App vai organizar e agilizar operação Buraco Zero

Ricardo Callado26/11/20196min

Servidores das administrações vão fotografar e catalogar todos pontos que necessitam de reparos. Em seguida, o reparo é feito e o sistema dará baixa automaticamente

Por Renata Moura

A partir de agora, cada buraco nas pistas do Distrito Federal será fotografado e catalogado num aplicativo para celular. Por meio de um sistema de GPS e mapas georreferenciados, servidores das 33 administrações vão cadastrar com foto o ponto exato que necessita de reparos. O sistema permite ainda que, após a conclusão dos serviços, os dados sejam atualizados. “Teremos um banco de dados enorme. Serão mapeados todos os buracos tapados e os não tapados. Saberemos ainda há quantos dias o registro foi feito e quando ele foi atendido”, detalha o secretário de Governo, José Humberto Pires.

Com a medida, o GDF aposta em mais agilidade nos serviços de tapa-buracos – que, por sinal, estão sendo reforçados com o contrato de mais 15 empreiteiras especializadas na produção de massa asfáltica e recapeamento de vias. “Com exceção do Lago Sul e a Asa Sul, que a própria Novacap está fazendo a manutenção, todas as outras cidades já podem contar com uma empresa contratada para executar os serviços”, explica Pires.

O sistema de cadastro dos buracos é simples e utiliza uma única plataforma: um aplicativo para celular. “Fizemos uma adaptação de um App que já existe no mercado para facilitar o cadastro e a gestão dos serviços”, comenta o assessor da Secretaria de Governo, Giderclay Zeballos, responsável pela adaptação do software.

Segundo Zeballos, num primeiro momento, o aplicativo será administrado apenas internamente por servidores devidamente treinados. “É uma ferramenta para gestão dos trabalhos da administração. O objetivo é mesmo recolher dados para que o administrador conheça as necessidades em toda a cidade”, afirma.

Cidades inteligentes

A Secretaria de Governo diz que essa iniciativa vai ajudar a “transformar a cultura organizacional das administrações regionais”. A ideia é oferecer ferramentas tecnológicas para facilitar a visualização das necessidades das cidades e dar agilidade no atendimento às demandas da população.

“Nosso objetivo é acabar de vez com o papel e não deixar nada esquecido. O sistema vai dar rapidez na visualização do que é preciso ser feito”, explica um dos coordenadores do GDF Presente, Marco Aurélio Demes.

De acordo com ele, a expectativa é de que, com mais agilidade, o volume de reclamações via ouvidoria diminua muito. “Queremos antecipar os serviços. Antes mesmo de o cidadão registrar na ouvidoria a reclamação, já estaremos cientes do fato, programado o reparo ou até mesmo finalizado todos os serviços”, conclui.

Reforço nas ações

Os trabalhos de tapa-buracos estão sendo feitos desde o início do ano, com a união de forças dos servidores da Novacap, do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF) e das administrações regionais, com reforço de centenas de reeducandos. Até o mês de outubro, mais de R$ 400 milhões foram investidos no cuidado das vias.

Segundo o secretário de Governo, a produção de massa asfáltica destinada apenas à operação tapa-buracos nas cidades subiu mais de 25% nos últimos dez meses. “Em 2019, já registramos 47,6 mil toneladas utilizadas. No mesmo período do ano passado, foram 38 mil toneladas”, precisa Pires.

Diretor de Urbanização da Novacap, Luciano Carvalho destaca que na empresa a ordem é atender a determinação do governador de recuperar toda a malha viária do DF. Segundo ele, foram investidos neste ano na Usina de Asfalto o equivalente a R$ 2,5 milhões/mês de insumos para produção de massa asfáltica.

Para ajudar nos trabalhos, o governo vai reforçar a atuação. Foram contratadas mais 15 empresas para fornecer massa asfáltica e executar as obras em todas as regiões administrativas. Para isto, estão sendo investidos mais de R$147 milhões.

Além disto, estão sendo licitadas 22 novas máquinas para compactar o asfalto. “Isto vai ajudar demais os trabalhos realizados pela própria administração”, elogia o administrador de Planaltina, Gilson Amorim. “Para os trabalhos do dia a dia de manutenção das vias, uma máquina dessa conosco será fundamental”, elogia.

Ricardo Callado

Jornalista, blogueiro, escritor e consultor político. Exerceu a função de secretário de Comunicação Social do Governo do Distrito Federal. Foi Diretor de Redação do Grupo Comunidade de Comunicação – responsável pelos jornais da Comunidade e O Coletivo. É autor do livro PANDORA – e outros fatos que abalaram a política de Brasília.


Comente esta publicação

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com (*) são obrigatórios.


Sobre o Blog

Com 15 de existência, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog

[TWTR]

FANPAGE Facebook

[FBW]



Associado