Arquivos Política - Blog do Callado

bolso-3.jpg

Ricardo Callado20/02/20196min
O presidente Jair Bolsonaro participa da solenidade de posse do deputado Alceu Moreira no cargo de presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, no Clube Naval de Brasília. – Valter Campanato/Agência Brasil

Presidente explicará proposta em pronunciamento à nação

Por Wellton Máximo

Depois de mais de um mês de discussões entre as áreas econômica e política do governo, a principal proposta da área econômica será apresentada hoje (20). Às 9h30, o presidente Jair Bolsonaro irá à Câmara dos Deputados, acompanhado de ministros, entregar a proposta de reforma da Previdência, que pretende instituir idades mínimas de aposentadoria para os trabalhadores do serviço público e da iniciativa privada.
Bolsonaro entregará o texto ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Na Casa, a proposta passará primeiramente pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), depois irá para uma comissão especial, antes de ir a plenário. Se aprovada em dois turnos por pelo menos três quintos dos deputados (308 votos), a reforma segue para o Senado.

Durante o dia, o presidente gravará um pronunciamento explicando a necessidade de reformar a Previdência. Elaborado em conjunto pela equipe econômica e pelo gabinete presidencial, o discurso será transmitido à noite em cadeia nacional de rádio e televisão.

Explicações

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, também participarão da cerimônia de entrega do texto. Da Câmara dos Deputados, eles irão direto para o 3º Fórum de Governadores, que ocorre nesta quarta-feira. Guedes e Marinho apresentarão a proposta para os chefes estaduais. Atualmente, sete estados estão em situação de calamidade financeira em meio a orçamentos comprometidos com a folha de pagamento e com as aposentadorias dos servidores locais.

Enquanto Guedes e Marinho estiverem explicando a proposta aos governadores, técnicos da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho detalharão todos os pontos da reforma da Previdência a jornalistas. Na semana passada, Marinho confirmou que o texto proporá a idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres, com calendário de transição de 12 anos.

Detalhes

Entre os detalhes a serem divulgados hoje estão as mudanças nas aposentadorias especiais de professores, policiais, bombeiros, trabalhadores rurais e profissionais que atuam em ambientes insalubres. Também serão informadas as propostas para regras como o acúmulo de pensões e de aposentadorias e possíveis mudanças nas renúncias fiscais para entidades filantrópicas.

Falta saber ainda como ficarão o fator previdenciário, usado para calcular o valor dos benefícios dos trabalhadores do setor privado com base na expectativa de vida, e o sistema de pontuação 86/96, soma dos anos de contribuição e idade, atualmente usado para definir o momento da aposentadoria para os trabalhadores do setor privado. Em relação aos servidores públicos, ainda não se sabe qual será a proposta para a regra de transição.

Também nesta quarta-feira, o governo informará como incluirá na proposta a mudança para o regime de capitalização, no qual cada trabalhador terá uma conta própria em que contribuirá para a aposentadoria. Atualmente, a Previdência dos setores público e privado é estruturada com base no sistema de repartição, onde o trabalhador na ativa e o empregador pagam os benefícios dos aposentados e pensionistas.

Para viabilizar a migração de regime, o governo tem de incluir um dispositivo na Constituição que autoriza o envio de um projeto de lei – complementar ou ordinária – para introduzir o novo modelo depois da aprovação da reforma. Será revelado ainda se o governo enviará o projeto para reformular a Previdência dos militares junto da PEC ou em outro momento.

Tramitação

O governo calcula que a reforma vai permitir uma economia de R$ 800 bilhões a R$ 1 trilhão nos próximos dez anos. Por se tratar de uma PEC, a reforma da Previdência precisa ser votada em dois turnos na Câmara e no Senado, com o apoio de no mínimo três quintos dos deputados e dos senadores em cada votação.


Gustavo-Bebianno.jpg

Ricardo Callado19/02/20194min

Por Karine Melo

Após um longo e acalorado debate, a Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle (CTFC) do Senado aprovou nesta terça-feira (19), por seis votos favoráveis e cinco contrários, um requerimento convidando o ex-ministro da Secretaria-Geral, Gustavo Bebianno, exonerado ontem (18), a dar explicações sobre o caso das supostas candidaturas laranjas em 2018. Inicialmente a ideia era pedir a convocação de Bebianno, mas depois da saída do governo, ele não pode mais ser obrigado a falar no Senado.
A data da audiência com Bebianno será definida pela CTFC caso ele aceite o convite.

“A melhor forma do senhor Bebianno se redimir pelos seus malfeitos é comparecer ao Senado e abrir o jogo, sem permitir que sua exoneração sirva pra varrer a sujeira para debaixo do tapete”, defendeu o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que protocolou o requerimento.

Bebianno, presidente do PSL na época da campanha eleitoral, é suspeito de irregularidades no repasse de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha para candidatas do partido. Ele nega participação nas irregularidades.

Questionamento

O líder do PSL, partido de Bebiano, Major Olímpio (SP), questionou a competência da comissão para interrogar o ex-ministro, tendo em vista que à época que ocorreram os fatos que estão sendo apurados, Bebianno não era ministro de governo. Para tentar impedir o convite, Olímpio fez um apelo aos senadores insistindo que o caso está sendo apurado tanto pela Justiça Eleitoral como pela Justiça Federal.

“Como membro do PSL de São Paulo, tenho todo interesse que seja esclarecida qualquer eventual prática de crime. O que estamos dileberando é a competência desta comissão em relação à atos do Executivo”, explicou.

Também sem sucesso, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) chegou a pedir a postergação da deliberação do requerimento, sob o argumento de esperar o andamento da apuração da Justiça Eleitoral e do Ministério Público. O emedebista acusou senadores de oposição de tentar desviar o foco da Casa da discussão de reformas, como a da Previdência que será enviada amanhã ao Congresso.

“A agenda é a reforma da Previdência e parece que estamos querendo amplificar uma crise para impedir a discussão de reformas. O ministro Sergio Moro vem hoje a essa casa [entregar a proposta de Lei Anticrime], essas são matérias que a sociedade quer o nosso envolvimento, o nosso debate. Eu não vejo onde a presença de um ex- ministro vai contribuir com essa pauta”, criticou Bezerra.


bebianno.jpg

Ricardo Callado18/02/20193min

Por Marcelo Brandão

O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, anunciou hoje (18) a exoneração do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno Rocha. Segundo ele, foi uma decisão de “foro íntimo” do presidente da República. Rêgo Barros leu uma nota oficial, em nome do presidente Jair Bolsonaro, informando que ele “agradece sua dedicação” e deseja “sucesso na sua nova caminhada”.
 O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, chega ao ministerio da Justiça e Segurança Pública, para reunião com o ministro, Sergio Moro
Gustavo Bebianno é exonerado da Secretaaria-Geral da Presidência – Valter Campanato/Agência Brasil

“O excelentíssimo senhor presidente da República decidiu exonerar, nesta data, do cargo de ministro, o senhor Gustavo Bebianno Rocha. O senhor presidente da República agradece sua dedicação à frente da pasta e deseja sucesso na nova caminhada”, disse Rêgo Barros, negando que a decisão pela exoneração tenha ocorrido há alguns dias.

O porta-voz confirmou que o general Floriano Peixoto assumirá de forma definitiva a Secretaria-Geral da Presidência.
A pasta é responsável pela implementação de medidas para modernizar a administração do governo e avançar em projetos em curso. É uma das pontes entre o Palácio do Planalto e a sociedade.

Exoneração

Bebianno, presidente do PSL na época da campanha eleitoral, é suspeito de irregularidades no repasse de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha para candidatas do partido.

Questionado, Bebianno negou participação nas irregularidades.

“Reitero meu incondicional compromisso com meu país, com a ética, com o combate à corrupção e com a verdade acima de tudo”, disse o ministro, em nota divulgada na semana passada.

O presidente Jair Bolsonaro determinou a investigação das candidaturas“laranjas”.


Blogueiros-de-Política-do-DF-elegem-nova-diretoria-da-ABBP-RADR-DF.jpg

Ricardo Callado14/02/20197min

Acontece nesta sexta-feira (15/02), a partir das 19h30, no salão nobre da Câmara Legislativa do Distrito Federal, a solenidade de posse da nova Diretoria Executiva da Associação Brasiliense de Blogueiros de Política (ABBP).

O jornalista Toni Duarte, editor do Radar-DF, foi eleito presidente e irá comandar nos próximos dois anos a entidade representativa do jornalismo digital no DF.

Além de jornalistas e blogueiros, prestigiarão o evento autoridades ligadas ao governo local, governo federal, deputados (federais e distritais) e senadores

A mais importante organização de blogueiros de política do País, a ABBP, realiza nesta sexta-feira a solenidade de posse de sua nova Diretoria Executiva e dos novos membros do Conselho Fiscal, Conselho de Ética, além  do presidente do Conselho de Fundadores. Todos foram eleitos no último dia 2 de fevereiro para o biênio 2019/2021.

Desde que foi fundada em novembro de 2014,  já passaram  pela presidência da associação o jornalista Francisco de Paula Lima Júnior (Professor Chico, já falecido), o jornalista Fred Lima e o jornalista Sandro Gianelli. Agora é a vez do jornalista Toni Duarte, um dos fundadores da entidade, assumir o cargo.

O novo presidente da ABBP seguirá com a missão de cumprir pautas importantes, como a de cobrar o cumprimento da Lei Orgânica do DF nº 74/2013, que destina 10% do orçamento anual da publicidade do GDF, das empresas de economia mista do governo  e da Câmara Legislativa para a mídia digital como os blogues.

Toni Duarte irá  primar pela efetiva consolidação da associação que nos últimos quatro anos de existência ganhou o respeito e o reconhecimento da classe  política e de outros segmentos da sociedade brasiliense.

“Hoje é impossível negar que a blogosfera política de Brasília, ligada a ABBP, ocupa cada vez mais um espaço que antes era dominado apenas pelos veículos de comunicação tradicionais. O jornalismo digital, aos poucos, está sendo menos opinativo e mais informativo, graças o compromisso assumido pelos nossos colegas  blogueiros de lidar com a verdade, princípio básico para a credibilidade”, disse Toni Duarte.

Segundo ele, a presença de experientes jornalistas, filiados a ABBP, com muitos quilômetros rodados nas redações de jornais, rádio e televisão, os quais pregam o “Jornalismo sem fake”, tornaram-se o espelho para a maioria dos blogueiros que hoje primam pela informação bem  checada.

“Sem dúvida o conteúdo jornalístico está cada vez melhor, graças a nossa associação,  o que faz muitos guardiões da notícia, a reavaliar a importância dos blogs jornalísticos que conseguem dar voz aos cidadãos”, aponta Toni Duarte.

Para o presidente eleito da ABBP, as novas mídias de Brasília têm sido uma crescente fonte de informação para os seus milhões de seguidores e muito do que gera atenção no meio virtual acaba virando notícia nos meios de comunicação tradicional. “Ou seja: quase sempre pautamos os jornalões da cidade”, disse Toni Duarte.

Ele destacou ainda que a blogosfera política teve um papel decisivo nas eleições de 2018, capaz de alcançar um grau de influência na escolha dos candidatos, segundo os mais diversos institutos de pesquisas. Daí a importância da ABBP e de seus conceituados blogueiros.

Veja abaixo os nomes da nova diretoria da ABBP 

Diretoria Executiva
Presidente: Toni Duarte
Vice: Ricardo Callado
Secretário: Poliglota
Tesoureiro: Aderivaldo Cardoso
Relações Públicas: Ana Paula Neves
Relações Institucionais: Hamilton Silva
Comunicação e Marketing: José Fernando Vilela

Conselho Fiscal:
Presidente: Rodrigo Merccucio
Conselheiro: Ricardo Lima
Conselheiro: Idovan Araújo
Suplente: Cláudio Ulhoa
Suplente: Sérgio Loros

Conselho Consultivo/Ética
Presidente: Josiel Ferreira
Conselheiro: Ricardo Noronha
Conselheiro: Guilherme Pontes

Conselho de Fundadores:
Presidente: Fred Lima
Conselheiro: Toni Duarte
Conselheiro: Sandro Gianelli
Conselheira: Ana Paula Neves
Conselheiro: Marc Arnoldi
Conselheiro: Guilherme Pontes
Conselheiro: Rodrigo Merccúcio
Conselheiro: Artur Benevides
Conselheiro: Idovan Araújo

Propostas apresentadas pela nova diretoria

1. • Cobrar o cumprimento da emenda à Lei Orgânica do DF, que estabelece a destinação de 10% do orçamento anual da publicidade para a mídia digital como os blogues.
• Incentivar e dar suporte aos blogues associados para que constituam empresa de comunicação digital para que estejam aptos a atuar no mercado publicitário.
• Reivindicar a criação de uma linha de crédito e outras formas de financiamento, com juros baixos, junto ao BRB com o objetivo de empreender e aumentar os negócios.
• Estabelecer parceria junto ao Sebrae para oferecer cursos de capacitação na área do empreendedorismo para seus associados.
• Criar regimento interno da ABBP.
• Retomar as sabatinas com duas edições mensais cujas pautas serão discutidas com a sociedade.
• Realizar no dia 7 de julho, Dia do Blogueiro, o primeiro Seminário Político da ABBP, como forma de melhorar e aprimorar o conhecimento de seus associados.
• Repaginar o portal de notícias da ABBP e criar perfis institucionais nas redes sociais.
• Criar a TV ABBP para entrevistar personalidades do mundo político e terá a participação de todos os associados por meio de revezamento.
• Instituir parcerias com instituições de ensino superior para oferecer cursos de extensão aos seus associados.


senador-izalci-.png

Ricardo Callado13/02/20191min

O senador Izalci Lucas (PSDB/DF) foi eleito, na tarde desta quarta-feira (13), presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo.

Considerada uma das comissões mais importantes do Senado Federal, a CDR trabalha para ajudar no desenvolvimento das cidades e o fomento de políticas públicas para o fomento do turismo.

Estreante no Senado, depois de um bom trabalho na Câmara dos Deputados, Izalci chegou sentando na janela.


hospital-israelita-albert.jpg

Ricardo Callado13/02/20192min

Por Fernanda Cruz e Andreia Verdélio

O presidente Jair Bolsonaro deve receber alta hoje (13) e deixar o Hospital Albert Einstein, na capital paulista, no início da tarde, informou o vice-presidente Hamilton Mourão. “No início da tarde está retornando, recuperado, capacitado e em condições de dirigir com mão firme e determinação todas essas tarefas que colocamos pela frente”, disse Mourão.
Segundo a assessoria de imprensa da Presidência, o presidente acordou bem e comeu, no café da manhã, um minipão francês, dois biscoitos de água e sal e uma fruta cozida.

Segundo o último boletim médico, de ontem (12) à noite, o presidente mantém boa evolução clínica, está afebril, sem dor abdominal e com o quadro pulmonar em resolução.

Bolsonaro está internado desde o dia 27 de janeiro, para a retirada a bolsa de colostomia e reconstrução do trânsito intestinal.

O vice-presidente participou nesta quarta-feira do Seminário de Abertura do Ano de 2019, promovido pela Revista Voto, em parceria com a Financial Times, em Brasília. O evento debate os rumos da economia e as perspectivas sobre a retomada de investimentos no país.


bolso-2.jpg

Ricardo Callado12/02/20194min

Secretário Rogério Marinho diz que presidente dará palavra final

Por Kelly Oliveira

O texto-base da reforma da Previdência foi concluído pela equipe de governo e agora aguarda a análise do presidente Jair Bolsonaro, ainda internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Segundo o secretário especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, que esteve hoje (12) reunido com o ministro da Economia, Paulo Guedes, em Brasília, o presidente dará a palavra final sobre o projeto que será enviado à Câmara dos Deputados.
“Evidente que existem pontos que serão levados à presença do presidente para que ele possa tomar sua posição, possa definir de que forma isso possa chegar à Câmara Federal”, disse Marinho.

O secretário não adiantou como ficou o texto da reforma e disse que foi construído com avaliação das diversas áreas do governo, além da contribuição de economistas e observação ao projeto enviado pelo ex-presidente Michel Temer ao Congresso.

Marinho disse que o texto final é “bem diferente” da minuta do projeto que vazou para a imprensa na semana passada. Nessa minuta, o governo proporia idade mínima única de 65 anos para homens e mulheres se aposentarem no Brasil. Além disso, a minuta de projeto ainda previa um mínimo de 20 anos de contribuição para o trabalhador receber 60% da aposentadoria chegando, de forma escalonada, até o limite de 40 anos, para o recebimento de 100%.

Perguntado sobre quando o projeto será apresentado à sociedade, Marinho respondeu que isso vai ocorrer o mais rapidamente possível. “Vamos aguardar que o presidente convalesça, que ele esteja em plena condição de exercício do seu mandato, que eu espero que seja amanhã ou quinta-feira, e, apresentado [o texto] ao presidente, ele vai definir o prazo”, disse o secretário.

Militares

Sobre a inclusão de militares na reforma, mais cedo o senador Major Olímpio, líder do PSL, disse, ao deixar o Ministério da Economia, que os próprios militares apresentaram uma proposta para a Previdência.

“Os próprios comandantes militares, o ministro da Defesa [general Fernando Azevedo] têm se debruçado sobre isso. Os militares que estão fazendo propostas. Tudo vai cair aqui dentro da área técnica, da área econômica. Os militares, que são sempre solução para o nosso país, não são problema, também estão fazendo suas propostas. Vamos ver a viabilidade dessas propostas”, disse.

O senador também esteve reunido com Guedes, no ministério.


bolso-1.jpg

Ricardo Callado12/02/20191min

Por Fernanda Cruz

O presidente Jair Bolsonaro defendeu hoje (12), no Twitter, o investimento, por meio de patrocínio da Caixa Econômica Federal, em atletas portadores de deficiência.
“A inserção social de deficientes por meio do esporte é mais uma das frentes de investimento do novo Brasil que almejamos”, diz a mensagem.

O vídeo compartilhado junto com a mensagem mostra que o projeto Caixa Mais Brasil visitou Rio Branco, no Acre, onde os atletas com deficiência treinam num Centro de Iniciação ao Esporte financiado pelo banco.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que a instituição pretende mudar a política de investimentos, dando prioridade ao esporte de base e de grupos comunitários, em vez de grandes clubes.


bolso-boechat.png

Ricardo Callado11/02/20194min

Por Paula Laboissière

O presidente Jair Bolsonaro lamentou a morte do jornalista Ricardo Boechat  em um acidente de helicóptero na tarde de hoje (11). Por meio de seu perfil na rede social Twitter, Bolsonaro escreveu: “É com pesar que recebo a triste notícia do falecimento do jornalista Ricardo Boechat, que estava no helicóptero que caiu hoje em SP. Minha solidariedade à família do profissional e colega que sempre tive muito respeito, bem como do piloto. Que Deus console a todos!”.

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, escreveu em seu Twitter “manifesto meus sentimentos às famílias de #RicardoBoechat e do piloto do helicóptero, aos profissionais da Rede Bandeirantes, rádio e televisão, extensivos à classe jornalística, pela triste notícia do acidente que os vitimou. Deus no comando.”

Também lamentaram a morte de Boechat pelas redes sociais e os presidentes da Câmara, deputado Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre. “Recebo com tristeza a informação sobre a morte do jornalista Ricardo Boechat e do piloto do helicóptero que caiu nesta manhã. Boechat foi um dos grandes comunicadores do nosso país e uma referência de bom jornalismo e independência. Minha solidariedade a seus familiares e amigos”, tuitou Maia.

Já Alcolumbre disse que recebeu a notícia com tristeza e consternação: “Era um profissional reconhecido pelo trabalho e senso crítico aguçado revelado nos principais meios de comunicação do país”. Ele lembrou que o jornalista nasceu na argentina e se solidarizou com os familiares de Boechat.

Ricardo Boechat, de 66 anos, morreu na queda de um helicóptero no início da tarde desta segunda-feira em um dos acessos da Rodovia Anhanguera, que liga a capital paulista ao interior. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o piloto da aeronave também morreu carbonizado. O motorista de um caminhão atingido no acidente foi resgatado pelo serviço da concessionária que administra a via. O fogo no local foi controlado.

* Colaborou Andreia Verdélio


ibaneis-2.jpg

Ricardo Callado08/02/20194min

Entidade beneficente de assistência social atende a população carente oferecendo serviços na área da saúde.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, doará seu salário, até o mês de dezembro deste ano, para a Casa do Ceará, entidade beneficente de assistência social que atende a população carente com oferta serviços diversos, entre eles, de saúde. O anúncio da doação ocorreu nesta sexta-feira (8), durante uma reunião em que os dirigentes da entidade pleitearam diversas ações em parceria com o governo local, no Palácio do Buriti.

“Durante a campanha, me comprometi a doar minha remuneração para instituições de caridade. O trabalho realizado pela Casa do Ceará me deixou bastante sensibilizado. Sei que é uma instituição séria e acompanho o trabalho desses dirigentes”, ressaltou o governador, ao informar que o rendimento, após o abatimento do imposto de renda e seguridade social, é de aproximadamente R$ 18.501,00 mensais.

PARCERIA COM A SOCIEDADE CIVIL

O chefe do Executivo relatou que os governos hoje não têm mais capacidade financeira para atender a toda a comunidade carente. “Essa é uma iniciativa muito boa da sociedade civil organizada que se coloca à disposição da sociedade e precisa do apoio do governo. Temos muitas pessoas de bem na sociedade que podem encampar esse trabalho de melhoria das condições de saúde, de vida e de trabalho”.

“Trouxemos nossos pleitos e ficamos muito impressionados com o gesto do governador em doar o seu salário durante este ano. Nossa casa fica muito feliz. Podemos ampliar esses atendimentos, que somam um número bastante significativo de pessoas que não têm com que pagar pelos serviços”, frisou o presidente da Casa do Ceará, Osmar Alves.

Durante o encontro, o governador solicitou ao secretário de Saúde, Osnei Okumoto, que realize uma visita técnica para avaliar a possibilidade se firmar uma parceria para ampliar os atendimentos na área de saúde, prestados pela entidade beneficente.

“A Casa do Ceará faz um trabalho belíssimo. Vamos visitar o espaço, observar as condições de atendimento na área de saúde e a possibilidade de fazer o credenciamento de alguns serviços para ampliá-los e disponibilizarmos o melhor atendimento para as pessoas”, ressaltou o secretário.

SERVIÇOS

Atualmente, a instituição presta serviços odontológicos, que incluem colocação de aparelhos ortodônticos, canais, restaurações e limpezas, somando aproximadamente 12 mil atendimentos por ano. Há, ainda, a doação de próteses, que chegam a cerca de 60 ao ano.

A Casa do Ceará também faz aproximadamente 14 mil consultas anuais de clínica médica, cardiologia, pediatria, oftalmologia, otorrinolaringologia, endocrinologia, ginecologia, neurologia, psiquiatria, psicologia, nutrição, fisioterapia, entre outros.

“Essa parceria com a casa do ceará certamente vai ampliar o atendimento na área médica e odontológica, e também o acolhimento realizado pela Instituição de Longa Permanência para idosos, mantida pela Casa do Ceará”, finalizou o governador.

(Da Agência Brasília, com informações da Secretaria de Saúde)



Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias