Escola de Música de Brasília oferece 699 vagas em 75 modalidades

Ricardo Callado29/10/20187min

Inscrições para aulas de 2019 começam nesta segunda-feira (29), pelo site da unidade de ensino

Por Vinícius Brandão – Interessados em estudar na Escola de Música de Brasília poderão concorrer a 699 vagas gratuitas de cursos técnicos e de formação inicial e continuada.

As inscrições foram abertas nesta segunda-feira (29) e seguem até 8 de novembro pelo site da instituição.

O candidato poderá optar por apenas um curso, uma modalidade e um período de estudo. Depois de inscrito, deverá imprimir o comprovante que terá data, hora e local para as etapas do processo seletivo.

Após a verificação dos dados informados ao se inscrever, o resultado será afixado no quadro de avisos da Escola de Música e publicado no site da unidade de ensino a partir das 10 horas de 12 de novembro de 2018.

A disputa pelas vagas será por testes práticos, entrevistas com banca examinadora e teste teórico. Cada curso terá variações específicas nas avaliações, mas todas ocorrerão em dezembro.

São 33 de educação profissional técnica de nível médio — para quem estuda no ensino médio ou já o concluiu ou terminou o equivalente na educação de jovens e adultos (EJA) — e 42 de formação inicial e continuada — estudantes a partir dos 15 anos, independentemente do nível de estudo.

Vagas e cursos de nível técnico:

  • Alaúde: 2 vagas matutinas e 2 vespertinas
  • Áudio/gravação: 5 matutinas e 5 vespertinas
  • Bandolim: 2 matutinas, 2 vespertinas e 2 noturnas
  • Bateria: 2 matutinas, 1 vespertina e 2 noturnas
  • Canto erudito: 3 matutinas, 1 vespertina e 1 noturna
  • Canto popular: 2 vespertinas
  • Clarineta: 1 matutina, 2 vespertinas e 1 noturna
  • Contrabaixo: 1 matutina e 1 noturna
  • Contrabaixo elétrico: 2 matutinas e 6 vespertinas
  • Fagote: 1 matutina e 1 vespertina
  • Flauta doce: 6 matutinas, 6 vespertinas e 2 noturnas
  • Flauta transversal: 4 matutinas, 4 vespertinas e 1 noturna
  • Flauta traverso barroca: 2 vespertinas e 2 noturnas
  • Guitarra: 3 matutinas, 3 vespertinas e 3 noturnas
  • Harpa: 2 matutinas, 2 vespertinas e 2 noturnas
  • Musicografia digital: 5 matutinas e 5 vespertinas
  • Oboé: 1 matutina
  • Percussão: 1 matutina, 1 vespertina e 1 noturna
  • Piano: 4 matutinas, 4 vespertinas e 4 noturnas
  • Piano popular: 1 matutina e 2 vespertinas
  • Saxofone: 2 vespertinas e 1 noturna
  • Trombone: 2 matutinas, 1 vespertina e 1 noturna
  • Trompa: 1 matutina, 2 vespertinas e 7 noturnas
  • Trompete: 1 matutina, 2 vespertinas e 2 noturnas
  • Tuba: 1 noturna
  • Viola caipira: 2 noturnas
  • Viola: 1 vespertina e 5 noturnas
  • Viola da gamba: 2 matutinas e 2 vespertinas
  • Violão erudito: 1 matutina e 1 vespertina
  • Violão popular: 2 matutinas, 2 vespertinas e 2 noturnas
  • Violão sete cordas: 4 matutinas, 4 vespertinas e 4 noturnas
  • Violino: 4 matutinas e 5 vespertinas
  • Violoncelo: 3 matutinas e 2 vespertinas

E de formação inicial e continuada:

  • Acordeom: 3 matutinas
  • Alaúde: 2 matutinas
  • Arranjo 1: 15 noturnas
  • Arranjo 2: 15 noturnas
  • Bandolim: 2 matutinas, 8 vespertinas e 2 noturnas
  • Bateria: 4 matutinas, 7 vespertinas e 4 noturnas
  • Bombardino: 1 vespertina e 1 noturna
  • Canto erudito: 4 vespertinas e 4 noturnas
  • Canto erudito (aperfeiçoamento): 4 noturnas
  • Canto popular: 2 matutinas e 2 noturnas
  • Cavaquinho: 2 matutinas e 2 vespertinas
  • Clarineta: 6 matutinas, 9 vespertinas e 3 noturnas
  • Contrabaixo acústico erudito: 6 matutinas, 9 vespertinas e 5 noturnas
  • Contrabaixo acústico popular: 2 matutinas e 2 vespertinas
  • Contrabaixo elétrico: 2 matutinas e 6 vespertinas
  • Coro feminino cantares: 32 noturnas
  • Fagote: 8 matutinas
  • Flauta doce: 12 matutinas, 16 vespertinas e 6 noturnas
  • Elementos técnicos de palco (práticas e projetos): 10 matutinas
  • Iluminação de palco: 20 noturnas
  • Flauta transversal: 2 matutinas, 6 vespertinas e 8 noturnas
  • Flauta traverso barroca: 4 vespertinas e 2 noturnas
  • Gaita cromática: 2 noturnas
  • Guitarra: 3 matutinas e 3 vespertinas
  • Harpa: 3 matutinas, 3 vespertinas e 9 noturnas
  • Harpa (aperfeiçoamento): 3 noturnas
  • Oboé: 2 vespertinas
  • Percussão erudita: 2 matutinas, 2 vespertinas e 3 noturnas
  • Percussão popular: 4 matutinas, 4 vespertinas e 6 noturnas
  • Piano erudito: 13 matutinas, 6 vespertinas e 10 noturnas
  • Piano popular: 2 matutinas e 2 vespertinas
  • Saxofone: 3 matutinas, 6 vespertinas e 6 noturnas
  • Trombone: 1 vespertina e 1 noturna
  • Trompa: 2 vespertinas e 6 noturnas
  • Trompete: 3 matutinas, 3 vespertinas e 12 noturnas
  • Viola caipira: 2 matutinas, 2 vespertinas e 2 noturnas
  • Viola clássica: 3 matutinas, 3 vespertinas e 12 noturnas
  • Viola da gamba: 1 matutina e 1 vespertina
  • Violão erudito: 2 matutinas e 2 vespertinas
  • Violão popular: 2 matutinas, 2 vespertinas e 2 noturnas
  • Violino: 14 matutinas, 18 vespertinas e 4 noturnas
  • Violoncelo: 26 matutinas, 14 vespertinas e 14 noturnas

Para esclarecer dúvidas, os candidatos poderão entrar em contato pelo telefone (61) 3901-7688, da secretaria escolar.

Ricardo Callado

Jornalista, blogueiro, escritor e consultor político. Exerceu a função de secretário de Comunicação Social do Governo do Distrito Federal. Foi Diretor de Redação do Grupo Comunidade de Comunicação – responsável pelos jornais da Comunidade e O Coletivo. É autor do livro PANDORA – e outros fatos que abalaram a política de Brasília.


Comente esta publicação

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com (*) são obrigatórios.

 


Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias