18/04/2019 Brasília - DF 24°C

Arquivos Variedades - Blog do Callado

di-paullo-e-paulinho.png

Ricardo Callado17/04/20192min
Para comemorar aniversário da Produtora A5 Produções, os mineiros prometem animar o público da região. Ingressos custam entre R$ 30 e R$ 80 
Com mais de trinta anos de carreira, os mineiros Di Paullo e Paulino desembarcam em Brazlândia, neste sábado (20), com as melhores modas de viola dos artistas. O show acontecerá na chácara Recanto Dona Carmelita, a partir das 22h. Ingressos custam entre R$ 30 e R$80.
A dupla que conquista o Brasil, é a atração principal para a comemoração de um ano da Produtora A5 Produções, que realiza diversos eventos da cidade.
No repertório, hits como “Cama Triste” e É Amor”, são os preferidos do público.
O último lançamento de Di Paullo e Paulino é a música “Estrelinha” que conta com a participação da rainha da sofrência  Marília Mendonça.
O evento conta com área open bar de água, cerveja e refrigerante (R$80).
Serviço
Data: 20 de abril
Hora: 22h
Local: Recanto Dona Carmelita- Brazlândia
Ingressos: R$ 30-pista e R$ 80 extra vip com open bar

17.04.2019-Mauro-Lúcio-da-Silva-Campos-foi-o-primeiro-Jesus-do-Morro-da-Capelinha.-A-honra-agora-pertence-a-Marcelo-Ramos.-Foto-Vinícius-de-Melo-Agência-Brasília-1024x683.jpg

Ricardo Callado17/04/20198min
Mauro Lúcio da Silva Campos (à esquerda) foi o primeiro Jesus do Morro da Capelinha. A honra agora pertence a Marcelo Ramos. Foto: Vinícius de Melo/Agência Brasília

Advogado de 31 anos protagoniza a Paixão de Cristo no Morro da Capelinha. Conheça, também, o primeiro homem a representar Jesus Cristo na Via Sacra de Planaltina

Por Lúcio Flávio

Governador da província da Judeia sob o jugo do poderoso Império Romano, Pôncio Pilatos foi o juiz que selou o destino de Cristo, condenando-o à cruz, mas eternizando sua figura como símbolo duradouro da fé cristã. Quando surgiu a oportunidade de encenar um papel na Via Sacra de Planaltina, o advogado Marcelo Ramos não titubeou. Ao invés da toga de jurista, preferiu o manto simples de um carpinteiro. A estreia, no entanto, foi usando uma armadura.

“Antes do papel de Jesus eu fui soldado”, conta o jovem de 31 anos, os últimos cinco como protagonista da paixão de Cristo no Morro da Capelinha. “Para mim não existe um advogado mais dedicado do que Jesus, que entregou sua própria vida para defender uma causa que é a salvação da humanidade”, avalia, traçando um paralelo entre a profissão que escolheu e o humanismo do homem que revolucionou o mundo com o poder da palavra e do amor.

Aliás, amor e fé são os combustíveis sagrados que movimentam uma das mais belas vias sacras do país. Foi o que fisgou Marcelo, então um menino de 9 anos, que nem sonhava um dia ser legionário. Muito menos Jesus. Também é a fagulha que, há 46 anos, conduz milhares de fiéis ao Morro da Capelinha. Segundo dados da Secretaria de Cultura do DF, patrocinadora do evento, foram 60 mil pessoas na última edição.

“A Via Sacra é uma obra de Deus que toca o coração das pessoas de uma forma inigualável. Por isso, ela é tão especial e dura tantos anos”, observa Marcelo que, mesmo morando em Águas Claras, não se importa de atravessar o Distrito Federal toda semana para participar dos ensaios. “Eu sou filho de Planaltina, amo a cidade, mas devido à distância do trabalho achamos melhor mudar”, lamenta o advogado e ator amador.

Claro que, sendo “Jesus”, nenhum tipo de contratempo, empecilho ou mesmo distância é problema. E se a missão é encantar uma multidão de religiosos entorpecidos pelo mistério da fé e a força do amor, qualquer tipo de sacrifício é válido, engrandece o espírito. “Quando estou atuando me sinto como um instrumento de conversão. É como ler a Bíblia, cada um internaliza aquilo que ela precisa para o seu coração”, garante Marcelo, que quase foi ordenado padre.

Jesus pioneiro de Planaltina

Também nascido em Planaltina, Mauro Lúcio da Silva Campos, 65 anos, precedeu o advogado Marcelo em algumas décadas e teve a honra de viver o primeiro Cristo da Via Sacra de Planaltina. Foi no início dos anos 70. Na época, adolescente com seus 16 para 17 anos, madeixas longas e integrante do grupo da igreja, mais que natural que o papel do Salvador lhe caísse de mãos beijadas no colo. Assim, por 20 anos, ele não decepcionou a comunidade da paróquia de São Sebastião.

“Para fazer o Cristo tinha que ser alguém do cursilho. E, na época, por causa dos Beatles, era moda ter cabelo grande. E o meu estava comprido, então o pessoal da Igreja pediu para não cortar”, lembra Mauro. “Fiz a primeira Via Sacra e gostaram. Com o tempo me aperfeiçoei. Nas últimas edições, porém, eu já usava peruca por causa da careca”, lembra, sorrindo.

Entre o “pessoal da igreja” mencionado por Mauro Lúcio, destaca-se de forma marcante a figura do padre Aleixo Susin, 91 anos, o fundador da Via Sacra do Morro da Capelinha. E que teve a ideia de montar a encenação da paixão de Cristo em Planaltina motivado por uma revelação. “Tudo começou com ele, que achava o Morro da Capelinha bonito e queria aproveitar aquele cenário. No início, era bem precário, não tinha nada, a gente saía nas lojas pedindo roupa e equipamento de som, por exemplo”, recorda.

Hoje, nas palavras do primeiro Jesus do Morro da Capelinha, a realidade é bem diferente. Mas tudo foi construído aos poucos, “tijolo por tijolo”, como se fosse uma grande construção, com dedicação e amor, espírito de união e perseverança. As inovações e evoluções surgidas a cada ano eram apresentadas em reuniões de avaliação no final de cada Via Sacra, onde todos debatiam o que tinha que ser corrigido e melhorado. “Hoje, a estrutura é maravilhosa. Plantamos uma sementinha, ela cresceu e está dando fruto até hoje”, diz, sem esconder o orgulho.

Estrutura de cinema

E é verdade. Uma estrutura de cinema que encheria de satisfação Cecil B. DeMille, o mítico produtor dos clássicos bíblicos de Hollywood. Segundo informações da organização do evento, pelo menos 1,4 mil voluntários participam da organização da paixão de Cristo de Planaltina. Só na encenação, entre figurantes e atores, são 800 pessoas. E há mais 600 pessoas na equipe técnica. “É como se fosse uma corrente da fé”, compara o ex-ator.

Com a experiência de quem viveu por duas décadas o papel do homem mais importante do Cristianismo, Mauro Lúcio mostra o caminho da salvação para jovens como o advogado Marcelo Ramos e tantos outros que virão. “Fazer o papel com muita humildade, sem vaidade e viver, no dia a dia, a experiência de Cristo, se espelhar no que ele foi”, ensina.


CELIAPORTO.jpg

Ricardo Callado16/04/20193min

Cantora se apresenta em show único na próxima quinta (18), às 19h, na praça central do Pátio Brasil. Além das músicas autorais, repertório também conta com homenagens a artistas como Gilberto Gil.

Para comemorar o aniversário de 51 anos da cidade, o Pátio Brasil recebe a cantora Célia Porto para um show gratuito e cheio de surpresas nesta quinta (18), às 19h, na praça central do shopping. Na apresentação, clássicos da sua premiada carreira e reinterpretações de grandes artistas da música popular brasileira, como Gilberto Gil e Renato Russo.

Desde seu primeiro trabalho, que lhe rendeu o Prêmio Sharp de Música (hoje, chamado de Prêmio da Música Brasileira) como cantora revelação Pop Rock, Célia Porto procura valorizar os compositores que tem Brasília como inspiração para criar músicas. Por isso, a performance é composta reinterpretações  de compositores considerados, como Renato Russo, Vicente Sá, Gilberto Gil. Além disso, a cantora traz os clássicos dos quatro álbuns da carreia.

A novidade do show é a presença da poetisa Noélia Ribeiro, personagem que inspirou a canção “Travessia do Eixão”, do Legião Urbana. Ribeiro participa de uma intervenção poética com poemas do livro Escalafobética, em uma parceria entre música e poesia que faz o diferencial nesse espetáculo. Célia também é acompanhada por Rênio Quintas nos teclados, que também assina a direção musical e arranjos, Alexandre Macarrão no baixo acústico e Stive Marta na bateria.

Serviço

Parabéns a Brasília com Célia Porto

Clássicos da capital e reinterpretações de grandes artistas

Quando? 18 de abril, quinta feira

Onde? Praça Central do shopping

Quanto? Entrada gratuita

Mais informações: (61) 2107-7404



Ricardo Callado16/04/20193min

Grupo se apresentará na Arena Brazolia, no feriado

O grupo carioca Bom Gosto desembarca na capital federal, no dia 19 de abril, feriado, para agitar o Brazolia Cozinha e Bar (SGO, Qd 03), com a roda de samba mais famosa do momento. No repertório, muito samba e pagode de qualidade, como os sucessos “curtindo a vida”, “deixa acontecer naturalmente”, “se eu ganho um beijo seu”, e muito mais. A festa é a partir das 17 horas, e contará ainda com o show da banda Mistura 61 (DF) e o som do DJ Higor Toure.

Os organizadores prometem 10 horas de diversão, que terá além de samba e pagode, muito funk de qualidade em uma estrutura incrível, montada em um palco 360 graus. Aliás, essa é uma novidade para quem gosta de curtir um bom agito. O Brazolia está preparando uma megaestrutura para receber diversos shows nacionais. É a “Arena Brazolia”.

Interessados podem comprar os ingressos pelo site Bilheteria Digital: R$55 masculino e R$45 feminino, frente palco. Também há opção pelas mesas (vendas pelo telefone: 3344-7399 ou 99870-7399 – whatsapp), dão direito a 4 ingressos unissex, com pulseiras, 1 combo, que pode ser: Gin com 5 tônicas, ou vodka ketel one com_5 Red bulls, ou Red label  com 5 Red bulls. –  R$ 500.

Serviço:

Roda de Samba do grupo Bom Gosto

Local: Arena Brazolia Cozinha e Bar – SGO quadra 03 Ao lado do Palácio do Buriti

Hora: a partir das 17h

Ingressos: Masculino R$55, feminino R$45, Mesa para 4 pessoas e 1 combo R$500.

Ponto de Venda: https://www.bilheteriadigital.com/roda-de-samba-do-grupo-bom-gosto-19-de-abril


torre-das-tribos-4.jpg

Ricardo Callado11/04/20194min

Palco aberto no point cultural do DF recebe grupos de dança, apresentações em duplas e solos

A Feira de Artesanato da Torre de TV promove, em cada segundo domingo do mês, uma edição do projeto Torre das Tribos, Mostra de Dança do Distrito Federal e entorno com palco aberto de dança para receber artistas regionais com apresentações de dança em solos e grupos, de todos os ritmos de dança. Neste mês, a edição da Torre das Tribos é realizada no dia 14, das 14h às 17h, na Praça Central da Feira de Artesanato da Torre de TV.

As inscrições podem ser feitas pelo Whatsapp, através do link https://chat.whatsapp.com/CMqVtF6Kn5J8RhZzDn8wPt.

No link, é possível obter a ficha de inscrição, com nome do grupo, participantes, modalidade e informações técnicas como música e duração da apresentação. Cada apresentação deve ter uma duração máxima de 5 minutos e cada inscrito pode se apresentar com até duas coreografias por edição.

Sobre a Feira da Torre

A Feira da Torre encontra-se aos pés da Torre de TV, em Brasília, e funciona de quinta a domingo das 9h às 18h. Também conhecida comofeira de artesanato, a Feira da Torre foi fundada em maio de 1964 e desde então é um ponto turístico indispensável para todos que moram ou visitam a capital federal.

Atualmente, o complexo está revitalizado com ótima estrutura e diversidade de produtos e opções gastronômicas, que não deixam a desejar para nenhum outro centro comercial de Brasília nesses moldes. Nos 480 boxes, a clientela pode encontrar movelaria, souvenirs, acessórios, roupas, objetos para decoração, produtos exotéricos e uma praça de alimentação com iguarias das principais regiões do Brasil. Além do recém inaugurado Esquina Luso-Brasileira, que serve os principais pratos da cozinha portuguesa.

Além da oferta comercial, a Feira de Artesanato da Torre de TV realiza diversos projetos artísticos culturais além da Feira Literária, como a Dança Charme, rodas de Samba e Choro, Forró, Rock e Blues nos encontros de Motos, além de oficinas de artesanato para crianças e adultos.

Torre das Tribos

14 de abril, das 14h às 17h

Praça Central da Feira de Artesanato da Torre de TV

SDC, Eixo Monumental, Brasília – DF

Operações: 480 boxes

Alimentação: 30 boxes

Funcionamento: Sábado e Domingo, das 9 às 18h

Telefone: (61) 98131-2465

Entrada Franca


Igor-Santos_Divulgacao-1.jpg

Ricardo Callado11/04/20192min

Prato faz parte do especial contemporâneo do mês

O camarão vem como ingrediente principal do Especial do Mês no Nikkei Brasília (Orla da Ponte JK). O chef Divino Barbosa, a pedido dos clientes, criou o Risoto de Camarão com Tapenade de Legumes e Tempurá de Indívia (R$69).

“Há algum tempo os clientes vinham me cobrando um risoto que levasse o fruto do mar e resolvi criar uma combinação de sabores. Ele vem harmonizado com um Tapenade, uma iguaria típica da França (na região do mediterrâneo de Provença), uma espécie de patê, e com um Tempurá, um prato clássico da culinária portuguesa e exportada para o Japão que a popularizou. Consiste de pedaços fritos de vegetais ou mariscos, que aqui, no caso, usei a Indívia”, explica Divino.
A delícia é individual e pode ser saboreada no almoço e jantar!

Serviço:

Endereço: St. de Clubes Esportivos Sul Trecho 2 – Orla da Ponte JK

Telefone: 2099-2461

Horário de funcionamento: segunda, de 19h à 0h; terça, de 12h às 15h e de 19h às 0h; quarta, de 12h às 15h e de 19h às 0h; quinta, de 12h às 15h e de 19h às 0h; sexta, de 12 às 15 e de 19h à 01h; Sábado de 12 à 1h; Domingo de 12 à 0h

Formas de Pagamento: dinheiro e cartão (qualquer bandeira) / não aceita tickets de alimentação

Wi-fi

Fraldário nos banheiros masculino e feminino

Manobristas


Beija-flor-e-a-flor.png

Ricardo Callado10/04/20193min

Com proposta de se tornar ponto cultural da cidade, casa fica com a mostra da artista Elda Evelina aberta para visitação até o mês de maio

No mês de abril, o Apetitá Bistrô (410 Sul) dá mais um passo para se firmar como ponto cultural da cidade. No dia 13, sábado, a partir das 18h a casa recebe a exposição Cores e Poemas, da artista Elda Evelina. A mostra fica disponível para visitação até o dia 10 de maio, sempre durante o horário de funcionamento do local. “Está sendo uma ótima experiência receber estes artistas aqui, pois assim, além de darmos espaço a eles, aproximamos o público da arte de uma forma acessível”, explica Adrey Nobre, dono do Apetitá.

A exposição contará com cerca de 70 peças, que variam entre desenhos com caneta pitt e aquarela, acrílico e pastel seco em tela e obras com elementos reais, como alfinetes, madeira e penas. Além disso, também haverá telas com pinturas eletrônicas, feitas em aplicativos no computador e passadas para a tela por meio de impressão específica para museus e em alta definição. A visitação é gratuita e as obras estarão à venda com preços a partir de R$100.

O tema das peças variam, tendo de tudo um pouco. “Sou bem eclética e não costumo me prender a uma só temática. Gosto muito do espaço, de animais, elementos da natureza, obras abstratas e referências ao espiritualismo e à busca pelo valor da vida”, afirma Elda, artista que assina a exposição. Dentre as obras, estão incluídas também 30 peças com o centro em forma oval, remetendo à páscoa.

Além de pintar e desenhar desde criança, Elda também escreve e é autora de diversos livros de reflexões, narrativas e poemas. Logo, entre suas telas, a artista também vai incluir alguns textos. “É uma forma de chamar os visitantes à leitura. Não escrevo para explicar as obras, mas sim para acompanhá-las, dar um foco à elas. É assim que atuo, minha cabeça é multicor e multidisciplinar”, afirma.

Serviço

Exposição Cores e Poemas por Elda Evelina
Local: Apetitá Bistrô – 410 Sul
Data: 13 de abril a 10 de maio
Horário de funcionamento: Segunda a sexta das 12h às 21h; Sábados das 12h às 22h; Domingos e feriados das 13h às 22h
Classificação: livre
Entrada gratuita


Screenshot_20190313-125846_2.png

Ricardo Callado10/04/20194min
Músico, cantor e compositor. Essas são as definições do artista Nego Rainner que, há mais de dez anos, entrou no mundo da música. O brasiliense que começou a cantar aos 16 anos,  foi vocalista principal da banda brasiliense Só Pra Xamegar, durante 12 anos de sua carreira. No auge, encarou seguir carreira solo, e assim tem feito com muita garra, foco e determinação.
Carreira – Com uma estreia surpreendente, o jovem tem orgulho e perseverança em sua carreira como músico. Nego Rainner, assim como é conhecido, já realizou shows pelo Nordeste, em todo o Centro-oeste e até mesmo na sua terra querida, no maior carnaval do Brasil, em Salvador, Bahia. “Na melhor época do ano, no São João, já rodei esse Brasil inteiro”, afirmou o cantor.
Além disso, é compositor de um dos hits  que tocou por todo o Brasil: a “Posição da Peppa Pig”, que alcançou, também, artistas nacionais como Psirico.
Agora, o artista promete muitas novidades em seus shows e em seu novo projeto solo. Uma delas é o novo hit “Tudo Solteirinha”, que lançou há pouco tempo e já conquistou todo o público da Capital Federal. “Uma mistura de ritmos e estilo predominarão essa nova fase. Quem for aos meus shows encontrará animação total, pois isso prevalecerá sempre em minha carreira”, explica o músico. A hashtag que utiliza em suas redes sociais #maispracimadoquenunca confirma a auto estima do cantor.
A equipe Nego Rainner é composta por produtores nacionais, dentre eles, a direção do grupo, DJs e músicos que vieram diretamente do nordeste para encarar o sonho juntamente com o artista.
Show de lançamento
 
Para estrear seu projeto solo, Nego Rainner fará um show exclusivo no próximo dia 13 de abril, na casa de shows Dallas Bar, localizado na EPTG. Os ingressos custam entre R$ 30 e R$ 50. Duplas como Pedro Paulo e Matheus, Henrique e Ruan, Jhonny e Raony e Sérgio Moraes prometem agitar o público brasiliense na noite.
Serviço
Show de lançamento oficial Nego Rainner solo
Data: 13 de abril
Local: Dallas Bar, EPTG
Hora: a partir das 22h
Ingressos: R$ 30 e R$ 50

rebeca.jpg

Ricardo Callado10/04/20192min

De Rainha das Passistas do Salgueiro, de repente, Rebecca viu sua vida se transformar. Tudo por causa de um presentão daqueles de Ludmilla: a canção Cai de Boca, produzida pelo DJ Zebrinha.

A funkeira que está estourada nos bailes e favelas do Rio desembarca em Brasília neste sábado, 13, para a primeira festa 150Bpm da capital na casa noturna Pink Elephant.

Rebecca já é mãe e tem um discurso feminista. No repertório os hits “Ao Som do 150”, “ Do Meu Jeito” e “Coça de Rebecca”.

Link vídeo:

 

Nas picapes o DJ residente Daniel Futuro toca o melhor do Funk.

SERVIÇO

Baile da Pink Edição 150bpm

Show com MC Rebecca

Quando: Sábado 13 de Abril

Onde: Pink Elephant Brasília – Sces, ao lado do Pier 21 e Steak Bull

Horário: 23h

Ingressos: R$ 40 (feminino) | R$ 60 (masculino) – Valores referentes a meia entrada e 1º lote.

Os ingressos à venda no aplicativo Pink Elephant.

Classificação indicativa: 18 anos


IMG_0068.jpg

Ricardo Callado10/04/20194min

As duas mostras chegam ao Pátio Brasil a partir desta sexta (12) com entrada gratuita. Evento também contará com uma roda de conversa com especialistas em autismo e desfile com jovens com Trissomia 21

A Praça Central do Pátio Brasil recebe, a partir desta sexta (12), duas exposições de fotos com entrada gratuita. A mostra “Um olhar especial para a natureza” aposta em imagens da natureza de Brasília capturas por onze jovens e adultos com Síndrome de Down. No mesmo local, o público também poderá conferir a exibição de fotografias que retratam jovens autistas com seus familiares em momentos descontraídos. O principal objetivo do evento é valorizar o trabalho dos artistas e promover a inclusão dessas pessoas na nossa sociedade. As exposições ficam no local até o dia 27 de abril.

A primeira mostra faz parte da “Galera do DIS”, uma iniciativa da fotógrafa Gi Sales. Para produzir as fotos, foram realizadas oficinas fotográficas nas quais os onze jovens com a Trissomia 21 aprenderam conceitos básicos de fotografia e participaram de saídas fotográficas nos principais pontos turísticos de Brasília.  A exposição procura trazer o olhar de jovens sobre a natureza por meio da fotografia e ajudar no processo de empoderamento dos fotógrafos, os tornando autores da mostra.

Já a exibição dos jovens autistas faz parte das comemorações do Abril Azul e é uma parceria com o Movimento Orgulho Autista Brasil (MOAB). Por meio das fotos, será possível perceber como é o dia a dia de alguém que está no espectro autista e a relação com a seus familiares, como eles se comunicam com objetos, superando obstáculos, interagindo com o ambiente, brincando e até mesmo em estado de isolamento. A ideia é ajudar a desmistificar o transtorno que, segundo os últimos dados da Associação Brasileira de Autismo, atinge cerca de 2 milhões de pessoas no Brasil.

RODA DE CONVERSA E DESFILE – O evento também vai trazer uma roda de conversa com especialista em autismo no dia 27 de abril, às 15h. A musicoterapeuta, Clarisse Preste, e a Dra Ellen Siqueira, médica especialista no transtorno, vão estar presentes. Participa também da conversa a fotógrafa Gi Sales, responsável por capacitar os fotógrafos com a Trissomia 21. Além disso, no mesmo dia, o público poderá conferir um desfile com jovens com Síndrome de Down às 16h, na Praça Central.

Serviço

Exposições – “Um olhar especial para a natureza” e autistas no dia a dia

Desmistificando, incluindo e valorizando o trabalho de artistas

Quando? De 12 a 27 de abril

Onde? Praça Central do Pátio Brasil –  em frente à Estasi

Quanto? Entrada Gratuita

Mais informações: (61) 2107-7404



Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias