18/04/2019 Brasília - DF 24°C

Arquivos Brasília - Blog do Callado

loja_atualconceitox.jpg

Ricardo Callado18/04/20198min

Previsão é inaugurar 11 pontos de vendas na região, sendo três destes em Brasília, até o final de 2019 

Pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Franquias (ABF), com o balanço do setor em 2018, aponta otimismo acerca da economia do país. Os dados mostram crescimento de 5,2% do total de unidades em relação ao ano anterior, com o saldo de 7.570 novas operações, totalizando 153.704 unidades de franquias ativas. Diante deste cenário, acredita-se que o ritmo prossiga ao longo de 2019, com novos investimentos em expansão, modernização e otimização por parte das grandes redes. O Bob’s, primeira rede de fast food do Brasil, é um exemplo disso.

Com 67 anos de história e atuação em todo o território brasileiro, a rede se prepara para ampliar investimentos e abrir novos pontos de vendas.  “Estamos confiantes neste novo momento da economia. Voltamos a investir em expansão, tanto nas capitais quanto no interior do país”, declara Marcelo Tristão, diretor de Desenvolvimento do Bob´s, que, apesar de reconhecer o momento como desafiador, acredita ser possível criar novas oportunidades. “Conhecemos muito bem nosso mercado e nosso modelo de negócio, e sabemos como atuar em momentos assim, sempre nos adaptando para aproveitarmos as melhores oportunidades”, afirma.

Em seu favor, a rede usará a capilaridade característica do Brasil para expandir a marca em diversos municípios onde a demanda de alimentação fora do lar é crescente e para consolida-la em mercados onde já está estabelecida. “Nosso objetivo é crescer através do modelo de drive thru, ocupar espaços nos novos shoppings centers e aproveitar o potencial da região para vender linha de gelados. Com isso, a previsão é inaugurar 11 pontos de venda até o final do ano”, afirma Tristão. Entre estes, uma loja em Barra do Garça, no Mato Grosso; e outra em Aparecida de Goiânia, em Goiás.

O investimento previsto gira em torno de R$ 7 milhões para novas unidades. Os planos incluem ainda reformas visando à padronização de todas as lojas para o novo conceito – com design contemporâneo, autoatendimento, autosserviço de bebidas, personalização de produtos, molho à vontade e sanduíches em tamanhos P, M e G –, com investimentos por volta de R$ 2,5 milhões.

Roadshow em Brasília

Para dar continuidade ao plano de expansão no país, o Bob’s realizará um roadshow em Brasília na quarta-feira, dia 24 de abril, das 9h às 20h, no hotel Fusion Hplus Express+. O evento tem como objetivo atender os empresários locais e pessoas interessadas em abrir uma franquia Bob’s. Para participar, é necessário agendar uma reunião com os representantes da empresa, através do e-mail anita.cid@bffc.com.br, dentro da faixa de horário.

O encontro irá mostrar os diversos tipos de loja da rede, assim como toda a tecnologia que beneficia tanto o consumidor, quanto o franqueado. O foco de crescimento do Bob’s inclui capitais e cidades do interior, tendo como limite um mínimo de 100 mil habitantes. Essa medida é possível devido ao portfólio completo oferecido pela rede, com opções como restaurantes de rua, shopping e drive thru, entre outros, para atender aos diferentes perfis de consumidores e empreendedores. As oportunidades de negócios vão de R$ 780 mil a R$ 1,5 milhão, dependendo do ponto escolhido e do tamanho da loja.

Brasília conta atualmente com 18 unidades e o Bob’s tem como meta abrir mais três até o final de 2019.

************

Roadshow Bob’s 

Data e horário: 24/04, das 9h às 20h

Local: Hotel Fusion Hplus Express+ – Quadra 01, Bloco D, área especial A, SHN – Asa Norte, Brasília – DF

Inscrições podem ser feitas no contatoanita.cid@bffc.com.br

************

Franquias – Atualmente, são 370 franqueados, com uma média superior a três pontos de venda cada. Para se tornar um destes, é necessário se cadastrar em www.bobs.com.br/seja-nosso-franqueado.

A rede permite os seguintes formatos de operações e respectivos investimentos:

  • Loja de rua: a partir de R$ 800.000,00
  • Praça de Alimentação (Shopping, mall, galeria): a partir de R$750.000,00
  • Drive Thru: R$1.400.000,00
  • Lojas de posto de gasolina e conveniência: R$750.000,00

Sobre o Bob´s – O Bob’s, empresa genuinamente brasileira, com 67 anos de mercado, foi a primeira rede de fast food do Brasil. O norte-americano Robert Falkenburg trouxe dos Estados Unidos os conceitos mais modernos e inovadores do fast food, aos quais integrou o sabor do tempero brasileiro. A primeira loja foi inaugurada no burburinho de Copacabana em 1952 e rapidamente lançou moda, virando mania entre os cariocas e todos os brasileiros. Em 1984, foi iniciado o sistema de franquia.


Flávio-Resende-2019.png

Ricardo Callado17/04/20194min

Flávio Resende e Ciro Daniel são os convidados desta edição do evento realizado pela Alma Consultoria, no Brasília Shopping

O projeto Cotidiano Criativo, promovido da Alma Consultoria, traz, no próximo dia 24 de abril (quarta-feira), para Brasília, uma edição especial gratuita, com o tema “Liderança”. Entre os convidados para ministrar palestras estão o jornalista e coach ontológico Flávio Resende; e o master coach Ciro Daniel, que falarão, na mesma noite, respectivamente, sobre “Liderança com Propósito” e “Liderar sem ego é liderar com a alma”.

Com capacidade limitada a cem lugares, o evento acontece no Teatro do Brasília Shopping e tem como público empreendedores, estudantes e pessoas interessadas em autoconhecimento.

Flávio Resende tem 41 anos, é brasiliense, espírita, filho de pioneiros, jornalista, empresário da área de Comunicação, ator, coach ontológico e está na fila de adoção há quase dois anos. Ama escrever, ler, ir ao cinema e ao teatro, além de viajar. É vidrado em design, moda, decoração, plantas e, como um bom libriano, tem um olhar estético bastante apurado. Sua melhor definição vem dele mesmo: “aprendiz das coisas do sentir e de tudo mais que couber nesta vida”.

Liderança com propósito

Usar o espirito de liderança para edificar os nossos sonhos é um caminho possível, escolhido por muita gente. Ao completar 40 anos, Flávio Resende descobriu que podia ir além. Que é possível liderar com mais sentido, inspirando as pessoas, quando se tem um propósito claro para si e para o outro. Sobretudo, quando ele é coerente com o que falamos, fazemos e sentimos.

Especialista em Aprendizagem Lúdica, Ciro Daniel é Master Trainer, com foco em lideranças e equipes de Alta Performance. Como palestrante, possui 20 anos de experiência em temas nas áreas de Liderança, Comportamento, Comunicação e Relacionamento Interpessoal, e hoje atua também formando novos palestrantes.

É facilitador na metodologia Lego Serious Play, além de mágico profissional, Game Thinker e especialista em diversas ferramentas lúdicas com foco em educação corporativa. Também é analista comportamental DISC, instrutor master e treinador comportamental.

 “Liderar sem ego é liderar com alma” – Sua palestra busca inspirar a reflexão do público acerca do quanto o ego influencia o espírito empreendedor.

SERVIÇO:

O que: Cotidiano Criativo – Liderança

Quando: Dia 24 de abril (quarta-feira), às 19h

Quem ministra: Flávio Resende e Ciro Daniel

Quem promove: Alma Consultoria

Onde: Teatro do Brasília Shopping

Quanto: Gratuito (com limite de 100 pessoas)

Informações: (61) 98111-6842


Igrejinha-Nossa-Senhora-de-Fátima.jpg

Ricardo Callado17/04/20196min
Igrejinha Nossa Senhora de Fátima.

Crianças são incentivadas a colocar olhar próprio e criativo sobre a capital do país

A Igrejinha Nossa Senhora de Fátima, obra do artista Athos Bulcão, relida em oficinas de cerâmica é a atividade desta quarta-feira (17) em que estudantes do nível 3 da Educação Infantil do Colégio Marista João Paulo II, auxiliados por professoras e coordenadoras, vão escrever mais um capítulo na série de homenagens da escola pelos 59 anos de construção da capital do país. Além de reforçar o protagonismo e trabalhar a criatividade, a ação visa aprofundar os conhecimentos dos estudantes sobre a história da construção arquitetônica, cujo aniversário é celebrado em 21 de abril.

Desde o retorno das férias escolares, o projeto vem sendo construído pelos estudantes com muita pesquisa e estímulo à imaginação. “Nosso desafio é desenvolver o potencial criativo dos estudantes com atividades pedagógicas que revelem o tesouro escondido em cada um deles”, explica a coordenadora pedagógica da Educação Infantil, Viviane Melise.

A inspiração surgiu a partir das experiências relatadas pela crianças na volta das férias: em sala de aula, elas compartilharam os lugares visitados e suas impressões sobre a cidade. “Eu percebi as várias possibilidades e olhares diferenciados durante as conversas. A partir daí, realizamos uma ‘assembleia’ com os assuntos mais destacados por eles e, ao final, a turma escolheu estudar sobre Brasília”, conta a professora Ana Ayris.

Para conhecer mais sobre a história de Brasília, eles pesquisaram a origem do nome “candango”, atribuído às pessoas que nasceram na capital. Durante as investigações, os pequenos também descobriram que na Praça dos Três Poderes, ponto turístico da cidade, tem uma obra do artista Bruno Giorgi que homenageia os candangos. Como resultado da atividade, a turma produziu uma releitura da obra usando papel marché.

As crianças também conheceram o primeiro desenho do mapa de Brasília e pesquisaram juntos o motivo da cidade ter o formato de um avião. Com o apoio da mesa de luz, elas fizeram um desenho de observação do mapa, trabalhando a criatividade e a autonomia. Isabela Pereira, estudante do Nível 3, da Educação Infantil, conta que viveu experiências incríveis durante as atividades. “O que eu mais gostei foi andar de metrô. Achei muito legal”, comentou com alegria.

 

Pesquisando com a família

Durante os estudos sobre a história da cidade, os estudantes produziram cartazes sobre diversos pontos turísticos de Brasília com o objetivo de incentivar famílias e colaboradores que transitam pelo Colégio a visitarem os locais. A garotada também lançou mão de Ipads para calcular, por meio do aplicativo Google Earth, a distância do Colégio até os pontos turísticos mais visitados pelos moradores da cidade.

As famílias ajudaram a traçar o mapa estratégico do projeto e, na fase das apresentações em sala de aula, as crianças compartilharam com a turma as diversas curiosidades que pesquisaram junto com seus familiares. O resultado desse trabalho foi a produção de slides sobre a arquitetura da cidade, fotos e filmagens dos passeios feitos aos pontos turísticos além da reunião de revistas e livros com a biografia do presidente Juscelino Kubistchek.

De acordo com a coordenadora pedagógica da Educação Infantil, a participação da família foi fundamental para a construção do projeto. “Foi muito importante porque possibilitou um momento de interação entre escola e familiares”, destacou.

 

ATIVIDADE

Oficina de cerâmica

Data: De 15 a 17 de abril

Horário: A partir das 8h

Local: Colégio Marista João Paulo II – SGAN 702 – Asa Norte


rafaela-dornas.jpeg

Ricardo Callado16/04/20192min

A jornalista Rafaela Dornas preparou um Inside especial para o próximo final de semana (20), em homenagem ao aniversário de Brasília, que completa 59 anos. A apresentadora promoveu um encontro especial entre os irmãos Daniel Zukko do “Minha Brasília” e João Amador do “Histórias de Brasília”, que trabalham em prol da capital federal. No quadro, Daniel irá falar sobre a exposição “Cenas Candangas”, que fica no aeroporto de Brasília até 05 de maio. E, com exclusividade, João Amador comenta cinco mitos e verdades sobre a história da capital federal.

Além disso, o programa traz também o quadro ‘Capital de todos os ritmos’ com um compilado de participações de artistas locais que se destacaram no programa, como Léo Galvão, Adriana Samartini, Dhi Ribeiro, Surf Sessions, Mc Jenny, Pedro Paulo e Mateus, Pacificadores, Gog, Babi Ceresa, Marcelo Barbosa e Digão Raimundos. E não podemos deixar de lado a agenda cultural, que vem recheada de matérias que celebram a cidade, incluindo autores de Brasília que homenageiam a capital, como Antônio Fávero Sobrinho e Regina Célia Melo com “O menino que descobriu o Lago Paranoá” (infantil).

Programa Inside (SBT Brasília)
Todos os sábados, às 13h
http://programainside.com/
@insidesbt
www.facebook.com/programainsidesbt/


casal-que-fez-a-cirurgia-metabólica.jpg

Ricardo Callado16/04/201910min

Os pacientes do Distrito Federal diagnosticados com Diabetes Tipo 2 (DMT2) têm uma nova chance de tratamento da doença. Regulamentada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), a cirurgia metabólica –  uma variação da cirurgia bariátrica usada na obesidade –  passou a ser indicada como opção no tratamento da DMT2 para pacientes que possuem Índice de Massa Corporal entre 30 Kg/m2 a 35 Kg/m2.

Dados da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) de 2016 estimam que 8,9% da população acima dos 18 anos no Distrito Federal são acometidas pelo diabetes, o que equivalente a 260 mil brasilienses. Desses, aproximadamente 70% recebem assistência da Secretaria de Estado da Saúde do Distrito Federal (SES/DF).

O objetivo é a identificação precoce da doença e a intervenção adequada, por meio do incentivo à alimentação saudável, prática de atividade física, automonitorização do açúcar no sangue, além da prescrição de medicamentos e insulinas, para que os sintomas que interferem na qualidade de vida e as complicações de longo prazo sejam minimizados.

No entanto, apesar do acompanhamento periódico dos médicos e o uso de novas medicações, mais da metade dos doentes não conseguem o controle da doença, mesmo tomando uma boa medicação.

“A cirurgia metabólica deve ser considerada como uma opção para tratar o Diabetes Tipo 2 em pacientes com obesidade grau 1, com a doença mal controlada apesar do tratamento médico”, afirmou o presidente do Capítulo do Distrito Federal da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), Luiz Fernando Córdova.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) acaba de lançar uma campanha inédita no Brasil. Com o slogan “Cirurgia Metabólica, uma Nova Vida para pacientes com Diabetes Tipo 2”, o objetivo é informar a população sobre as causas, riscos e tratamentos para a Diabetes Tipo 2 (DMT2). O site da campanha já está no ar. Acessando www.vidanovametabolica.org.br  é possível encontrar todas as informações à respeito da doença.

EFEITOS DA CIRURGIA METABÓLICA

Um estudo recente feito no Brasil mostrou que a cirurgia pode auxiliar o combate a este tipo de diabete em pessoas com obesidade leve.  O trabalho, publicado na revista Diabetes Care, da Associação Americana de Diabete, avaliou 66 pacientes com obesidade moderada (índice de massa corporal entre 30 e 35 kg/m²).

Cerca de 88% dos participantes tiveram remissão do diabetes – os médicos não costumam falar em cura. Depois de um período que variou de 3 a 26 semanas, eles deixaram de utilizar remédios orais e, desde a cirurgia, os sintomas não retornaram. Nos demais pacientes, mais de 11% registraram melhora no controle de açúcar no sangue. Todos os pacientes avaliados passaram por uma cirurgia conhecida como bypass gástrico, o mais popular tipo de cirurgia bariátrica no mundo.

CASOS DE SUCESSO

O casal Francimar Ferreira de Lima, 44 anos, e Ana Cristina Bezerra Lima, 45 anos, conviveram com o diabetes e medicamentos por muitos anos e encontraram no método cirúrgico a qualidade de vida.

Francimar foi diagnosticado com diabetes há 12 anos e só descobriu a doença após ser hospitalizado. A crise de glicemia no sangue atingiu o pico de 700 mg/dl, quando o valor considerado normal é menor que 99 mg/dl. Ele chegou a ser internado outras duas vezes e já sofria com retinopatia diabética, uma das consequências da diabetes que pode levar à cegueira. O pâncreas já quase não produzia insulina. Ele convivia com duas aplicações diárias de insulina injetável e medicamentos para controlar o diabetes antes do procedimento.

Ana Cristina, que chegou a pesar 129 quilos, enfrentava o descontrole da glicemia e outros doenças associadas ao excesso de peso a pelo menos 2 anos. O ganho de peso, no caso dela, aconteceu após a terceira gravidez a cerca de 20 anos. Seu nível de glicemia no sangue registrava, em média, 160 mg/dl. Ela foi submetida à cirurgia metabólica há um ano e seis meses, hoje pesa 69 quilos e está no estágio de remissão do diabetes em que nenhum medicamento é necessário para controlar a glicemia.

“[Após a cirurgia] Quando eu fui ao endócrino ele falou para suspender a medicação. Parei de imediato e o meu nível de glicemia é hoje de 90 [mg/dl]”, conta Ana.

Já Francimar foi submetido à cirurgia metabólica seis meses depois da esposa. Ele chegou a pesar 87 quilos. Hoje está mantém 67 quilos. Além da perda de peso, a cirurgia o deixou livre das aplicações de insulina e o controle da doença hoje é feito apenas com doses menores de medicamentos. O procedimento também colaborou para o controle do índice de triglicérides e a hipertensão. “Eu tenho um único arrependimento muito grande que é não ter feito antes. A minha vida melhorou muito. Eu sou uma pessoa mais disposta, me sinto melhor, consigo fazer exercícios. Se eu tivesse feito antes eu não teria vestígios da diabetes, mas estou satisfeito com os resultados e meus exames mostram os percentuais praticamente de uma pessoa que não tem diabetes”, conta Francimar.

A cirurgia metabólica foi liberada para pacientes com IMC como o dele após portaria publicada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) em 2017.

“A medicina não fala de uma cura para o diabetes e sim de um controle dos níveis glicêmicos em que o paciente não sofre as consequências da doença, como a retinopatia diabética de Francimar, problemas vasculares, cardíacos, renais e hepatológicos”, explica Córdova.

A CIRURGIA NA REDE PÚBLICA

A Secretaria de Estado da Saúde do Distrito Federal (SES-DF) vai normatizar a realização da cirurgia metabólica – destinada aos pacientes com Diabetes Tipo 2 – para a rede pública do estado. Foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal  uma portaria instituindo o Grupo de Trabalho que será responsável por desenvolver o serviço de cirurgia metabólica na SES-DF.

A portaria publicada considera que o Conselho Federal de Medicina reconheceu, através da resolução 2.172/2017, a cirurgia metabólica como opção terapêutica para pacientes portadores de diabetes mellitus tipo 2 (DM2), com Índice de Massa Corporal (IMC) entre 30 kg/m2 e 34,9 kg/m2, desde que a doença não tenha sido controlada com tratamento clínico.

O governo também informa que a cirurgia é segura e apresenta resultados positivos a curto, médio e longo prazo, diminuindo a mortalidade de origem cardiovascular, entre outros aspectos econômicos e de saúde.


13.4.-Atletas-juvenis-voltando-do-treino-de-basquete-na-Avenida-do-Hospital-na-Ceilndia_R-300x231.jpg

Ricardo Callado15/04/20196min

Operação da CEB no entorno do Hospital de Ceilândia trouxe melhora sensível nas condições de iluminação

O sol se põe, mas parece dia na QNM 28 e no estacionamento do Hospital Regional de Ceilândia. Ao entardecer, os postes acendem automaticamente, sem deixar que as centenas de pessoas que passam na região fiquem no escuro. Esse é o resultado bem-sucedido de uma ação da Companhia Energética de Brasília (CEB), que, em março, realizou a substituição de 398 lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED, alterando completamente as condições da iluminação pública no local.

“A economia de energia pode chegar a 60%”, explica Paulo Henrique Nazareth, engenheiro eletricista da CEB há 21 anos, situando a diferença entre esse equipamento e as lâmpadas comuns. “Os LEDs possuem 60 mil horas de vida útil e perdem apenas 30% de luz quando atingem esse tempo. Já as lâmpadas de vapor de sódio queimam quando chegam às 32 mil horas”.

No entorno do Hospital de Ceilândia, o consumo de energia de uma lâmpada de vapor de sódio de 400w custava R$ 68,70 por mês. Agora, o gasto mensal será de R$ 38,27. A previsão da área técnica da CEB é que o investimento em lâmpadas LED retorne para os cofres públicos em 33 meses, apenas com a economia de energia.

60%Índice de economia gerado pelas lâmpadas de LED, em comparação com o sistema tradicional

Segurança

O comerciante José Alves trabalha há 20 anos na frente da emergência do hospital. Ele conta que a área nunca esteve tão clara como agora: “Eu reduzi o consumo de energia do meu estabelecimento depois da troca das luminárias. Minha lanchonete fica aberta 24 horas por dia. Antes, as pessoas tinham medo de ficar aqui de madrugada; agora, não mais. Me sinto seguro para servir durante toda a noite”.

A instalação de luminárias de LED na região trouxe segurança não só para os comerciantes locais, mas também para os trabalhadores do hospital de Ceilândia. Vigilante há três anos, Edimar Campos conta que trabalhar naquela área é arriscar a vida todos os dias. “Perdemos um colega vigilante que foi surpreendido por um bandido que roubou sua arma e atirou, relata. “A iluminação faz parte do trabalho do segurança, é um instrumento importante para identificar possíveis situações de perigo. Com essa claridade, é mais difícil que isso aconteça novamente. ”

Quem também está feliz com a nova iluminação pública é Rubinaldo Lima. Eletricista há 39 anos no Hospital de Ceilândia, ele explica que o LED diminui consideravelmente a necessidade de manutenção. “As luminárias de vapor de sódio, quando aquecem, desligam automaticamente. Até as equipes conseguirem religar, o local ficava no breu. O bandido vive de oportunidades e eram nesses momentos que eles tentavam se aproximar”.

Movimento

No momento da troca das luminárias, Marlon Lelis estava trabalhando na drogaria que fica na avenida do hospital. “Eu percebi a diferença na iluminação na mesma noite”, conta. “Agora está sempre claro e inclusive tem mais gente na rua. ”

Com a iluminação nova, aumentou a sensação de segurança e o fluxo de pessoas na avenida em frente ao hospital da Ceilândia. Na última semana de março, por volta das 21h, um grupo de seis adolescentes andava tranquilamente pela rua a caminho da parada de ônibus. Eles voltavam do treino de basquete da Escola Parque. “Achamos essa nova iluminação uma medida de segurança muito boa”, comentou João Mesquita, 16 anos. “Antes era amarela e não iluminava tão bem. Agora são brancas, bem melhor para a gente ver de longe. ”

A substituição das luminárias de vapor de sódio por LED faz parte do projeto de eficientização da CEB. De acordo com o diretor técnico da companhia, Paulo Afonso, novas substituições serão feitas em breve em todo o Distrito Federal. “Priorizaremos as áreas públicas que apresentam mais riscos à noite como escolas, praças, quadras de esporte, UPAs [Unidades de Pronto Atendimento] e hospitais”, anuncia.

Com informações da CEB


policia-civil.jpg

Ricardo Callado13/04/20195min
(Foto: Andre Borges/Agência Brasília)

Mudança cumpre compromisso firmado ainda durante o governo de transição e auxilia na resolução dos casos

Por Jéssica Antunes

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) reduziu o tempo de espera para perícias em locais de crimes contra o patrimônio para 24 horas. Isso foi possível graças à implementação do Serviço Voluntário Gratificado, que permitiu a ampliação das equipes multidisciplinares compostas por peritos, agentes e papiloscopistas que agiram em um plano de esforço da corporação. O feito atinge uma das metas estabelecidas ainda na transição do governo Ibaneis Rocha: contribuir para a identificação de criminosos e para as conclusões de inquéritos.

O Serviço Voluntário Gratificado solucionou um problema que se arrastava há quase uma década, permitindo dobrar o número de equipes a partir da adesão dos policiais. O diretor do Instituto de Criminalística (IC) da PCDF, Emerson Souza, conta que o atendimento ficou prejudicado nos últimos oito anos em virtude do déficit de funcionários. No meio da semana eram três equipes, enquanto duas se viravam aos sábados e domingos. Atualmente, são seis grupos.

“Nesta gestão, chegamos a ter 700 pendências e foi estabelecida a meta de reduzir”, informa Emerson. “Pegamos como desafio e, com esforço dos peritos criminais,  dos agentes de polícia e papiloscopistas, conseguimos reduzir e otimizar o atendimento, viabilizado com a implementação do voluntariado”.

Regulamentação

Em fevereiro, quando o voluntariado dos policiais civis foi regulamentado, 539 perícias de crimes contra o patrimônio estavam pendentes. Com reforço e esforço das equipes, a corporação conseguiu reduzir a fila para 30 ocorrências, tirando do limbo casos registrados desde janeiro de 2018 que ainda aguardavam solução. São eventos de furto, roubo ou danos em casas, estabelecimentos comerciais ou veículos, que precisam passar pelo crivo da corporação para confecção do laudo pericial.

Também estão incluídos ente os eventos estragos relacionados às ocorrências da Lei Maria da Penha, furto de água ou energia elétrica e maus-tratos a animais. No local do crime, os peritos fazem registros fotográficos, tiram medidas e buscam vestígios, indícios e evidências que possam ajudar a identificar os autores e contribuir com a investigação.

O efeito disso para a população é ótimo, permite a democratização da perícia e do atendimentoEmerson Souza, diretor do Instituto de Criminalística da Polícia Civil do DF

Com queda do número de perícias pendentes, o tempo de espera também foi reduzido. Um comércio furtado ou assaltado poderia ficar semanas aguardando, e o local era desfeito porque a o empresário precisa continuar a atividade comercial. Veículos recuperados, por sua vez, permaneciam por até dois meses estacionados nos pátios das delegacias. Com a retomada do pronto-atendimento, a espera é de 24 horas, em média, após o registro do boletim de ocorrência. A perícia é acionada pela delegacia.

“O efeito disso para a população é ótimo, permite a democratização da perícia e do atendimento”, avalia Emerson Souza. “Agora conseguimos atender dentro do mesmo prazo todas as áreas da cidade. Isso é inédito, e já recebemos elogios nas ruas. O atendimento priorizado, imediato e sem atraso permite acesso a vestígios preservados, o que propicia melhor identificação dos autores”.


eu-amo-brasilia.jpg

Ricardo Callado12/04/20194min

Proposta de envolvendo o Distrito Federal com municípios de Minas e de Goiás está em análise em comissão mista e tem duas sessões para ser colocada em votação

Por Hédio Ferreira Júnior

O relator da comissão mista que analisa a criação da Região Metropolitana do Distrito Federal, deputado José Nelto (GO), deu parecer favorável à Media Provisória (MP) 862/2018, que trata o assunto. A proposta do governo federal de legalizar a área comum do DF e de municípios do Entorno – de Minas Gerais e de Goiás – está em tramitação no Congresso Nacional. O colegiado terá agora duas sessões plenárias da Câmara para que o texto seja colocado em votação.

O parecer foi apresentado nesta quinta-feira (11) na comissão mista que trata do assunto e recebeu um pedido de vista coletivo – que é um prazo de análise antes da votação – para que os senadores e deputados federais que compõem o grupo tenham tempo de analisar a proposta. A aprovação da MP 862 vem recebendo empenho pessoal do governador Ibaneis Rocha. No mês passado, ele esteve no Senado em busca de apoio do presidente da Casa, senador Davi Alcolumbre.

A Medida Provisória 862 altera o Estatuto da Metrópole que o DF, junto com municípios limítrofes ao seu território, integre a região metropolitana. Será necessária a aprovação de lei complementar pela Câmara Legislativa do Distrito Federal e pelas assembleias legislativas de Minas e de Goiás.

Suplementação

Para José Nelto, é evidente a influência que o Distrito Federal exerce sobre os municípios limítrofes, tendo, inclusive, servido de motivação para a criação e expansão acelerada de muitos deles. Para o parlamentar, no entanto, o crescimento não foi acompanhado de planejamento, integração regional eficaz e suporte de serviços adequados à população. “As relações de influência e dependência entre o DF e o Entorno crescem conjuntamente aos problemas sociais e econômicos. O contexto é marcado por municípios que possuem toda sua dinâmica intrinsecamente ligada à capital, numa forte relação de dependência”, relatou.

O relator apresentou ainda uma emenda à MP atribuindo à União a responsabilidade de suplementar 20% dos recursos do Fundo Constitucional do DF para a implementação e manutenção da Região Metropolitana do DF. Os recursos deverão ser administrados de forma conjunta pelos entes federativos envolvidos.

As alterações feitas no texto original do governo federal resultaram num projeto de lei de conversão – que é o que acontece sempre que uma MP é modificada. Depois de votado pela comissão mista, o parecer será encaminhado para os Plenários da Câmara e do Senado. Se aprovado, vai à sanção do presidente da República.

(Com informações da Agência Brasília)


Uniceub-ceilandia.jpg

Ricardo Callado12/04/20193min

A Instituição vai oferecer mais de 14 cursos de nível superior

O UniCEUB inaugurou nesta quinta-feira (11) sua mais nova unidade em Ceilândia (DF). A instituição oferece 14 cursos de nível superior de graduação na modalidade de Ensino a Distância (EAD), além das opções de especialização na pós-graduação. O Shopping JK, localizado na Avenida Hélio Prates, é a sede do novo polo.

Durante o evento de lançamento, o pró-reitor administrativo do UniCEUB, Gabriel Costa Mallab, comemorou a expansão da rede de ensino superior para outras regiões do DF. “Já temos uma unidade em Taguatinga que é um sucesso, tenho certeza que na Ceilândia também teremos a chance de transformar a vida de centenas de estudantes”.

O reitor do UniCEUB, Getúlio Américo Moreira Lopes, explicou que a Ceilândia foi escolhida para receber a novidade em razão da alta procura dos moradores por vagas no UniCEUB. “Com mais de 400 mil habitantes, essa Região Administrativa sempre registrou uma demanda muito forte pelos nossos cursos. Muitas vezes os estudantes se esquivavam da decisão pela distância do campus”, explica o reitor.

O coordenador geral do EAD no Centro Universitário, Eduardo Marinho Diniz, afirma que a modalidade à distância tem se mostrado uma excelente alternativa para pessoas que conciliam trabalho e estudo. “Esse estilo alia o conforto à praticidade, possibilitando a realização de um sonho”. Outro ponto positivo apontado por Diniz é o reconhecimento cada vez maior do mercado de trabalho para graduados EAD: “As empresas já entenderam que o profissional que opta por esse estilo é gestor do seu próprio tempo, tem perfil independente e proativo”.

No polo de Ceilândia os estudantes poderão optar pelos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Gestão Financeira, Gestão Pública, Marketing, Processos Gerenciais, Recursos Humanos, Análise de Sistemas, Banco de Dados, Gestão da Tecnologia da Informação, Segurança da Informação, Pedagogia, Serviço Social e Serviços Jurídicos e Notariais.

Plano de Expansão

Além das unidades de Brasília e Ceilândia, Goiânia e Sete Lagoas já contam com polos educacionais do UniCEUB. Após a inauguração em Ceilândia, a expectativa é continuar o processo de expansão a nível nacional. A previsão é de que, em 2019, outras 10 cidades brasileiras sejam contempladas com o Centro Universitário, que conta com mais de 50 anos de excelência no ensino superior.


mane.jpg

Ricardo Callado11/04/20195min

A organização para o Aniversário de Brasília 2019 está começando. E, para aqueles que querem trabalhar no evento, acontece nesta sexta-feira (12), das 9h às 17h, no Portão 5 do no Estádio Nacional Mané Garrincha, o cadastramento para ambulantes e caixeiros estarem aptos para oferecer seus serviços na festividade.

São duas categorias para o cadastro, de ambulante barraca e caixeiro fixo (que não saem do lugar com isopor). Para o dia 20 de abril, durante evento religioso, serão disponibilizados Termos de Autorização para 30 ambulantes e 40 caixeiros. Já, para a programação de shows no da 21, serão 40 Termos para ambulantes e 60 caixeiros, todos para trabalhar na Esplanada dos Ministérios. Ao total, 170 Termos de Autorização vão ser disponibilizados, 100 para caixeiro e 70 para ambulante, incluindo todo o período do evento.

No momento do cadastro, os interessados poderão se inscrever para apenas uma data e categoria e, caso o número de ambulantes credenciados ultrapasse por dia de evento, a Secretaria Executiva das Cidades realizará um sorteio.

Para verificar este sorteio, três representantes das categorias irão participar, sendo escolhidos de forma aleatória. Além disso, após estarem fixados os dias exatos de trabalho, o Termo de Autorização só vai ser validado com o pagamento da taxa de R$0,69.

Os contemplados para trabalhar no Aniversário devem levar nos dias 17 e 18 de abril, no portão 5 do Mané Garrincha, 1 foto 3×4, RG, CPF, MEI e comprovante de endereço (todos com original e cópia).

Para os comerciantes, fica vedado a venda de bebidas em recipientes de vidro, a utilização de instrumentos que possam colocar riscos para pessoas e a fixação de qualquer equipamento em árvores existentes em local demarcado.

Edital 

http://www.buriti.df.gov.br/ftp/diariooficial/2019/04_Abril/DODF%20069%2011-04-2019/DODF%20069%2011-04-2019%20INTEGRA.pdf  

Serviço:

Cadastramento para Aniversário de Brasília 2019

Data: sexta-feira (12)

Hora: 9 às 17h

Local: Portão 5 do Estádio Nacional Mané Garrincha

Sorteio

Data: segunda-feira (15)

Hora: 10h

Local: Secretaria Executiva das Cidades, Anexo do Palácio do Buriti

Divulgação do resultado do sorteio

Data: Terça-feira (16)

Local: http://www.cidades.df.gov.br/

Entrega da documentação e retirada das autorizações

Data: 17 e 18 de abril

Hora: 9h às 17h

Local: Estádio Nacional de Brasília (Mané Garrincha) – Portão 05, 1º Subsolo



Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias