Categoria: Brasília
Os novos equipamentos vão ampliar a capacidade de exames e garantir resultados mais precisos | Foto: Divulgação / SES

aeroporto-brasilia.jpg

Callado1 de abril de 20203min

Movimentação média, de 380 voos diários, caiu para 21

O movimento de aeronaves no Aeroporto Internacional de Brasília diminuiu em mais de 90%, devido às medidas de restrição de locomoção e viagens em função do novo coronavírus (covid-19). De acordo com a Inframerica, operadora do aeroporto, a movimentação média, de 380 voos diários, caiu para 21 agora no início de abril.

Terceiro maior aeroporto do país em movimentação de passageiros, o terminal tem capacidade operacional de um voo a cada 56 segundos. Segundo a empresa, os voos remanescentes envolvem apenas trechos domésticos.

“Desde o dia 25 de março, os voos internacionais regulares no terminal brasiliense foram completamente suspensos. Não há previsão para a retomada dos demais voos”, informou a Inframerica.

Normalmente, saem do Aeroporto de Brasília voos para 43 destinos domésticos e nove internacionais. Ele agora opera apenas para 16 destinos nas regiões Sudeste, Nordeste e Norte.

Com a queda na demanda, foi fechada uma das salas de embarque onde ficavam 14 portões. Na nota enviada à Agência Brasil, a empresa informa que está estudando o fechamento de outros portões e a suspensão das operações de uma das pistas de pouso de decolagens, com o objetivo de otimizar o uso da infraestrutura durante o período de pandemia, bem como de mitigar os efeitos econômicos decorrentes do covid-19.

“Com isso, muitas lojas do terminal brasiliense encontram-se fechadas temporariamente, mas ainda é possível encontrar serviços essenciais como farmácia e lanchonetes, principalmente nas salas de embarque”, informou a empresa.

Segundo a Inframerica, alguns cuidados têm sido adotados para evitar a contaminação pelo vírus. Entre elas o uso de máscaras e luvas por funcionários do atendimento, e a adoção do regime home office para parte dos colaboradores. Além disso foi disponibilizado álcool gel nas áreas de circulação de trabalhadores, e foi intensificada a higienização de balcões de check-in, corrimãos, escadas e esteiras rolantes e totens de autoatendimento.


licencimento-detran-1.jpg

Callado1 de abril de 20205min

Condutores podem utilizar a versão eletrônica ou a impressa do documento do veículo nas vias do Brasil

A partir desta quarta-feira (1/4), o Departamento de Trânsito (Detran-DF) disponibiliza a proprietários de veículos registrados no DF o serviço online de impressão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo em meio eletrônico (CRLV-e). Além de melhorar o acesso do condutor ao documento, a medida acaba por contribuir com a campanha permanente do GDF contra a disseminação do coronavírus.

De acordo com a Deliberação 180 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), para a circulação de veículos no território nacional os condutores podem portar o CRLV-e, em meio digital ou impresso. A emissão do CRLV-e pode ser realizada após a quitação de todos os débitos do veículo, como IPVA, Seguro Obrigatório, Taxa de Licenciamento e multas vencidas.

Para obter o documento, o proprietário pode acessar o Portal de Atendimento ao Cidadão do Detran-DF. A impressão do CRLV-e pode ser realizada em papel comum, devendo ser legível, o que possibilitará aos agentes de fiscalização de trânsito a leitura do código de barras bidimensionais dinâmico (Quick Response Code – QRCode), que consta no documento. Para transitar com o veículo em outro país, o condutor deverá portar obrigatoriamente a versão impressa do CRLV-e.

Segundo a Deliberação 180 do Contran, até 30 de junho, todos os Departamentos de Trânsito do Brasil deverão implantar a expedição do CRLV-e. Segundo o diretor-geral do Detran-DF, Zélio Maia, a antecipação da medida no DF visa facilitar o atendimento ao usuário.

“O nosso objetivo é melhorar o atendimento ao cidadão, possibilitando mais agilidade e comodidade aos proprietários que querem emitir o documento do veículo”, ressalta o diretor.

Detran-DF nas redes sociais

Onibus-passe-livre.jpg

Callado1 de abril de 20202min

Não é necessário se deslocar aos postos de recarga ou autoatendimento dos bancos para realizar saques para a compra de créditos do cartão

A Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) e o Banco de Brasília (BRB) recomendam e incentivam os usuários do Sistema de Transporte Público Coletivo do Distrito Federal (STPC-DF) a realização de recarga do cartão Mobilidade – Bilhete Único – por meio digital como prevenção à contaminação pelo COVID‐19.

A recarga online pode ser realizada por meio do aplicativo BRB Mobilidade ou do site https://mobilidade.brb.com.br/tdmaxwebcommerce.

Com o aplicativo é possível realizar recargas, consultar saldos ou extratos de utilização do cartão.

Aos usuários que optarem pela recarga online, é necessário o planejamento antecipado dessa recarga para evitar transtornos, tendo em vista que o prazo para disponibilização do crédito é de aproximadamente 72 horas úteis, devido à liquidação do boleto e atualização da informação no sistema de transporte.

Outras informações também podem ser obtidas por meio da Central de Atendimento do Banco pelo telefone 3120-9500.


leitos-hospital.jpg

Callado1 de abril de 20204min

Os recursos, que podem aumentar conforme demanda, são para leitos adulto, pediátrico e neonatal. Outros 200 de retaguarda serão postos à disposição da população no Estádio Mané Garrincha

A convocação para os interessados apresentarem suas propostas foi divulgada na edição desta quarta-feira (1°) do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). A contratação dos leitos com o setor privado será anual, via credenciamento, com a possibilidade de ser prorrogada. O edital possibilita ainda que qualquer instituição privada capacitada possa participar da convocação.

“O objetivo é termos mais leitos de UTI disponíveis, para atender à população em caso de maior necessidade. O credenciamento está aberto e qualquer instituição privada competente que deseje se credenciar poderá participar”, afirmou o secretário de Saúde, Francisco Araújo.

O secretário-adjunto de Gestão em Saúde, Eduardo Pojo, diz que a execução se dará conforme a demanda. “Inicialmente, serão 40 leitos, mas isso pode aumentar com o tempo, com mais recursos sendo investidos. Estamos nos preparando para o enfrentamento ao Covid-19 e nossos esforços serão para a absorção máxima da capacidade da rede”, informou.

O edital de credenciamento está disponível na Gerência de Aquisições Especiais da Secretaria de Saúde. Também pode ser solicitado pelo e-mail inexigibilidade.sesdf@gmail.com.

Suporte respiratório

A rede pública de saúde do DF conta, atualmente, com 500 leitos de UTI. No cenário de pandemia do coronavírus, estão disponíveis 50 leitos para pacientes com Covid-19, sendo 10 pediátricos no Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB).

Nos próximos dias, serão disponibilizados mais 10 leitos em hospitais privados, já com suporte respiratório. No Hospital da Polícia Militar também vão ser oferecidos 80 leitos, outros 70 no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e mais 30 no Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF).

No Hospital Regional da Asa Norte (Hran), outros 10 leitos foram habilitados pelo Ministério da Saúde e serão utilizados para atender pacientes com a Covid 19. Ainda como suporte aos afetados pelo coronavírus, está em andamento a compra de 300 ventiladores pulmonares para os principais hospitais públicos do DF.

Além disso, 200 leitos de retaguarda serão disponibilizados pela Secretaria de Saúde no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Eles serão voltados aos pacientes que receberam alta das UTIs mas ainda estão em recuperação e não podem voltar para casa. A previsão inicial é que parte desses leitos esteja disponível à população nos próximos 15 dias.


GDF_Coronavirus_BlogDoCallado_300x600.gif

Callado1 de abril de 20205min

Líderes religiosos apresentam propostas ao GDF para aliviar crise no segmento

Por Lúcio Flávio – Um pacto entre o GDF e as igrejas foi a proposta apresentada por lideranças religiosas em tempos de pandemia mundial ao governador Ibaneis Rocha. O encontro, realizado nesta terça (31), no Salão Branco do Palácio do Buriti, contou com a presença de 25 representantes do segmento – entre eles, parlamentares da esfera local e federal – e mediação do chefe da Unidade de Assuntos Religiosos (Unar) e mentor do debate, Kildare Meira.

A meta central do debate foi buscar soluções paliativas para amenizar os impactos financeiros que recaem sobre a categoria, em face das medidas adotadas pelo Decreto n° 40.539, publicado no 19 deste mês, que recomendou o fechamento de “cultos e missas de qualquer credo ou religião”. As medidas propostas serão encaminhadas para avaliação do chefe do Executivo.

“A coragem desse encontro em tempo de quarentena é motivada por decisão política do Governo Ibaneis de sempre ouvir todos os segmentos da sociedade, e a classe religiosa não poderia ficar de fora”, observou o gestor da Unar. “Construímos um documento que vai servir de bússola para as medidas que serão tomadas pelo nosso governo no sentido de socorrer os templos contra os efeitos financeiros que eles terão que suportar.”

Propostas diversificaas

Entre as sugestões apresentadas por líderes de entidades cristãs, espíritas e de matriz africana, estão ajustes nos campos financeiro – como a prorrogação por seis meses da data de vencimento de conta de água, esgoto e energia elétrica – e social, além da proposta de permissão do funcionamento de 25% de capacidade máxima nos templos evangélicos e outros espaços do gênero para cultos ou celebrações. Alguns pontos levantados pelos presentes dividiram opiniões.

“Temos que estar atentos à realidade da situação, preocupados com os idosos, enfim”, destacou Kildare. “Particularmente sou contra essa solicitação [de manter os espaços para cultos em funcionamento], mas isso não impede de as igrejas continuarem os trabalhos e se colocarem à disposição do governo com ações sociais, na distribuição de alimentos, realização de cultos on-line”, concordou o deputado distrital Bispo Renato Andrade, secretário de Articulações Políticas do GDF na Câmara Legislativa.

Crédito e ajuda

Outras solicitações apresentadas durante o encontro foram a abertura de crédito especial junto ao BRB com prazo de seis meses para entidades que se encontram em dificuldades financeiras diante da atual situação e fornecimento de cestas básicas e itens de prevenção contra a Covid-19, como luvas, máscaras e álcool em gel.

Já Adna Santos, a Mãe Baiana, líder das Comunidades Tradicionais de Matriz Africana e Terreiros, declarou: “O sistema de terreiros é bem diferente, peculiar, as pessoas estão tão carentes, e os membros locais têm dificuldade de colaborar com R$ 20 mensais, que seja, para ajudar no que for à comunidade. Contamos com a ajuda de serviços, como bazar de roupas e doações de alimentos”.

Acredita-se que aproximadamente 80% da população do Distrito Federal está ligada, de uma maneira ou de outra, ao segmento religioso de qualquer natureza.


obras-GDF.jpeg

Callado1 de abril de 20203min
Boas condições do clima permitiram que a obra fosse executada com rapidez | Foto: Novacap / Divulgação

Buraco surgiu no asfalto após dano a uma manilha na quadra 613/615 da cidade. Reparo deve ser concluído nesta quarta-feira (1º)

Por Jéssica Antunes

O GDF trabalha para recuperar a rede de águas pluviais rompida na 613/615 de Samambaia. Ali, parte do asfalto cedeu, expondo um buraco de cerca de dois metros de profundidade. O local foi contido e sinalizado imediatamente e, nesta terça-feira (31), equipes de urbanização, infraestrutura, manutenção e drenagem da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) fizeram o reparo.

A resposta rápida ao problema faz parte do programa GDF Presente, que descentralizou maquinário para ações emergenciais pela capital, em parceria com a Administração Regional de Samambaia.

Nesta terça, a terra úmida foi substituída e o asfalto refeito, mas a manilha não precisou de substituição por estar em boas condições externas. O reforço na parte interna, por dentro do cano, será feito nesta quarta-feira (1º).

“Quando há rompimento de manilha da rede, a água infiltra a base do asfalto e a terra vai cedendo, até formar um buraco oco sob o asfalto. Quando passa um veículo mais pesado, o pavimento rompe”, explica o assessor da Diretoria de Urbanização da Novacap, Abrão Moreira.

Foi exatamente o que aconteceu: por volta das 15h30 de segunda-feira (30), um caminhão de lixo que transitava pelo local expôs o problema.

Não houve danos à população ou prejuízo no sistema de drenagem pluvial. Segundo o administrador regional Gustavo Aires, o isolamento imediato do local foi necessário para evitar acidentes.

“O local fica na avenida principal, com bastante movimento, porque dá acesso às quadras residenciais e ao comércio. À noite, o risco era grande”, explicou.


sejus-curso-on-online-1280x871.png

Callado1 de abril de 20204min

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) lançou nesta quarta-feira (01/4) a Escola Sejus para oferecer à população oficinas e cursos on-line gratuitos neste período de isolamento social para evitar a disseminação do novo coronavírus (COVID-19). Qualquer cidadão pode utilizar a plataforma, no endereço: http://escola.sejus.df.gov.br/. Já estão disponíveis curso de Libras, dicas de atividade física em casa e palestras motivacionais. Nos próximos dias, serão publicados novos conteúdos. “Com essa iniciativa, esperamos contribuir para que as pessoas utilizem o tempo em casa para adquirir novos conhecimentos e até opções de entretenimento” , explicou a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani.

Apesar de estar disponível a todos os cidadãos, a ação foi desenvolvida como uma alternativa, principalmente, para os participantes das atividades presenciais oferecidas nos espaços coordenados pela Sejus, como os Centros de Artes e Esportes Unificados (CEU das Artes) e Praça dos Direitos, e pelo programa destinados às vítimas de violência (Pró-Vítima). Essas oficinas estão suspensas temporariamente em razão da pandemia do coronavírus.

Os primeiros materiais publicados no novo site foram gravados e enviados por professores voluntários que já lecionam presencialmente nos espaços coordenados pela Sejus. No entanto, segundo Marcela Passamani, o site será alimentado por qualquer professor voluntário com interesse em gravar e enviar suas aulas em formato digital. Em contrapartida, a Sejus oferecerá a edição e publicação dos vídeos. “É uma ferramenta colaborativa em que promovemos o encontro virtual entre voluntários que desejam passar seu conhecimento e as pessoas que buscam por novas opções de aprendizado nesse momento de maior reclusão”, acrescentou.

Voluntários

Se você tem interesse em participar como professor voluntário, envie uma proposta do curso ou oficina que poderia oferecer para o e-mail escolasejusonline@gmail.com

Acesse agora http://escola.sejus.df.gov.br/


9DA783D9-7EFF-4F96-813D-691CAD475D50.jpeg

Callado31 de março de 20208min
Equipe é formada por 150 pessoas e conta com cinco máquinas pesadas, 20 caminhões e 20 veículos leves | Foto: Lúcio Bernardo Jr. / Agência Brasília

Programa teve início nesta terça-feira (31), em Ceilândia. Equipe formada por 150 profissionais fez a limpeza de endereços públicos com grande circulação de pessoas

Por Ian Ferraz

FIQUE EM CASAA higienização de espaços públicos é prioridade do Governo do Distrito Federal (GDF) no combate à pandemia provocada pelo coronavírus (causador da Covid-19) e doenças causadas por arboviroses, como a dengue, zika, febre amarela e febre chikungunya. Em mais uma ação integrada, o governo lançou nesta terça-feira (31) o programa Sanear/DF, com as medidas necessárias para reduzir o impacto causado por essas enfermidades.

O Sanear/DF deu a largada em Ceilândia com uma equipe formada por 150 pessoas, cinco máquinas pesadas, 20 caminhões e 20 veículos leves. Esse grupo de trabalho – formado por servidores de empresas e secretarias do GDF, com apoio do programa GDF Presente – retirou lixo, entulho e sucata das ruas, lavou e higienizou feiras, escolas, terminais rodoviários, paradas de ônibus, estações de metrô, unidades de saúde, praças e demais áreas de grande circulação de pessoas.

Foram limpos e vistoriados locais como as feiras Central e da Guariroba, as estações de metrô da cidade, o Hospital Regional de Ceilândia, escolas públicas e quadras. A lista completa você confere ao final desta reportagem.

Para esse serviço, os profissionais utilizaram produtos como o fumacê, variações do Ultra Baixo Volume (UBV) e água. A borrifação desses materiais tem o objetivo de eliminar vetores do mosquito causador da dengue, o Aedes aegypti. Também previne e combate escorpiões, além de afastar pombos.

Eles foram aplicados nos endereços públicos listados pela administração regional e vistoriados por militares do Corpo de Bombeiros e agentes de Vigilância Ambiental e da Secretaria de Saúde. Ainda foram removidos entulhos e inservíveis de áreas públicas utilizadas para o transbordo irregular de materiais.

“Esse programa é fundamental para acelerar o combate ao coronavírus e outras arboviroses, como o mosquito transmissor da dengue. Nós estamos focando em locais com grande circulação de pessoas e iniciamos em Ceilândia por ser a maior cidade do Distrito Federal”, explica Fernando Leite, titular da Secretaria Executiva das Cidades, órgão que pertence à Secretaria de Governo.

Após a conclusão dos trabalhos em Ceilândia, o programa vai passar pelas demais regiões administrativas. A previsão é de que o serviço seja finalizado, em todo o DF, nos próximos 60 dias.

Sanear/DF

O programa foi proposto pela Secretaria Executiva das Cidades e pela Diretoria de Vigilância Ambiental em Saúde (Dival) em virtude do Decreto nº 40.550, de 23 de março de 2020, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do novo coronavírus.

Estão juntos nesse projeto as administrações regionais do DF, as secretarias de Comunicação, Transporte e Mobilidade, Segurança Pública, Políticas Públicas, Educação, DF Legal, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU), o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), o Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER/DF) e a Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb).

Locais higienizados em Ceilândia: 

– Feira Central de Ceilândia
– Shopping Popular de Ceilândia
– UPA de Ceilândia
– Hospital Regional de Ceilândia
– Feira da Guariroba
– Diretoria de Obras da Administração Regional de Ceilândia
– Estação do metrô da Guariroba
– Estação do metrô de Ceilândia
– Estação do metrô de Ceilândia Norte
– Terminal Rodoviário do Setor O
– Terminal Rodoviário da QNR
– Terminal Rodoviário do P Sul
– Restaurante Comunitário de Ceilândia
– Regional de ensino de Ceilândia
– Delegacias de Polícia
– Escolas públicas
– Avenida Hélio Prates
– QNM 33 Área Especial Ceilândia Sul
– QNM 15 Área Especial Ceilândia Sul
– QNN 12 Área Especial Ceilândia Sul
– QNM 28 Área Especial Ceilândia Norte
– QNM 16 Área Especial Ceilândia Norte
– QNN 11 Área Especial Ceilândia Norte
– QNN 13 Área Especial Ceilândia Norte
– QNO 10 Área Especial Setor O
– QNO 08 Área Especial Setor de Oficinas
– Via NM 03 em frente a QNN 09 Ceilândia Norte
– Via O1 lateral da Caesb Setor O
– ADE Ceilândia em frente a QI 20


hospital-de-base-desinfecção.jpeg

Callado31 de março de 20203min
Dez militares do 16º Batalhão Logístico do Exército Brasileiro se envolveram na força-tarefa de limpeza | Fotos: Davidyson Damasceno / Iges-DF

Ação teve como objetivo limpar a área externa para eliminar possíveis contaminações pelo vírus

FIQUE EM CASAEm uma atuação conjunta com o Exército Brasileiro, o Hospital de Base passou por uma desinfecção da área externa e interna de grande circulação do Pronto Socorro para prevenir possíveis contágios por Covid-19, já que a unidade está recebendo pacientes com o diagnóstico da doença.

A ação, promovida na manhã desta terça-feira (31), durou aproximadamente um hora. Ao todo, 10 militares do 16º Batalhão Logístico do Exército Brasileiro promoveram a atividade e, além disso, ensinaram equipes do Hospital de Base a como fazer desinfecções do tipo.

“Esse trabalho é fundamental e extremamente necessário para ajudar a mitigar possíveis contágios da Covid-19. Ressaltamos que o Hospital de Base já estava tomando providências diárias para reforçar a segurança dos profissionais, pacientes e acompanhantes”, disse o superintendente de Apoio Operacional do Hospital de Base, Mauro Faturetto.

Ele acrescenta que, além da limpeza feita mais frequentemente e da capacitação das equipes, a segurança da unidade está monitorando o trânsito de pessoas para que não transitem em locais desnecessários ou proibidos.

O oficial de Comunicação Social do Comando Conjunto Planalto, coronel Boa Ventura, ressaltou que o propósito da desinfecção é apoiar os órgãos de saúde. “A atuação integrada visa a atuar em proveito da população, permitindo a preservação da saúde pública. Queremos evitar a disseminação do coronavírus”, ressaltou o militar, ao informar que o produto empregado na desinfecção tem como base o cloro.

O coronel lembrou ainda que a força-tarefa dá continuidade à atividade de desinfecção já realizada na Rodoviária do Plano Piloto, na Estação Central do Metrô e no Hospital Regional da Asa Norte (Hran).


mane-1.jpg

Callado31 de março de 20205min

Serão 200 leitos, dentro do Mané Garrincha, de retaguarda para pacientes que venham a contrair e desenvolver sintomas graves da Covid-19

FIQUE EM CASA“Tenho muito orgulho em saber que o meu trabalho está colaborando com uma ação de extrema importância para salvar vidas”. O depoimento é de Michel dos Santos. Enquanto a população está recolhida em casa, por recomendação das autoridades de Saúde para conter o avanço da disseminação do novo coronavírus, o colaborador terceirizado da Terracap faz parte do grupo que une forças no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha na construção de 200 leitos de retaguarda, numa área de 6 mil metros quadrados, para atender pacientes que venham a contrair e desenvolver sintomas graves da Covid-19. Segundo a Secretaria de Saúde, a medida se torna necessária para resguardar o atendimento dos pacientes em remissão, ou seja, que já tiveram alta dos leitos com suporte respiratório nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), mas ainda estão em recuperação e não podem voltar para casa. A pasta estima que a taxa de permanência dos pacientes nos leitos instalados no estádio chegue a até 14 dias, a depender da situação clínica de cada pessoa. Serviços como retirada de forros, pintura, passagem de tubos e equipamentos, lixamento de paredes, instalação de tela de proteção e segurança nas cadeiras, entre outros serviços necessários para a montagem da estrutura, estão sendo realizados pela equipe da Terracap. “A Terracap está presente nessa missão essencial que é a implantação do hospital no estádio. É gratificante verificar o quanto é importante o trabalho de todos, dos voluntários, dos órgãos de Governo. Todos no mesmo objetivo”, afirmou o presidente da Terracap, Izídio Santos, também presente no Mané Garrincha hoje pela manhã. Infraestrutura De acordo com a Secretaria de Saúde, até a próxima semana, será iniciada a compartimentação dos ambientes, montando uma configuração padrão para os leitos. Diferente das demais unidades da Federação, eles não serão instalados no gramado do estádio, mas no primeiro andar do Mané Garrincha, que possui uma estrutura mais adequada. Ainda assim, o espaço vai passar por uma reestruturação para atender critérios hospitalares, com mudanças na rede elétrica, higienização do ar-condicionado e instalação de dispositivos para álcool em gel e equipamentos médicos. A ideia é revitalizar a estrutura para melhorar as condições físicas, sanitárias e de segurança aos pacientes. “Estamos trabalhando à frente e nos preparando para o futuro. Não vamos esperar o problema começar para resolver. Caso a situação piore, aqui será a retaguarda. Nos organizamos construindo essa estrutura, e na medida que for preciso, os leitos serão colocados à disposição da população. O sistema de saúde está preparado para defender e proteger as pessoas”, garantiu o secretário de Saúde, Francisco Araújo.


Sobre o Blog

Com 16 de existência, o Blog do Callado é o 1º Blog Político de Brasília, um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


ricardocallado@gmail.com

55 61 98417 3487


Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial