDO ACADEMIA DE FUTEBOL FEMININO). “ No início éramos somente 4 atletas, treinávamos em uma quadra torta, quadra aberta, então a chuva por um tempo foi inimiga, mas nunca desistimos, continuamos firmes, focadas no futebol, lá desenvolvi meu espírito de liderança. Hoje temos união, disciplina, respeito e humildade, mas a minha principal característica é a garra, sou guerreira nata”, se orgulha Camila.

A menina que afirma ter o sonho de jogar no Brasil e em outros países é uma das centenas de jogadores que estão participando da Taça das Favelas no DF e promete dar um show de bola no campeonato que contará com olheiros de clubes locais e nacionais.

Distância não é empecilho

Andar quase 10km a pé ou até mudar de estado e atravessar cerca de 1.400km em busca do sonho de ser um jogador de futebol, parece muito, mas não é nada perto do que Ericles da Silva e Paulo Alves, já enfrentam pela realização desse sonho.

Ericles da Silva Lima, tem 17 anos, mora em planaltina, é filho de mãe solteira, manicure e doméstica. Nunca conheceu o pai. Passou por diversas dificuldades “às vezes, mal tínhamos o que comer em casa”, afirma. Foi por pouco que não mergulhou no caminho das drogas, cercado por um contexto de desigualdade social, no qual a violência e criminalidade são ameaças constantes, o esporte surgiu como um resgate e caminho para uma vida melhor. Hoje, Ericles faz parte de um projeto social que oferece aulas gratuitas de futebol a jovens adolescentes. Quando soube das peneiras organizadas pela CUFA DF, na região onde mora, e da oportunidade de participar, não teve dúvidas. Como não tinha dinheiro para pagar a passagem de ônibus até o local da seleção, acordou às 06h da manhã e percorreu um trajeto de cerca de 10 km, a pé. A fome e cansaço não foram empecilho, ele brilhou e se classificou para jogar a Taça das Favelas no time de Planaltina.

Criado no interior Piauí pelo pai e avó, Paulo Alves de 15 anos veio sozinho para Brasília em busca de profissionalização. Aqui, ele vive no Pôr do Sol, em Ceilândia, na casa dos tios e para ajudar na renda da família trabalha fazendo bicos. Apesar da saudade de casa e das dificuldades financeiras, a luta pelo sonho fala mais alto.

“Quando cheguei em Brasília comecei a jogar um campeonato e logo depois apareceu uma oportunidade de viagem para Goiânia. Falaram que teriam olheiros e não pensei duas vezes. O professor falou que todos tinham que levar colchão para dormir, mas eu não tinha. Mesmo assim não baixei a cabeça botei um pano no chão e dormi assim mesmo, feliz porque estava fazendo o que eu gosto. Não conseguimos ganhar mas voltei feliz por ter jogado um campeonato grande”, recorda Paulo.

Hoje, ele precisa andar 1h30, a pé, para ir aos treinos. “Como moro em uma chácara distante e que não passa ônibus, vou andando aos treinos, mas não tem problema, tenho fé em Deus que vou conseguir realizar o meu sonho”, afirma.


Aula-de-Zumba.jpeg

Ricardo Callado17/08/20193min

Evento Girl Fitness Party é gratuito e conta com aulas de dança, treinamento funcional e palestra sobre autoestima

A prática de exercícios físicos é de suma importância, não só para manter a saúde do corpo, mas também da mente. No entanto, muitas mulheres, principalmente as que são mães, deixam de lado as atividades físicas por conta da rotina corrida e da dupla jornada diária. Para incentivá-las a movimentar o corpo, o JK Shopping recebe no dia 17 de agosto, sábado, o Girls Fitness Party. O evento, que acontece das 13h às 18h na Praça Central do empreendimento, vai contar com uma programação inteira dedicada às mulheres. O melhor? É tudo 100% gratuito.

O dia será repleto de diversão e movimento, com aulas de dança e treinamento funcional ministradas por profissionais de Educação Física e até uma palestra sobre autoestima após o parto. O principal objetivo do evento é fomentar a ideia de que para fugir do sedentarismo não é preciso, necessariamente, estar dentro de uma academia, já que exercício físicos podem ser praticados em qualquer lugar e de forma descontraída e estimulante.

As inscrições são liberadas para todas que estiverem circulando no mall e podem ser feitas diretamente com os professores ou na loja @Lôca Fashion (loja 225, piso L2). Durante a ação, serão distribuídos para as participantes inscritas brindes e vouchers de descontos das lojas parceiras. Não dá para perder!

Serviço

Girls Fitness Party – JK Shopping

Data: 17 de agosto, sábado

Local: Praça Central JK Shopping

Horário: das 13h às 18h

Inscrições: gratuitas (podem ser realizadas diretamente com os professores no local do evento ou na loja @Lôca Fashion durante o horário de funcionamento do shopping)

Programação

13h – Palestra: Autoestima da mulher após o parto com a psicanalista e consteladora Amanda Rangel

14h – Treinamento funcional com os professores Jorge Brito, Diego Jansen e Lucas D’ávilla

15h – Fit Dance com o professor Diamanty

16h – Aula de Zumba com o professor Diego Londoño


anuncio_mostra_competitiva_festival_cinema_2017_Agencia_Brasilia.gif

Ricardo Callado16/08/20195min

Mostra vai durar dez dias a partir de 22 de novembro e premiará sete longas e 14 curtas

O Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (FBCB) começou a receber as inscrições para as mostras competitivas, cujos vencedores serão conhecidos entre 22 de novembro e 1º de dezembro deste ano, período em que a mostra – retomando a data original, que encerra a temporada de eventos dessa natureza – será realizada no Cine Brasília, no Museu Nacional e em cinco regiões administrativas.

“O festival está garantido com o aporte de R$ 2,4 milhões do orçamento do governo, mas nossa expectativa é arrecadar o dobro disso com a participação de apoiadores do setor privado”, afirmou, em coletiva à imprensa no Cine Brasília, o secretário de Cultura e Economia Criativa, Adão Cândido.

Em sua 52ª edição, consagrando-se como o mais antigo festival do país, o FBCB premiará com R$ 250 mil sete longas e 14 curtas. Desse total, R$ 50 mil serão concedidos por um júri popular. A tradicional Mostra Brasília, da Câmara Legislativa do DF, vai distribuir R$ 240 mil para a produção regional do DF.

O evento oferecerá também palestras de representantes da cadeia produtiva do cinema, oficinas e feiras com exibição de equipamentos para produção cinematográfica. “Com a vinda do polo de cinema para área próxima ao CCBB [Centro Cultural Banco do Brasil], queremos fortalecer a vocação da capital federal como importante centro de produção audiovisual”, explica Cândido.

Com 147 mil metros quadrados, o novo parque audiovisual terá estúdios, salas de cinema, núcleos de animação, efeitos especiais e infraestrutura moderna para produções de diferentes formatos como “games”, filmes e séries.

Nesse sentido, a agenda do FBCB inclui assuntos como novas mídias e plataformas digitais, fomento à produção de conteúdos em dispositivos móveis, oportunidades no mercado de “streammimg – video on demand, VoD”, incentivo a produções audiovisuais e profissionalisação do setor. “Isso tem relação direta com a economia criativa, ênfase da Secec [Secretaria de Cultura e Economia Criativa]”, explica a subsecretária para a área, Érica Lewis, outra componente da mesa.

Além disso, o FBCB quer recuperar o protagonismo “em trazer para o coração do Brasil a discussão sobre políticas para o audiovisual, e reforçar seu papel como espaço de debate”, disse o curador Marcus Ligocki Jr, durante a coletiva.

Dados da economia mostram que o cinema nacional tem impacto de 0,46% no PIB, movimentando R$ 24,5 bilhões por ano. A produção audiovisual do país hoje alimenta 17,7% do conteúdo exibido nos canais por assinatura. Em 2018, o cinema brasileiro vendeu 23 milhões de ingressos.

Para inscrever um filme, a Secec  e o Instituto Alvorada, Organização da Sociedade Civil responsável pela execução do festival, colocaram no ar a página eletrônica http://www.festivaldebrasilia.com.br. As inscrições para a Mostra Brasília, realizada pela Câmara Legislativa do DF devem começar na próxima semana.

* Com informações da Secretaria de Cultura


Imagem-54.jpg

Ricardo Callado15/08/20196min

Programação, especialmente pensada para o mês dos pais, também conta com espaço de jogos antigos e show tributo ao Pink Floyd

O público tem até o próximo sábado (17) para conferir a exposição de carros que marcaram época no Pátio Brasil. Os modelos, que retratam diversas gerações, ficam estacionados na Praça Central. A entrada é gratuita. Além disso, no mesmo espaço, estão localizados um espaço com games antigos e decoração vintage, além de um palco que vai receber shows tributos de bandas que marcaram época.

Entre os veículos expostos está o Buick Le Sabre, de 1960. O modelo é uma das 35.990 unidades que foram fabricadas na cidade texana de Arlington, nos Estados Unidos. Possui um motor V8 com 250 horse power (HP) e transmissão automática Turbine Drive.  Outro carro que promete chamar atenção é o Porsche Cayman. O modelo de 2008 tem o motor aspirado de 380 cavalos. O diferencial é que o motor foi alterado para o de um Porsche 911, modelo Carrera S 997. Com bancos esportivos, o carro também conta com freios stoptech e rodas OZ.

E não é só na vida real que os carros fazem histórias, muitos modelos saem das telinhas e marcam uma geração. Esse é o caso da Kombi do Scooby Doo, que também vai estar exposta. Mais conhecida como “Máquina do Mistério”, o veículo é o meio de transporte da turma de detetives mais famosa da TV.

Mas o destaque fica com o Porsche 550 Spyder. Réplica do “Little Bastard”, carro de James Dean, um dos mais promissores atores de Hollywood dos anos 50. Amante declarado da velocidade e do automobilismo, James customizou todo o veículo e fez questão de colocar o apelido do carro na lataria. Até hoje, o Little Bastard é um automóvel cercado de mistérios.

GAMES – E para completar a diversão, o Pátio preparou um espaço com jogos antigos. Com uma decoração vintage e toda pensada para trazer as lembranças da infância, o local contará com fliperama e pebolim. E tudo isso com o preço amigo – cada rodada fica a R$ 3,50 no dinheiro e a R$ 4,00 no cartão.

Último show – O circuito de shows gratuitos começou no início do mês e homenageou grandes nomes do cenário musical, como Legião Urbana, Rolling Stones, Eric Clapton e Beatles. Para encerrar a programação, o público poderá conferir uma homenagem a banda britânica de rock, Pink Floyd. A apresentação acontece nesse sábado (17), às 16h30. No repertório, grandes sucessos do grupo como “Another Brick In The Wall”, “Wish You Were Here” e “Comfortably Numb”.

Serviços

Show – Tributo a grandes nomes do Rock – Pink Floyd

Quando? Sábado, 17 de agosto
Horário? 18h30
Local? Praça Central
Quanto? Entrada Gratuita
Mais informações: (61) 2107-7404

Exposição de carros – Confira os carros que marcaram época

Quando? Até o dia 17 de agosto

Horário? Segunda a sábado, das 10h às 22h /Domingos e feriados, das 12h às 20h.

Onde? Praça Central

Entrada Gratuita

Mais informações: (61) 2107-7404

Área de Jogos – Divirta-se com os jogos clássicos. São diversas máquinas de fliperama e pebolim para você curtir!

Quando? Até o dia 17 de agosto

Horário? Segunda a sábado, das 10h às 22h /Domingos e feriados, das 12h às 20h.

Onde? Praça Central

Valor da Ficha? Dinheiro: R$ 3,50 / Cartão: R$ 4,50

Mais informações: (61) 2107-7404


Carrapa-Mariana-Leal.jpg

Ricardo Callado15/08/20195min

Carrapa do Cavaquinho e banda levam ao público originalidade musical em ritmos variados, como chorinho, samba, maracatu e frevo. Entrada é gratuita

O SESC Gama receberá, nesta sexta (16) e sábado (17), às 20h, o show “Café Centro-Oeste”, de Carrapa do Cavaquinho e banda, um projeto com repertório baseado no CD de mesmo nome, lançado em 2014. As apresentações serão gratuitas e contarão com seis músicos integrantes, reunindo cavaquinho, violão, violão de sete cordas, viola caipira, violoncelo, trombone, flauta, percussão, bateria e contrabaixo. As apresentações encerram o Projeto Café Centro-Oeste este ano.

Carrapa do Cavaquinho mora no DF desde a adolescência e desenvolve seu trabalho em torno do cavaquinho, da viola caipira, trombone, e explora ritmos como o samba, o maracatu e o frevo, tendo o choro como base. O show é um trabalho autoral com uma instigante mistura de linguagens, harmonizando o moderno e o tradicional, o urbano e o rural, o clássico e o popular.

As apresentações receberam recursos do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) e já foram realizadas em outros seis momentos: em julho deste ano e outubro do ano passado no Clube do Choro, em maio e junho, no SESC Taguatinga Norte, e nos dias 10 e 11 de agosto, no SESC Ceilândia. O projeto contribui para a valorização e a promoção do cenário cultural do DF, com o qual a trajetória de Carrapa está intimamente ligada. “Meu repertório transita em dimensões afetivas, com um tom de pertencimento ao lugar que habito”, afirma o músico.

O artista é licenciado em Música pela Universidade de Brasília onde também concluiu seu Mestrado em música com o tema “Tradição e Inovação no Cavaquinho Brasileiro”. É professor do instrumento na Escola de Música de Brasília e tem larga experiência com a música no Brasil e exterior. Os shows de Carrapa oferecem à plateia uma experiência única, calcada em sua pesquisa sobre as possibilidades da música. O artista possui uma longa carreira musical, iniciada há mais de 40 anos.

Carrapa também mostra em suas composições uma visão da fauna e da flora da região, outro elemento importante nas suas criações. Segundo ele, o cerrado é “uma paisagem sonora”. Assim, além da riqueza e originalidade musical, este projeto também leva ao público uma postura de amor e respeito pela natureza, contribuindo para incentivar uma visão mais positiva do público em relação ao ameaçado bioma do cerrado.

Serviço:

Show Café Centro-Oeste

Datas: 16 e 17 de agosto

Horário: 20h

Local: SESC Gama

Endereço: Setor Leste Industrial, Lotes 620 a 680, QI 1 – Gama

Entrada gratuita

Classificação indicativa: livre

Repertório:

  1. Choro candango
  2. Nós nas cordas
  3. Dobradinha brasileira
  4. Viola do cerrado
  5. Calliandra
  6. Melhor chorar que não ter nada a ver
  7. Na Glória
  8. INTERVALO
  9. Zé véi zói d’água
  10. Arrebentando as cordas atrás do Guará
  11. Sonoro imaginário
  12. Café centro-oeste
  13. Viola vadia
  14. Vulcão Massaya
  15. Frevo pi ( para piazzolla)
  16. Brasileirinho
  17. Ninando o cavaquinho

Beba-do-quadrado-divulgação-1.jpeg

Ricardo Callado14/08/20193min
Regado a muita cerva e diversão, o evento é gratuito e acontece nos dias 17 e 18 deste mês no coração de Brasília

O estacionamento 10 do Parque da Cidade recebe mais uma edição da feira Beba do Quadrado. O evento, que acontece nos dias 17 e 18 de agosto, a partir das 11 horas, reúne amantes e produtores de cervejas artesanais, comida boa, food trucks renomados e feira de artesanato. A feira ainda conta com um espaço para diversão de toda família, inclusive com jogos e brincadeiras para adultos. E o melhor de tudo é que a entrada é gratuita.

O evento é principalmente para os cervejeiros que buscam novidades. Por isso, mais de 10 cervejarias artesanais marcarão presença. Entre as confirmadas, estão Cruls Cervejaria, Fusbier, Brother Brew, Cerrado Beer, Cervejaria Metanoia, Cervejaria Ayres, Corina Cervejas Artesanais, Quatro Poderes Cervejas Artesanais, Cervejaria Cavalo Louco, Vater Bier e Recanto Cervejaria. As comidinhas também estão de dar água na boca. Destacam-se no festival nomes consagrados da culinária brasiliense como Churros do Tio, Duporquim Charcutaria e Siamo Noi Ristorante Wine Bar.

Nesta edição, para a diversão dos adultos, a área “Fun & Games” conta com sinuca, totó/pebolim, airsoft, fliperama, beer pong entre outros jogos. Já para criançada, haverá um espaço kids com vários brinquedos infláveis. Além disso, o festival traz uma feirinha de artesanatos locais. E para animar a galera, bandas de pop rock e de rock n’ roll trazem os clássico do ritmo durante os dois dias de evento.

Sempre buscamos trazer novidades para o nosso evento. E, desta vez, trouxemos o espaço Fun & Games, onde a galera pode brincar, jogar e se divertir bastante, além de aproveitar as novidades do universo cervejeiro e as delícias da gastronomia”, afirma Guilherme Sette.

 

Beba do Quadrado – Fun & Games

Data: 17 e 18 de agosto

Local: Estacionamento 10 do Parque da Cidade

Horário: 11h

Entrada gratuita

Classificação livre


LIA-DO-RIO-MARCO-RODRIGUES.jpg

Ricardo Callado06/08/20195min
Lia do Rio (Foto Marco Rodrigues)
Mostra inédita na capital reúne 37 obras da artista plástica consagrada no Rio de Janeiro; entrada é gratuita.

A exposição “Tempo em Suspensão” – aberta em 2 de junho, no Museu da República – provoca o olhar do espectador sobre presente e o efêmero. E o convite é um mergulho na natureza, transformada em obra de arte a partir das mãos da artista plástica Lia do Rio.

A mostra, gratuita, conta com 37 obras, entre colagens, vídeos, instalações. E fica na cidade até 25 de agosto. Com peso importante na arte contemporânea, as obras de Lia do Rio transcenderam às últimas quatro décadas e inspiram gerações.

Uma das principais matérias-primas usadas por Lia são folhas secas, que se transformam em reflexões sobre vida, morte, transformação, tempo e atemporalidade. “Não estou falando de ecologia, tem a ver com o ser humano. Eu acredito que todas as problemáticas mundiais que envolvem sobrevivência estão nessa incapacidade de se perceber natureza”, elucida Lia.

Uma das grandes surpresas é também um dos trabalhos mais atuais da artista: uma instalação batizada de “Porvir”, que, segundo Lia, é uma impressão do amanhã, onde a pessoa perceberá e se sentirá no futuro.

A curadoria da exposição é assinada pelo artista visual e escritor Bené Fonteles. “A originalidade da obra de Lia reside na forma dela se apropriar dos resíduos naturais e lhes dar nobreza estrutural. As mais significativas são as que ela ressignifica os materiais para conceder a elas potência poética”, afirma Bené.

Essa não é a primeira vez de Lia em Brasília. A artista já expôs em eventos da capital em outras ocasiões, como na UnB, em 1991, e, no próprio Museu Nacional da República, em 2013, onde, inclusive, tem em acervo a obra “Possibilidades”, que é feita de esqueletos de folhas.

Sobre a artista

Lia do Rio Cardoso Costa nasceu em São Paulo e mora no Rio de Janeiro desde os dez anos de idade. Em 1958 inscreveu-se na cadeira de Pintura da Escola Nacional de Belas Artes, da UFRJ, onde se formou em 1963. Em 1982, ingressou na Escola de Artes Visuais do Parque Lage onde permaneceu até 1985. Suas pinturas, porém, adquiriram tridimensionalidade e passaram a se assemelhar com janelas, que logo foram assumidas como material principal de suas obras. Enquanto recolhia janelas jogadas na rua, sentiu-se atraída pela riqueza e potencial de outros materiais descartados, passando a trabalhar no próprio espaço em que eram encontrados, organizando-os em formas ditadas pelo local, o que fez a escala aumentar consideravelmente. Ao ser convidada para exposições, reciclava estas formas para dentro da galeria.  Mais informações em: www.liadorio.com/ap.htm

Serviço

O que: exposição “Tempo em Suspensão”

Data: até 25 de agosto de 2019

Horário: das 9h às 18h

Local: Museu Nacional da República, Setor Cultural Sul, Lote 2, Esplanada dos Ministérios

Entrada: franca

Classificação indicativa: livre



Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias