112.11.2019-Capacitação-sobre-a-ferrnamenta-e-SUS-tornará-ainda-melhor-o-atendimento-à-população.-Foto-Divulgação-Secretaria-de-Saúde-960x540.jpeg

Ricardo Callado12/11/20194min

Atividade integra profissionais da Atenção Primária e Secundária da Região de Saúde Centro-Sul

Médicos e enfermeiros da Região de Saúde Centro-Sul iniciaram, nessa segunda-feira (11), a capacitação para o uso da ferramenta e-SUS, que reúne dados e apoia a gestão nos processos de trabalho. O curso disponibilizou 88 vagas para servidores da Atenção Primária e da Secundária, com aulas realizadas no laboratório de informática da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs).

Os servidores da Atenção Primária, que já utilizam o e-SUS, tiraram dúvidas pontuais sobre as atualizações da ferramenta. Os profissionais de saúde da Atenção Secundária, que não estão familiarizados com o sistema por utilizar o Track Care, têm aprendido a utilizar o recurso.

“O objetivo é a integração da informação em saúde na Atenção Primária e Secundária. Isso está previsto no PlanificaSUS, que vem acontecendo desde julho na região para aproximar os níveis de atenção”, informou a superintendente da Região de Saúde Centro-Sul, Moema Campos.

Aproximação

Fomentar servidores da saúde a utilizar o mesmo sistema é uma forma de aproximar os profissionais e, com isso, melhorar o atendimento à população, na opinião da gerente de Planejamento, Monitoramento e Avaliação da Diretoria de Atenção Primária da região, Isabel Mamede.

“Com foco no PlanificaSUS, é necessário que os níveis de atenção estejam alinhados para atender melhor as pessoas. Isso passa pela comunicação entre os profissionais. Por isso, fizemos visitas nas unidades de saúde para divulgar a importância de os servidores participarem”, ressaltou Mamede.

Alinhamento

A capacitação começou com os profissionais que atuam, principalmente, nas unidades com serviço de laboratório para a implementação do PlanificaSUS. Ao todo, cinco unidades básicas de saúde (UBS) da Região Centro-sul foram escolhidas para iniciar o trabalho de alinhamento entre a Atenção Primária e a Secundária.

O curso, dividido nos turnos matutino e vespertino, oferece, até esta terça-feira (12), aulas das 8h às 12h e das 13h às 17h. Os servidores inscritos escolhem em qual horário podem participar da capacitação para aprender a utilizar o e-SUS.

A ferramenta se propõe a reestruturar as informações da saúde na Atenção Primária em âmbito nacional. A estratégia e-SUS faz referência ao processo de informatização qualificada do Sistema Único de Saúde (SUS) em busca de um SUS eletrônico.


esplanada_dos_ministerios_1_-_marcello_casal_jr-arquivo_agencia_brasil.jpg

Ricardo Callado11/11/20193min

Ministérios serão fechados para reunião do Brics

Por Wellton Máximo

Assinada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, a portaria estabelece que caberá aos dirigentes dos órgãos e das entidades, nas respectivas áreas de competência, assegurar o funcionamento dos serviços considerados essenciais ou estratégicos, inclusive os relacionados ao encontro do Brics. A portaria esclarece que apenas os órgãos localizados na Esplanada ou em vias adjacentes terão ponto facultativo.

Na semana passada, o governador Ibaneis Rocha também estabeleceu ponto facultativo para os servidores públicos do Distrito Federal na quarta e na quinta-feira. Segundo o governo local, a medida foi tomada para reduzir o trânsito nos dois dias do encontro do Brics.

Interdições

A Esplanada dos Ministérios terá o trânsito fechado por 48 horas, da 0h de quarta-feira às 24h de quinta-feira. A via S1, que desce para o Congresso, será interditada na altura da Catedral, e os veículos serão desviados para a via L2 Sul. Na via N1, que sobe do Congresso para a Rodoviária do Plano Piloto, a interdição será da altura da via L4, próximo ao Corpo de Bombeiros, até a via L2 Norte.

O tráfego de veículos também será interrompido na S2, desde a altura da L2 Sul (rotatória aos fundos da Catedral) até a altura da L4 Sul, ao lado da Procuradoria-Geral da República. Na via N2, o fluxo será fechado desde a rotatória do buraco do Tatuí, na L2 Norte, até a altura da L4 Norte.

Também haverá interdições no Setor de Clubes Esportivos Sul, nas proximidades do Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), onde ocorrerão eventos relacionados à reunião do Brics. As vias de acesso ao CICB serão fechadas durante toda a quarta-feira (13), da 0h às 20h.


10.11.-Curso-concelheiros-tutelares-Sejus_divulgacao.jpg

Ricardo Callado10/11/20194min

Aulas da primeira turma vão até quinta-feira (14). Demais inscritos estão distribuídos em atividades de aprendizado programadas até dezembro

Começa nesta segunda-feira (11) o curso de formação dos candidatos eleitos em outubro para a função de conselheiro tutelar. A primeira turma frequentará a Escola Técnica de Ceilândia, com aulas que seguem até o dia 14 (quinta-feira), sempre das 8h às 18h.

Os candidatos foram divididos em quatro turmas, que cumprirão programação de cursos até dezembro. Cada grupo será composto por 150 alunos. A matrícula para participar da formação foi feita pela internet, entre os dias 6 e 8 deste mês, quando as pessoas inscritas puderem escolher a turma.

O curso de formação é a última etapa do processo de escolha, que incluiu uma prova, comprovação dos requisitos exigidos pelo cargo e a eleição. Todas as etapas foram elaboradas pelo Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente do Distrito Federal (CDCA), órgão vinculado à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus).

Etapas

Com 60 horas de duração distribuídas entre 40 aulas presenciais e 20 aulas a distância, o curso é obrigatório e eliminará os candidatos que não comparecerem a 80% das atividades. O conteúdo abordará aspectos relativos às atividades e funções do conselheiro tutelar.

O candidato deve acessar a plataforma EAD no endereço eletrônico http://escoladeconselhos.sejus.df.gov.br e responder corretamente a 60% das atividades propostas para obter a presença relativa às 20 horas de ensino a distância.

Confira a relação de inscritos para a primeira turma do curso.

Cronograma das turmas  

  • Turma 1: de 11 a 14 de novembro, na Escola Técnica de Ceilândia –EQNN 14 Área Especial S/N, Ceilândia Sul.
  • Turma 2: de 18 a 21 de novembro, no Centro de Convenções Antônio Félix Filho do Complexo Sede da Polícia Rodoviária Federal –SPO Quadra 3 lote 5.
  • Turma 3: de 25 a 28 de novembro, no auditório do Detran/DF – SAM Lote A, Bloco B, Edifício-Sede.
  • Turma 4: de 2 a 5 de dezembro, no auditório da Polícia Civil do Distrito Federal – SPO, Conjunto A, Lote 23, Complexo da PCDF.

Com informações da Sejus


chuva-brasilia.jpg

Ricardo Callado09/11/20193min

Equipes da Novacap, CEB e SLU continuaram trabalhando nessa sexta-feira (8) de desobstrução de bocas de lobo, recolocação de postes e lavagem de paradas de ônibus

Por Hédio Ferreira Júnior 

O Governo do Distrito Federal (GDF), por meio de órgãos e autarquias como a Secretaria de Obras, da Companhia Urbanizadora da Nova capital do Brasil (Novacap), CEB e Serviço de Limpeza Urbana mantém a recuperação de ruas e equipamentos públicos danificados pelas chuvas. No início da manhã de quarta-feira (6), um forte temporal entre 8h e 10h provocou alagamentos, queda de postes e sujeira em todos os cantos do DF.

O resultado positivo das ações preventivas realizadas pela Novacap para o período de chuvas no Distrito Federal pode ser traduzido em números. As equipes de limpeza da empresa retiraram nesta sexta-feira (8) cerca de uma tonelada de lixo na área central da cidade, principalmente na Asa Norte.

A quantidade é bastante inferior se comparado ao que foi recolhido nas ações preventivas de limpeza de bocas de lobo e bueiros, que foi de 5 toneladas/dia.

Seis equipes de drenagem com um total de 47 trabalhadores atuaram na limpeza de lixo em bueiros e bocas de lobo, principalmente sobre as grelhas de proteção. Pequenos reparos em pontos de captação de água pluvial onde houve dano também foram feitos, assim como a limpeza de vias onde havia terra e entulho

Árvores e galhos caídos

Já o Departamento de Parques e Jardins da Novacap fez a remoção de 23 árvores caídas desde quinta-feira, e realizou sete ações de retirada de galhos caídos. Nessa ação foram demandadas 12 equipes com 140 trabalhadores, 36 caminhões carroceria, 12 vans e 5 caminhões Sky.

Na SQN 202, na Asa Norte, a equipe de manutenção da CEB removeu um galho e esticou um cabo transmissor de energia que ligava a iluminação pública da quadra. O abastecimento foi suspenso até a conclusão do serviço, e na sequência retomado.

*Com informações da Novacap


WhatsApp-Image-2019-11-07-at-11.37.10-1200x900.jpeg

Ricardo Callado07/11/20193min

Defesa Civil, Novacap e Bombeiros trabalham na retirada árvores caídas. Detran e DER ameninam transtornos nas vias. População precisa ficar atenta para a instabilidade no tempo

Por REnata Moura e Ian Ferraz

O grande temporal desta quinta-feira (7) atingiu vários pontos do Distrito Federal, causando alguns transtornos aos brasilienses. Os ventos que atingiram, em alguns momentos, mais de 70km/h derrubaram árvores em várias regiões administrativas. Também foi identificado alagamento de vias e corte no fornecimento de energia. Segundo a Defesa Civil, a população deve continuar em alerta pois o tempo deve permanecer instável nos próximos dias.

A CEB informou que houveram descargas atmosféricas vindas da região leste e por volta das 7h50 da manhã, diversas subestações deixaram de funcionar temporariamente. As equipes de operação trabalharam rapidamente na manutenção do sistema e, entre 8h40 e 9h12, as subestações foram religadas.

As subestações atingidas abastecem 187.004 unidades consumidoras, o que representa 17,3% dos clientes da Companhia. Eis as subestações afetadas: SE-VA (Vale do Amanhecer), SE-PL (Planaltina), SE-PD (PAD-DF), SE-SJ (São José), SE-CT (Contagem), SE-SB (Sobradinho), SE-HP (Hípica), SE-06 (Esplanada dos Ministérios), SE-BC (Brasília Centro), SE-ES (Embaixada Sul) e SE-09 (Paranoá).

O fluxo no trânsito também foi comprometido.  O Departamento de Estradas e Rodagem (DER-DF) registrou lentidão em diversas rodovias e alguns acidentes. Os agentes do Detran foram para as ruas atuar no controle de tráfego com destaque para a tesourinha da 209 Norte, e nos semáforos apagados na W3 Sul, altura da CLS 508.

Na 511 Norte (foto acima), após baixar o nível da água da enxurrada, equipes do GDF Presente iniciaram os trabalhos de limpeza do local, com os reeducandos da Funap.

Em Sobradinho II, os serviços de desobstrução de boca de lobo, pequenas intervenções de águas pluviais, limpeza da cidade, retirada de entulhos e podas de árvores surtiram bom efeito. Mesmo com a força e intensidade da tempestade desta quinta-feira (7), os danos foram menores do que imaginávamos, a drenagem da DF 420 surpreendeu.


WhatsApp-Image-2019-11-06-at-20.14.06.jpeg

Ricardo Callado07/11/20195min
Paco conduz reunião para formalizar projeto que viabilizará entrega de áreas para habitação | Foto: Vinícius de Melo / Agência Brasília

Vice-governador Paco Britto recebe, no Buriti, representantes do Fundhis e de federações do setor

Por Lucíola Barbosa

O Governo do Distrito Federal lançou e selecionou o Edital 01/2019 para atender de imediato às 62 associações e cooperativas com empreendimentos, visando à entrega de áreas para habitação de interesse social aos associados do Varjão, de Ceilândia e de Samambaia. Com isso, as entidades poderão, nos próximos meses, dar início às construções habitacionais das famílias contempladas no programa habitacional do DF.

Os próximos passos são a aprovação do projeto, a retirada da licença de construção e a seleção da demanda para que se possa dar início às obras.

As entidades poderão buscar recursos junto à Caixa Econômica Federal (CEF), por meio do programa Minha Casa, Minha Vida (financiamento de moradias em áreas urbanas para famílias de baixa renda), provenientes das parcerias entre o Governo Federal e o GDF.

Trata-se do primeiro governo da história do Distrito Federal que atendeu de imediato às associações com a entrega de habitações, já no primeiro ano de gestão. O ineditismo foi garantido justamente pelo Edital 01/2019, documento sob responsabilidade da Companhia Habitacional do DF (Codhab).

Recanto das Emas

Esse e outros assuntos foram temas da reunião realizada na tarde desta quarta-feira (6), no Palácio do Buriti, entre o vice-governador Paco Britto e representantes do Fundo Distrital de Habitação de Interesse Social (Fundhis) e federações habitacionais. Na oportunidade, Paco Britto disse que irá atender também ao pedido de 24 associações representativas do Recanto das Emas.

O principal objetivo do encontro, com os representantes das 24 associações, foi buscar celeridade na liberação das Análises de Ponto de Função (APFs) – relativas ao contrato da CEF sobre o número de pessoas jurídicas de cada empreendimento – para a contratação das famílias junto à Caixa Econômica Federal.

A finalidade da solicitação é dar início às obras das unidades habitacionais por meio do Minha Casa, Minha Vida (todos os atendidos se enquadram na faixa 1,5 e faixa 2 do programa, ou seja, com rendas mensais brutas respectivas de até R$ 2.600,00 e R$ 4.000,00).

Sob análise

De acordo com o conselheiro do Fundhis, Nilvan Vitorino de Abreu, as demandas relativas aos empreendimentos do Recanto das Emas encontram-se em análise nos correspondentes da CEF – uma extensão do banco para a assinatura dos contratos. “Tudo que o movimento solicitou, para destravar esse projeto, o GDF atendeu”, destacou.

O presidente da Codhab, Wellington Luiz, também presente à reunião, acompanhou todo o processo e foi o responsável por marcar a audiência com Paco Britto.

Com a parte jurídica resolvida, o próximo passo será a construção de 530 casas, nas Quadras 117/118 no Recanto das Emas. As novas unidades servirão a cerca de 530 famílias, considerando-se quatro pessoas, em média, por residência.

“Quero exaltar o trabalho do GDF para destravar o processo e o grande empenho na gestão da Codhab para a habitação das famílias, nos termos da Lei 3877/06”, completou o representante de uma das federações habitacionais presentes à reunião, Hércules Cortes.


saude-cirurgia.jpeg

Ricardo Callado06/11/20193min

Edital de licitação sai publicado no Diário Oficial do Distrito Federal desta quarta-feira

O Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Governo do Distrito Federal (Inas-DF), em parceria com a Secretaria de Estado da Economia (Seec-DF), lança o certame de licitação de contratação de empresa especializada para auxiliar na estruturação, operação e apoio ao plano de saúde dos servidores do Distrito Federal. A novidade foi anunciada pelo governador Ibaneis Rocha em 12 de março, e, segundo ele, o GDF Saúde funcionará em regime de autogestão e será administrado pelo próprio Inas.

A licitação, que será na modalidade Pregão Eletrônico, será por meio do site www.comprasgovernamentais.gov.br. O recebimento das propostas estará disponível após a publicação no Diário Oficial. O edital e seus respectivos modelos, adendos e anexos, bem como as informações quanto a credenciamento, quantidades, prazos, valores estimados e demais condições, estarão disponíveis naquele mesmo sítio eletrônico.

Conforme havia previsto o presidente do Inas, Ricardo Peres, em entrevista à Agência Brasília, “é o ponta pé que precisávamos para viabilizar o plano”. “Se tudo correr bem, até o início de dezembro estaremos assinando o contrato e, em abril, os servidores poderão utilizar os serviços”, vislumbrou o dirigente.

Ricardo Peres disse ainda que a intenção inicial é atender a todos os servidores, efetivos e comissionados, no modelo da autogestão com coparticipação. Os valores, ele garante, serão de 30% a 40% abaixo daqueles atualmente praticados no mercado.

Serviço:

Edital de Pregão Eletrônico Nº 73/2019 – Colic/SCG/Segea/SEEC-DF, para registro de preços, realizado por meio da internet

Entrega da proposta: a partir da publicação no portal www.comprasgovernamentais.gov.br

Data de abertura: 19 de novembro de 2019

Horário: 9h30

Endereço: as propostas serão recebidas exclusivamente por meio eletrônico, no endereço www.comprasgovernamentais.gov.br

* Com informações da Secretaria de Estado da Economia e do Inas-DF


obra-asfalto.jpg

Ricardo Callado05/11/20194min
GDF investiu na renovação da pavimentação asfáltica de pontos de grande fluxo de veículos, como o Eixão. Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasilia

Neste ano, somente o DER aumentou em 200% os trabalhos em pavimentação. A produção de massa asfáltica para operação tapa-buracos nas cidades aumentou em 25%

Por Renata Moura

Os trabalhos de recuperação das vias em todo o Distrito Federal estão a todo o vapor desde o início do ano. Além da operação tapa-buracos em todas as regiões administrativas, o governo investiu pesado na renovação da pavimentação asfáltica de pontos de grande fluxo de veículos como no caso do Setor Policial Sul, avenida principal do Lago Sul e Eixão Sul. Até o mês de outubro, segundo levantamentos da Novacap e do DER-DF, mais de R$ 400 milhões foram investidos no cuidado das vias.

“Estamos trabalhando nisto desde o início do ano, até mesmo para antecipar a temporada das chuvas. É um trabalho de parceria entre a Secretaria de Cidades, as administrações regionais, DER e Novacap”, explica o secretário de Governo, Humberto Pires. Segundo ele, a produção de massa asfáltica destinada apenas à operação tapa-buracos nas cidades subiu mais de 25% nos últimos dez meses. “Em 2019, já registramos 47,6 mil toneladas utilizadas. No mesmo período do ano passado, foram 38 mil toneladas”, explicou.

O diretor-geral do DER-DF, Fauzi Nacfur confirma o ritmo acelerado dos trabalhos usando como base um comparativo dos contratos de aquisição de massa asfáltica. “No ano passado, contratávamos R$ 100 mil por mês de asfalto. Neste ano, nossa média foi de R$ 2 milhões por mês”, detalhou.

Fauzi adiantou, ainda, que o governo prepara a completa restauração do Pistão Sul, em Taguatinga. “Já vamos licitar a obra de alargamento do Pistão, que vai ganhar mais uma faixa ao longo de toda a via”, informa. “Neste ano, fizemos algumas intervenções lá para amenizar o fluxo de veículos, mas a obra de ampliação deve iniciar depois de abril de 2020”, completou.

Malha viária

Diretor de Urbanização da Novacap, Luciano Carvalho destaca que na empresa a ordem é atender à determinação do governador de recuperar toda a malha viária do DF. Segundo ele, na Usina de Asfalto foram investidos neste ano o equivalente a R$ 2,5 milhões por mês de insumos para a produção de massa asfáltica. Valor, que somado aos nove contratos de massa asfáltica, chegaram a mais de R$ 47,5 milhões mensais.

Segundo ele, outras duas obras de recapeamento de regiões com asfalto bem deteriorado já estão licitadas e devem ter início ainda neste ano: no Gama e em Brazlândia. “Em dezembro, devemos iniciar os trabalhos de recuperação de toda a Avenida dos Pioneiros, no Gama. E, ainda nesta semana, vamos iniciar o recapeamento da Avenida ao redor do Lago Veredinha, em Brazlândia”, afirmou.


whatsapp.jpg

Ricardo Callado05/11/20193min

Ceilândia foi a cidade beneficiada com o serviço

Como parte da política de oferecer aos clientes um serviço de excelência, a Caesb ampliou o atendimento via WhatsApp a partir de 1º de novembro. Desta vez, a cidade beneficiada foi Ceilândia. O número é (61) 98480-5115.

O serviço foi lançado no dia 1º de outubro deste ano nas cidades de Samambaia e Planaltina. Samambaia possui 55.345 ligações ativas e Planaltina 50.443. Em 25 dias de atendimento, 1.661 mensagens foram recebidas, gerando 47 ordens de serviço (OS). Isso porque grande parte das demandas foram resolvidas sem a necessidade de geração de OS.

O Escritório da Ceilândia atende as regiões administrativas de Ceilândia e Sol Nascente/ Pôr do Sol. Ceilândia possui 76.811 ligações ativas que abastecem 120.571 unidades de consumo, número que corresponde a cerca de 12% das ligações da Caesb. Já a Região Administrativa do Sol Nascente/ Pôr do Sol possui 22.283 ligações ativas que abastecem 26.064 unidades de consumo, número que representa 3,5% das ligações da Companhia.

As duas RA’s juntas, Ceilândia e Sol Nascente/Pôr do Sol, respondem por 9% do faturamento e arrecadação da Caesb. No primeiro semestre de 2019, a Caesb recebeu 28.137 solicitações de serviços referentes às duas RAs, o que resulta em uma média mensal de 4.689 pedidos. Somente no Escritório Regional da Ceilândia e no Posto do Na Hora daquela cidade, foram registradas 8.783 ordens de serviço, o que corresponde a uma média mensal de 1.463.

Os serviços mais solicitados nas duas RAs são vistoria e execução de desmembramento, revisão de dados cadastrais, corte a pedido do cliente, religação e conserto de cavalete. Essas demandas somadas correspondem a 50% de todos os serviços solicitados.

A gerente de Procedimentos, Controle e Informações Comerciais da Caesb, Drielle da Silva, explica que a implantação do projeto piloto de uso do WhatsApp faz parte da busca permanente da Caesb em melhorar o atendimento ao cliente e atender as demandas no menor tempo possível. “Após a implantação do WhatsApp em Planaltina e Samambaia, recebemos diversas mensagens de elogio pelo serviço, principalmente com relação à economia de tempo”, comemora a gerente.


FOTO-BRENO-ESAKI-SAÚDE-DF-2-1200x900.jpg

Ricardo Callado05/11/20196min

Primeiro dia da medida registrou números significativos. Confira o balanço

A população do Distrito Federal recebeu com entusiasmo a ampliação do horário de atendimento para até as 22h nas 19 unidades básicas de saúde (UBS) da rede pública. Garantir uma oferta maior dos serviços é o objetivo da medida, que se expandiu, a partir da última sexta-feira (1° de novembro), nas unidades onde foi implementada.

“O foco é atender à população que trabalha o dia inteiro e não tem tempo para se consultar. Além disso, o atendimento não é centrado na figura do médico. São oferecidos vários serviços, como vacinas, farmácia, grupos para pacientes crônicos, agendamento de consultas, inclusive para o esposo que deseja acompanhar a mulher gestante no pré-natal”, detalhou a secretária-adjunta de Assistência à Saúde, Lucilene Florêncio.

A ação começou a funcionar de forma experimental na UBS 5 de Taguatinga, em 21 de outubro. Desde então, 90 atendimentos foram feitos no período noturno da unidade. A procura revelou que essas horas a mais têm preenchido uma lacuna em relação aos serviços de saúde.

“Estive lá e vi como a população está satisfeita com a ampliação do horário na UBS. É um acesso que permite muitos benefícios, como uma oferta de serviços para mais pessoas que não tinham acesso antes”, afirmou o superintendente da Região de Saúde Sudoeste, Luciano Agrizzi.

Números

Nas demais unidades foram registrados números significativos em apenas um dia de horário ampliado. Exemplos disso ocorreram na Região de Saúde Leste.

Na UBS 1 do Paranoá, a sexta à noite registrou 21 atendimentos agendados, 19 por demanda espontânea e quatro medicações entregues pela farmácia. Na UBS 1 do Itapoã, foram 15 acolhimentos e 13 atendimentos, enquanto na UBS 1 de São Sebastião foram realizados dez atendimentos.

“Nas três regiões administrativas, esse horário foi importante, porque atendeu o público que não conseguia ir mais cedo às UBS. A quantidade superou nossas expectativas. No primeiro dia, contamos com o suporte na divulgação feita pelas administrações regionais para informar à população”, afirmou a superintendente da Região de Saúde Leste, Raquel Beviláqua.

Outros locais que registraram um número significativo de atendimentos, apenas no primeiro dia de adoção da medida, incluem a UBS 1 da Estrutural, com 11 agendamentos e cinco demandas espontâneas. Já a UBS 1 de Santa Maria registrou 12 atendimentos programados e cinco demandas espontâneas.

Atendimento

Os servidores que atuam nas UBS com horário ampliado são distribuídos nos três turnos – manhã, tarde e noite. Tanto médicos quanto enfermeiros, técnicos de enfermagem e demais profissionais da rede pública têm trabalhado para executar os serviços no período noturno.

As unidades, no entanto, não atendem aos casos de urgência e emergência. Eles devem ser direcionados às unidades de pronto atendimento (UPA) e pronto-socorro hospitalar.

Há, ainda, um projeto da Coordenação da Atenção Primária (Coaps) para realizar acolhimento único em cada UBS. Neste caso haverá profissionais para fazer a escuta qualificada e dar os direcionamentos necessários, liberando o pessoal de cada equipe de Estratégia Saúde da Família (ESF) para atender às consultas agendadas, aos pacientes crônicos e à demanda espontânea.

Organização

A iniciativa da Secretaria de Saúde pretende organizar o processo de trabalho dentro das equipes de ESF. A ideia é chegar a uma resolutividade maior, de 85% a 90% dos casos, para que somente os mais graves cheguem às emergências dos hospitais.

Ampliar o horário de funcionamentos nas unidades básicas é uma ação prevista pelo programa Saúde na Hora, do Ministério da Saúde, regido pela Portaria 930, de 15 de maio de 2019.

O Governo do Distrito Federal (GDF) assinou um termo de compromisso com o Ministério da Saúde para aderir ao programa, assumindo metas e indicadores a serem alcançados. A medida, incentivada pela Secretaria de Saúde, pretende ampliar a disponibilidade dos serviços em horários compatíveis aos dos trabalhadores, conferindo maior resolutividade à Atenção Primária.

 



Sobre o Blog

Com 15 de existência, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Social LikeBox & Feed plugin Powered By Weblizar



Parcerias