Arquivos Policia Militar - Blog do Callado

27896464647_0c3143a6b6_b.jpg

Ricardo Callado13/06/20182min

Turma de 499 sargentos e subtenentes teve formatura em altos estudos nesta terça (12) no Centro de Convenções Ulysses Guimarães

Uma turma de 499 sargentos e subtenentes se formou no curso de altos estudos para praças da Polícia Militar do Distrito Federal na noite desta terça-feira (12), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

As aulas a distância, que visam aprimorar o atendimento da corporação à sociedade, começaram em dezembro de 2017 e terminaram neste mês. Convidado em reconhecimento pelo seu apoio à corporação, o governador Rodrigo Rollemberg foi o paraninfo da turma.

Ele lembrou que, com esta nova leva, somam agora 4 mil os policiais formados no curso de altos estudos para praças, e aproveitou para agradecer aos membros da tropa que colocam a vida em risco em nome da segurança.

O comandante-geral da Polícia Militar do DF, coronel Marco Antônio Nunes, destacou a importância do curso. “O ensino a distância permite que o atendimento não seja diminuído enquanto os oficiais fazem as aulas em diversos turnos. Não apenas serve como avanço no ensino da corporação, como mantém a qualidade do policiamento.”

A turma também aproveitou a cerimônia para homenagear a família do 1º sargento Reginaldo Vieira, morto em serviço, em 2015, quando atendia uma ocorrência. A esposa e o filho do policial receberam uma estátua em forma de anjo no palco.


Homenagem-a-PM.jpg

Ricardo Callado15/05/20183min

Em homenagem à Polícia Militar do Distrito Federal, a Câmara dos Deputados realizou, nesta segunda-feira (14), sessão solene requerida pelos deputados Alberto Fraga (DEM-DF) e Izalci Lucas (PSDB-DF). O deputado Alberto Fraga, que faz parte da corporação e é presidente da Frente Parlamentar de Segurança Pública, destaca entre as principais dificuldades o fato de a legislação da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal ser feita pela Câmara dos Deputados. “E é por isso que nossas dificuldades aumentam em relação aos outros estados. A proposta de um aumento de efetivo, por exemplo, tem que passar por esta Casa e todos sabem da dificuldade de aprovar projetos aqui”, lamentou Alberto Fraga.

Durante a solenidade, o deputado Izalci Lucas  fez críticas ao tratamento que os últimos governos do Distrito Federal deram à polícia militar da cidade. “Infelizmente, nos últimos anos de governos do DF, a polícia militar foi literalmente vilipendiada graças a um desrespeito nunca visto antes na história da nossa capital”, afirmou.

“São homens e mulheres que deixam suas casas todos os dias para proteger a salvar a vida dos cidadãos de bem do nosso país. Entretanto, muitos perdem suas vidas em uma labuta que exige deles esse risco constante e que nem sempre é reconhecido pelo Estado, principal responsável pela segurança pública da população. Não podemos permitir que esses homens e mulheres que vivem e vivenciam a violência de cada dia e que protegem o cidadão, o patrimônio público e privado, sejam tratados sem o devido respeito e atenção”, completou Izalci Lucas.

História
Comemorou-se no dia 13 de maio os 209 anos de criação da Polícia Militar do Distrito Federal, história que começa no século XIX com a vinda da corte portuguesa para a cidade do Rio de Janeiro. O deputado Izalci Lucas lembrou que ao longo dos mais de dois séculos de existência, a Polícia Militar do Distrito Federal “tem dado exemplos de competência, dedicação e, sobretudo, compromisso com a segurança daqueles que vivem na capital”.


pm-policia-militar.jpg

Ricardo Callado11/05/20182min

Evento será no Gama, na véspera da prova

Concursandos interessados em uma vaga na Polícia Militar do Distrito Federal, poderão reforçar os estudos com o “Aulão Beneficente de Revisão PMDF – o maior aulão do Gama”, realizado pelo IMP Concursos, no dia 19 de maio (sábado), das 9h às 17, no Auditório Supernatural Church (QI2, lote 1320 Setor de Indústrias do Gama, na rua do Gamaggiore).

Também participam do evento os professores de Raciocínio Lógico – Décio Sousa, Direito Constitucional – João Trindade, Legislação Extravagante – Fernando Cocito, Direito Penal e Processual Penal Militar – Leandro Antunes, Redação Discursiva, – Raquel Cesário, Gramática e Texto – Marcos Pacco, Direito Administrativo – Vandré Amorim, Legislação Aplicável à PMDF – Paulo Sérgio e Direito Processual Penal – Edson Gouveia.

Interessados devem se inscrever pelo site (www.impconcursos.com.br), e a entrada será mediante entrega de  2 kg de alimento não perecível, no dia do evento. Mais informações: 3029 9700


PMDF.jpg

Ricardo Callado22/03/20187min

Há vagas para artes marciais, ginástica, futebol e música. Em 2017, mais de 150 mil pessoas foram atendidas. Entre os objetivos estão estreitar vínculos com a comunidade e prevenir crimes com oferta de atividades lúdicas

Os programas sociais da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) estão com inscrições abertas para atividades esportivas, artes marciais, ginástica e música. Há mais de 400 vagas abertas em Taguatinga, Ceilândia, Samambaia, Planaltina, Paranoá, São Sebastião, Santa Maria, Riacho Fundo I e Riacho Fundo II.

As inscrições terminam quando as vagas forem preenchidas em cada modalidade nas regiões. O objetivo é estreitar vínculos entre a polícia e a comunidade, prevenir a criminalidade e propiciar atividades lúdicas, esportivas e educativas para a população.

Em 2017, mais de 150 mil pessoas foram atendidas pela corporação. O chefe da Divisão de Programas e Ações Sociais do Centro de Políticas da Públicas da PMDF, capitão Diego Araújo, explica que há atividades diferenciadas para crianças, jovens e adultos.

“Os projetos estabelecem uma parceria que amplia o policiamento comunitário com foco em alternativas saudáveis e na prevenção de riscos”Diego Araújo, chefe da Divisão de Programas e Ações Sociais do Centro de Políticas Públicas da PMDF

No total, são 58 opções oferecidas. “Os projetos estabelecem uma parceria que amplia o policiamento comunitário com foco em alternativas saudáveis e na prevenção de riscos”, enfatiza.

O benefício, segundo o oficial, é para as duas partes. “A população ganha em bem-estar e segurança, e a Polícia Militar fica mais próxima da comunidade.”

A PMDF orienta os interessados em um dos projetos que procurem a unidade mais próxima e verifiquem a disponibilidade de vagas e os documentos necessários para a inscrição.

Somente na unidade de Planaltina as inscrições se dão no início ou no meio do ano, durante as férias. Nas outras, podem ser feitas a qualquer tempo, de acordo com a disponibilidade de vagas.

Atividades lúdicas

O Núcleo de Educação Ambiental da PMDF oferece o curso Guardiões Ambientais. A capacitação, voltada para estudantes do 5º ano do ensino fundamental, é feita em 13 encontros.

Curso Guardiões Ambientais capacita crianças para atuação como agentes de proteção da natureza

“A meta é fazer com que as crianças ajam como agentes na prevenção de crimes ambientais, além de se tornarem multiplicadoras desse conhecimento”, explicou a chefe do núcleo, tenente Hellen Sene.

Além de atividades lúdicas, a instituição oferece palestras educativas por meio do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) e o Educar para a Cidadania, ambos do Comando de Policiamento Escolar.

O objetivo é alertar crianças e adolescentes sobre os riscos relacionados ao consumo de drogas, além de desenvolver ações de segurança no ambiente escolar.

Os interessados em participar de programas sociais da corporação podem procurar os batalhões da PMDF ou o Centro de Políticas da Públicas, pelo telefone 3190-5281 ou pelo e-mail cpp.dpas@gmail.com“> cpp.dpas@gmail.com.

Unidades com inscrições abertas:

  • 2º Batalhão de Polícia Militar (Taguatinga), projeto Dois de Ouro — aulas de jiu-jitsu — 100 vagas (QNB AE 8, Samdu Norte). Telefone 3190-0226 / 3190-0227
  • 5º Batalhão de Polícia Militar (Lago Sul), projeto Somos Todos Rio Branco — aulas de jiu-jitsu — 20 vagas (SHIS QI 11, AE 02). Telefone 3190-0503
  • 8º Batalhão de Polícia Militar (Ceilândia), projeto Bom de Bola, Bom na Escola — aulas de futebol — 20 vagas (QNN 06 AE S/N, Guariroba). Telefone 3190-0816 / 3190-0815
  • 10º Batalhão de Polícia Militar (Ceilândia), projeto Bom de Bola, Bom na Escola — aulas de futebol society — vagas ilimitadas (Setor de indústria, Ceilândia Norte). Telefone 3190-1005
  • 11º Batalhão de Polícia Militar (Samambaia), projeto Formando Cidadãos — escolinha de futebol — 22 vagas (QR 203 AE S/N, Samambaia Norte). Telefone 3190 1150
  • 14º Batalhão de Polícia Militar (Planaltina), projeto 14º.com — ginástica, jiu-jítsu e futebol — 117 vagas (AE 13, Setor Norte). Telefone 3190.1431
  • 20º Batalhão de Polícia Militar (Paranoá), projeto Conhecer para Aproximar — judô, capoeira, MMA e futsal — vagas ilimitadas (QD 33, AE S/N). Telefone 3190.2050/2051
  • 21º Batalhão de Polícia Militar (São Sebastião), projeto Bom de Bola, Craque na Escola — futebol — 32 vagas (QD 201/202 AE 02, Residencial Oeste). Telefone 3190. 2103/2110
  • 26º Batalhão de Polícia Militar (Santa Maria), projeto Escolinha de Futebol e Cidadania — vagas ilimitadas (QC AE 01, avenida Alagados). Telefone 3190-2605/2621
  • 27º Batalhão de Polícia Militar (Recanto das Emas), projeto Escolinha de Futebol — vagas ilimitadas. Telefone 3190-4451
  • 28º Batalhão de Polícia Militar (Riacho Fundo I e II), projeto Crescer — aulas de tênis de quadra — 100 vagas (QN 05 AE 01). Informações por e-mail crescerpmdf@gmail.com.

PMDF.jpg

Ricardo Callado09/03/20185min

Em 2017, programa de policiamento especializado fez 7,8 mil visitas e acompanhou mais de mil famílias

Diferentemente do informado pela Secretaria da Segurança Pública, as demandas chegam pelo TJDFT, e não pelo Ministério Público do DF e Territórios, e o programa foi criado em 2007, e não em 2014

A quantidade de famílias acompanhadas pelo programa de policiamento de prevenção orientado à violência doméstica (Provid), da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), aumentou em 45% nos últimos três anos. Em 2017, mais de mil famílias foram atendidas. Em 2016, mais de oitocentas, e, em 2015, 731.

A iniciativa ajuda a inibir e interromper o ciclo da violência doméstica praticado contra a mulher. Atualmente, o programa está em 14 batalhões, que, juntos, atendem 22 regiões administrativas. Setenta e quatro policiais atuam no Provid.

“É um trabalho bastante sensível, em que o agente observa o comportamento da vítima para constatar se é um caso de violência. A partir daí, a família é monitorada”Jucilene Pires, tenente-coronel chefe do Centro de Políticas Públicas da Polícia Militar

Outro dado que chama atenção é o de visitas domiciliares. Os policiais fizeram 7,8 mil, o que representa acréscimo de quase 45% em relação a 2015 e de 7,3% a 2016. A depender do caso, é preciso ir várias vezes a uma mesma casa, por isso o número de visitas supera o de famílias acompanhadas.

A chefe do Centro de Políticas Públicas da Polícia Militar, tenente-coronel Jucilene Garcez Pires, destaca o papel dos policiais no processo.

“É um trabalho bastante sensível, em que o agente observa o comportamento da vítima para constatar se é ou não um caso de violência. A partir daí, a família é monitorada e, dependendo do caso, encaminhada para atendimento mais criterioso”, explica Jucilene.

As demandas do programa chegam à PMDF, principalmente, via Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) e por meio de ocorrências atendidas pela corporação. Quem precisar pode procurar os batalhões onde o serviço é oferecido (veja lista abaixo).

Eixos de atuação do Provid

O programa nasceu em 2007 e foi pensado com base na filosofia de polícia comunitária. São atendidos casos de abandono de incapaz, ameaça, cárcere privado, estupro, injúria, lesão corporal, maus-tratos e tentativa de homicídio.

Três eixos orientam o trabalho. O primeiro consiste em ações educativas na comunidade. O segundo é o acompanhamento das famílias, e o último desenvolve serviço integrado com a rede de proteção, composta por diversos órgãos governamentais.

Batalhões da Polícia Militar que oferecem o atendimento do Provid

2º Batalhão (Taguatinga)
QNB AE 8, Samdu Taguatinga Norte

(61) 3190-0226 / 3190-0227

 

4º Batalhão (Guará/Estrutural/Lago Sul/SIA)

AE 10, Módulo A, Guará II

(61) 3190-0464 / 3190-0472

 

Batalhão (Ceilândia Sul)

QNN 6, AE s/n, Guariroba

(61) 3190-0816 / 3190-0815

 

9º Batalhão (Gama)

AE 2, Setor Sul

(61) 3190-0982 / 3190-0983

 

10º Batalhão (Ceilândia Norte)

Setor de Indústria

(61) 3190-1051

 

11º Batalhão (Samambaia Norte)

QR 203, AE s/n

(61) 3190 1150

 

13º Batalhão (Fercal /Sobradinho/Sobradinho II)

Quadra Central, AE 2

(61) 3190-1303 / 3190-1301

 

14º Batalhão (Planaltina)

AE 13, Setor Norte

(61) 3190-1423

 

16º Batalhão (Brazlândia)

AE A, Lote 1, Setor Norte

(61) 3190-1610

 

20º Batalhão (Itapoã/Paranoá)

QD 33, AE s/n

(61) 3190-2013

 

21º Batalhão (Jardim Botânico/São Sebastião)

QD 201/202, AE 2

(61) 3190-2103 / 3190-2110

 

25º Batalhão (Candangolândia/Núcleo Bandeirante/Park Way)

SMPW QD 6, Conjunto 2, AE s/n, Núcleo Bandeirante

(61) 3190-2502

 

26º Batalhão (Santa Maria)

QC AE 1, Av. Alagados

(61) 3190-2612

 

27º Batalhão (Recanto das Emas)

EQ 111/305

(61) 3190-5291


parque-olhos.jpg

Ricardo Callado03/03/20183min

Mesmo com paralisação, 11 parques do Distrito Federal foram abertos com o auxílio de agentes dos órgãos. Funcionamento será mantido das 7 às 18 horas neste fim de semana

Para garantir o lazer da população neste fim de semana, o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) reabriu os 11 parques mais movimentados de Brasília. Os espaços estavam fechados devido à greve dos vigilantes decretada na quinta (1º).

Entre os 11 parques que funcionarão das 7 às 18 horas, está o parque Olhos D’Água, na Asa Norte
Parque Olhos D’Água é um dos 11 parques que funcionam das 7 às 18 horas neste fim de semana.

A segurança nos locais está sendo feita por equipes da Policia Militar do Distrito Federal (PMDF), com rondas nas áreas abertas para o público. Cerca de 50 agentes do Ibram também foram mobilizados para garantir o funcionamento neste sábado (3) e domingo (4).

Os 11 parques que funcionarão das 7 às 18 horas são Águas Claras, Asa Sul (614/615), Bosque do Sudoeste, Dom Bosco (Lago Sul), Ezechias Hering (Guará), Jequitibás (Sobradinho), Olhos D’Água (Asa Norte), Paranoá, Saburo Onoyama (Taguatinga) e, Sucupira (Planaltina).

Retorno imediato dos vigilantes

Nessa sexta (2), o Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) expediu liminar em que determina o encerramento da greve dos vigilantes.

De acordo com o documento, foi pedido o retorno imediato de 100% do efetivo nos hospitais públicos, nas estações de metrô, nos bancos, em transporte de valores, nos tribunais de justiça, nos postos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e nas escolas públicas.

Para os demais órgãos, foi determinado a volta de 70% dos trabalhadores. No entanto, a categoria decidiu, em assembleia, manter a paralisação.


PMDF.jpg

Ricardo Callado26/02/20184min

São 2.024 vagas e ainda dá tempo de se preparar

O concurso para a Polícia Militar do Distrito Federal está com inscrições abertas, organizado pelo Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades). São 2.024 vagas no total, sendo 500 vagas imediatas para combatente – 450 para homens e 50 para mulheres. Outros 1.350 postos de reserva para homens e 150 para mulheres. A inscrição deve ser feita pelo site da organizadora, até o dia 4 de abril. A taxa é de R$ 88. As provas devem ser aplicadas em 6 de maio. Também foram abertas seis vagas para músico e 18 para corneteiro, com inscrições até 26 de março, e previsão de que as provas sejam aplicadas em 29 de abril.

Segundo especialistas, é hora dos concursandos darem uma reforçada nos estudos. O processo seletivo será realizado em cinco etapas. A primeira inclui prova objetiva e redação, aplicadas a todos os candidatos. Em seguida, são realizados teste de aptidão física, avaliação de exames médicos, psicológicos, investigação da vida pregressa e social do candidato e por fim, para os que se inscreverem para a vaga de especialista, será aplicada prova prática instrumental de música.

O coordenador das turmas da PMDF no preparatório IMP, e especialista em concursos públicos, professor Leandro Antunes,  afirma que este certame vale a pena, pois o aprovado entrará numa das mais “respeitadas e preparadas Corporações Policiais do Brasil”. A expectativa é de que pelos menos 28 mil candidatos se inscrevam. E é por isso que, segundo ele, a preparação precisa começar o quanto antes. “Se o aluno iniciar os estudos agora com disciplina e esforço, ainda consegue se preparar bem para este concurso”, garante.

Ele ensina ainda o método de estudos que passa para os alunos. “Aconselho os concursandos a estudarem todas as disciplinas – um pouco de cada – com a teoria e com exercícios”, explica. E para finalizar, Leandro aconselha: “Se você vai fazer concurso, se prepare com dedicação e perseverança até a posse na Corporação pretendida, sem esquecer que os concursos de carreiras policiais possuem 5 fases eliminatórias”, finaliza.

Outra dica, dessa vez do professor de Direito Penal do IMP Concursos, Carlos Alfama. Ele aconselha aos candidatos sedentários, que inicie já a preparação física. “Uma hora de treino físico por dia é suficiente”, afirma. Para finalizar, Alfama lembra que o concurso da PMDF costuma nomear um número muito alto de candidatos, e aconselha:  “Faça o seu melhor. Colocando o nome na lista de aprovados, você tem grandes chances de ser nomeado”.



Ricardo Callado30/01/20183min

Provas serão aplicadas no dia 6 de maio e ainda dá tempo de se preparar

O Governo do Distrito Federal divulgou o edital do concurso da Polícia Militar para preenchimento de 2.024 vagas de soldado nos quadros de combatentes (2.000 postos), especialistas músicos (6) e especialistas corneteiros (18). Do total das vagas para soldado combatente, 500 são para admissão imediata (450 homens e 50 mulheres) e 1.500 para cadastro reserva. A expectativa é de que pelo menos 500 policiais sejam convocados imediatamente.

A banca responsável pela elaboração da prova objetiva e da redação será o Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades). O concurso ainda prevê teste de aptidão física, avaliação de exames médicos, psicológicos, investigação da vida pregressa e social do candidato e, para quem se inscrever para músico, haverá também uma prova prática instrumental.

Há exigência que os candidatos possuam diploma de nível superior em qualquer área, idade entre 18 e 30 anos e altura mínima de 1,60m (sexo feminino) e 1,65m (sexo masculino). Durante o curso de formação, a remuneração é de R$ 4.969,22. Após o ingresso sobe para R$ 6.095,41 (valores com o auxílio-alimentação mensal de R$ 850).

Segundo o coordenador das turmas da PMDF do IMP Concursos, professor Leandro Antunes, este certame vale a pena, pois o aprovado entrará numa das mais “respeitadas e preparadas Corporações Policiais do Brasil”. A expectativa é de que pelos menos 50 mil candidatos se inscrevam. E é por isso que, segundo ele, a preparação precisa começar o quanto antes. As provas serão aplicadas no dia 06 de maio. “Se o aluno iniciar os estudos agora, com disciplina e esforço, ainda consegue se preparar bem para este concurso”, garante.

As novas disciplinas: Inglês, Processo Penal Militar, Diretos Humanos e Criminologia devem ter atenção especial, juntamente como as matérias essenciais como: Português, Legislação Específica da PMDF e Penal Militar, afirma o professor. Porém, sem deixar de lado as outras disciplinas, claro. Ele aconselha os concursandos a estudarem o conteúdo, mesclando a teoria com bastante exercícios.

Aos candidatos que são sedentários, é importante iniciar a prática de exercícios também, devido ao teste de aptidão física que faz parte do processo seletivo. E para finalizar, Leandro recomenda: “Se você vai fazer concurso, se prepare com dedicação e perseverança até a posse na Corporação pretendida, sem esquecer que os concursos de carreiras policiais possuem 5 fases eliminatórias”, finaliza.


pmdf1.png

Ricardo Callado26/01/20183min

Editais foram publicados nesta sexta-feira (26) no Diário Oficial do Distrito Federal. Inscrições começam em 25 de fevereiro e vão até 4 de abril

O governo de Brasília abriu 2.024 vagas para a Polícia Militar do Distrito Federal. Os editais dos dois concursos foram publicados no Diário Oficial do Distrito Federalnesta sexta-feira (26).

O primeiro certame é para contratar 2 mil policiais militares combatentes, sendo 1,5 mil para a formação de cadastro reserva. As inscrições começam em 25 de fevereiro e vão até 4 de abril e deverão ser feitas pelo site do Instituto Americano de Desenvolvimento.

O governador Rodrigo Rollemberg anunciou a novidade hoje pelo Facebook. “Será uma oportunidade de junto aos demais órgãos contribuir para melhorar a segurança do Distrito Federal.”

O segundo edital é voltado para músicos. Das 24 vagas, 18 são para especialistas em corneta e seis dos seguintes instrumentos:

  • Clarineta
  • Saxofone
  • Trompa
  • Trompete
  • Trombone
  • Tuba

As inscrições também serão feitas pelo site do instituto de 25 de fevereiro a 26 março.

O salário para os dois certames é R$ 5.245,41 mais R$ R$ 850 de auxílio-alimentação (soldado de primeira classe) e R$ 4.119,22 mais R$ 850 de alimentação (soldado de segunda classe).


pmdf1.png

Ricardo Callado15/11/20171min

Rollemberg destaca que qualquer denúncia de irregularidade no governo será investigada de forma rigorosa, e os responsáveis, punidos

A exoneração do coronel Francisco Eronildo Feitosa do cargo de Diretor de Logística e Finanças da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) ocorreu após investigação iniciada na Corregedoria da corporação.

O governador Rodrigo Rollemberg comentou a ação em entrevista durante a visita de inspeção às obras de infraestrutura no Noroeste, nesta quarta-feira (15). “Qualquer denúncia de corrupção no governo será investigada de forma rigorosa, e as pessoas (envolvidas), punidas”, disse.

Feitosa foi exonerado na tarde de ontem (14) por, segundo a investigação do Ministério Público do DF e Territórios em parceria com a PMDF, integrar esquema de extorsão a empresários para liberar pagamentos de contratos.



Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias