Como a Reforma Trabalhista pode beneficiar as empresas que querem premiar seus funcionários?

Ricardo Callado28/06/20183min

*Por Emerson Moreira

Aumentar a lucratividade, aprimorar a produtividade e conseguir engajar os colaboradores a buscarem seu melhor desempenho. Podemos dizer que estas preocupações permeiam a mente da maioria dos líderes que estão sempre investindo em técnicas de gestão mais eficientes, com o objetivo de motivar e valorizar suas equipes. Quando nos deparamos com um cenário de incertezas econômicas e políticas – como o atual – esta missão parece ser ainda desafiadora.

Diante desse desafio faço uma provocação: qual o melhor caminho para unir, em uma única ação: reconhecimento, entrega efetiva de valor para o funcionário e, com isso, motivá-lo a ponto de impactar, inclusive, sua produtividade?

Os programas de incentivo endereçam todas essas questões acima, gerando um resultado muito positivo na gestão das companhias. Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva, em parceria com a LTM, dos trabalhadores com carteira assinada que recebem prêmios por performance, 45% estão mais satisfeitos com seu emprego do que aqueles que não recebem, que somam 31%. Ainda de acordo com esta pesquisa, 80% acreditam que programas de premiação incentivam muito a sensação de reconhecimento, a produtividade e a melhora do ambiente de trabalho.

A Reforma Trabalhista (Lei 13.467/2017), em vigor desde novembro de 2017, normatizou as regras que tratam dessas premiações. Segundo a nova lei, os valores das premiações não integram a remuneração do empregado e não podem ser incorporados ao Contrato de Trabalho. Dessa forma, não constituem base de incidência para encargos trabalhistas e previdenciários – antes eram considerados bônus salarial. Com esta segurança jurídica, as companhias podem agora definir como e quais serão esses benefícios.

Portanto, o mais importante para as companhias que decidem aderir à política de incentivos é estar cercada de parceiros especializados no assunto, que desenvolvam um programa customizado que entregue benefícios efetivos para as equipes e para a corporação e, ao mesmo tempo, com garantia de proteção legal.

As companhias que aderirem aos programas de incentivo conseguirão obter resultados positivos em pouco tempo. Além do aumento da motivação, existem companhias que tiveram uma melhora exponencial do clima e da satisfação dos colaboradores. Isto sem mencionar a retenção de talentos, pois as empresas que investem no bem estar dos funcionários se tornam mais atraentes para bons profissionais e saem na frente de concorrentes.

*Emerson Moreira é CEO da LTM

Ricardo Callado

Jornalista, blogueiro, escritor e consultor político. Exerceu a função de secretário de Comunicação Social do Governo do Distrito Federal. Foi Diretor de Redação do Grupo Comunidade de Comunicação – responsável pelos jornais da Comunidade e O Coletivo. É autor do livro PANDORA – e outros fatos que abalaram a política de Brasília.


Comente esta publicação

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com (*) são obrigatórios.

 


Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias