Arquivos Concurso Público - Blog do Callado

novacap.jpg

Ricardo Callado08/09/20182min

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) informa que o concurso público foi retomado e a data das provas foi marcada para 9 de dezembro (9/12). O certame havia sido suspenso em junho último em  cumprimento à decisão, Nº 2922/2018, do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF).

À época, o TCDF determinou a suspensão das provas especificamente para o cargo de Advogado, em atendimento a uma representação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF), em razão da não participação da OAB e da procuradoria Geral do Distrito Federal (PGDF) na constituição da Comissão de Organização  e exame. Conforme estabelece o artigo 9º da Lei 5.369/2014.

“Com a conclusão dos trabalhos da comissão, foi incluída no cronograma a realização de prova discursiva para o cargo de advogado, sendo este um dos motivos do adiamento. A prova será então realizada no dia nove de dezembro cumprindo assim o que determina a lei que é de um prazo de 90 dias para a realização das provas quando há alteração de conteúdo programático”, explicou Júlio Menegotto, presidente da Novacap.

O concurso da Novacap teve mais de 76 mil inscritos confirmados, “o que demonstrou que conseguimos democratizar as inscrições com preços acessíveis à população”, afirmou o Menegotto.

Entre as vagas disponíveis para nível superior estão os cargos de geólogo (1), administrador (1), advogado (9), engenheiro civil (27), agrônomo (7), médico do trabalho (1), dentre outros. Para nível médio, haverá vagas para assistente administrativo (3), técnico agrícola (12), técnico em edificações (14), dentre outros.


professor.jpg

Ricardo Callado04/09/20185min

Os salários para o cargo de professor temporário variam de R$ 1.929,43 a R$ 3.858,87, dependendo da jornada de trabalho

O edital de abertura do concurso de Professor Temporário da Secretaria de Estado de Educação do DF (SEEDF), cuja banca organizadora será o Instituto Quadrix, foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), na segunda-feira (3/9). A seleção fará a contratação de profissionais substitutos para atuarem na rede pública de ensino da capital a partir de 2019 e pelo prazo máximo de dois anos.

Os contratados podem cumprir uma jornada de 20 ou 40 horas semanais. O primeiro irá receber R$ 1.929,43, enquanto o segundo R$ 3.858,87. Em todos os casos, serão incluídas gratificações, entre elas, a Gratificação de Atividade Pedagógica (GAPED) no valor de R$ 578,83, para aqueles com carga horária de 20h e R$ 1.157,66 para jornadas de 40h semanais.

Entre as novidades do edital está a inclusão de conteúdos como diretrizes de avaliação educacional, defasagem escolar, Lei Complementar Distrital nº 840/2011, Lei nº 8.069/1990 (dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente) e, na parte de atualidades, o item Realidade étnica, social, histórica, geográfica, cultural, política e econômica do Distrito Federal e da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (RIDE).

Para a especialista em conhecimentos pedagógicos do IMP Concursos, Madalena Coatio, as tendências pedagógicas merecem destaque. “Outros assuntos que merecem um olhar mais atento: avaliação, currículo, projeto político pedagógico, Educação de Jovens e Adultos, Educação Especial, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB (em especial os artigos 3, 4, 23, 24, 26) e bases psicológicas da educação (somente para o cargo de Atividades)”, lista.

Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, além de perícia médica, de caráter eliminatório, destinada àqueles que se declararem com deficiência. Todas as fases do processo ocorrerão no DF.

A prova objetiva será composta de 100 itens com valor de 100 pontos. As questões serão divididas entre conhecimentos básicos (30), complementares (30) e específicos (40). O processo terá duração de três horas e a aplicação ocorrerá no dia 14 de outubro.

Segundo Coatio, o aluno precisa se ater à qualidade do material que for usar como base, estudar em um lugar calmo e evitar a dispersão. “Aconselho, inclusive, se desvencilhar das redes sociais”, aponta. Sobre o método de estudo, ela indica a resolução de exercícios. “A revisão diária dos conteúdos estudados é fundamental para a realização de uma boa prova. Por meio de exercícios, aprende-se muito e se esclarece inúmeras dúvidas”.

Em relação à banca escolhida, a professora afirma que embora o Quadrix não tenha tradição nesse tipo de prova, os itens do último concurso foram muito bem elaborados. “A última prova exigiu do candidato que ele conseguisse interligar os diversos conteúdos, sobretudo, da parte pedagógica. O candidato que estuda por palavras soltas ou apenas decorando os conteúdos, certamente, terão dificuldade um pouco maior em relação aos que conseguem articular os conteúdos”, avalia.

A contratação do professor substituto se dará para suprimento de carências provisórias e temporárias decorrentes de afastamentos legais de professor efetivo da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF).  Não há número de vagas estabelecido, os aprovados serão chamados de acordo com a necessidade da SEEDF.

As inscrições poderão ser feitas no site do Quadrix, a partir das 10h de 14 de setembro e vão até às 23h59 de 4 de outubro. O valor da taxa será de R$ 60,00 para o regime de 40h e de R$ 30,00 para 20h. O pagamento deve ser efetuado até 5 de outubro. O resultado final será publicado no dia 29 de novembro, depois de concluídas todas as etapas.


Sala_de_Aula_Divulgacao.jpg

Ricardo Callado14/08/20182min

Com aproximação da realização das provas para a Câmara Legislativa do Distrito Federal, intensificar os estudos é ainda mais importante. Pensando em dar uma forcinha para quem está se preparando, o IMP Concursos Online vai realizar uma programação intensiva de transmissões ao vivo totalmente gratuitas durante toda a semana.

Para assistir basta acessar:  https://www.youtube.com/user/tempodeconcurso.

Nesta quarta-feira, 15/08, às 12h30, o professor Antônio Geraldo vai falar sobre Raciocínio Lógico, com direito à resolução de várias questões da banca organizadora. Na quinta-feira, 16/08, às 12h30, a professora Raquel Cesário vai dar dicas de português e redação.

Na sexta-feira, 17/08, às 12h, a professora Andréia Ribas vai ministrar uma aula sobre Gestão de Pessoas. Para participar basta acessar o canal do youtube (IMP Concursos Online Oficial).

E tem mais, para receber todos os avisos, além de conteúdos gratuitos e dicas exclusivas, é só se inscrever pelo link (https://bit.ly/2Ot1rVq).

Dúvidas e mais informações pelo telefone 3031-5789.


Sala_de_Aula_Divulgacao.jpg

Ricardo Callado06/08/20183min

Evento será realizado no IMP Concursos da Asa Sul

Com a iminência do concurso do Ministério Público da União (MPU), o déficit atual é de 1.795 servidores em todo o país e a expectativa é que o edital de abertura seja lançado neste semestre, o IMP Concursos (603 sul) vai realizar um dia inteiro de conteúdo exclusivo sobre o certame. Além das aulas, o evento vai contar com uma palestra especial com o Subprocurador-Geral da República, Carlos Alberto Vilhena.

Serão oito horas de aula nas quais serão contempladas as principais disciplinas do concurso. O evento acontecerá no sábado, 11/8, das 8h às 18h, na unidade da Asa Sul (603) e está sujeito à lotação. As inscrições devem ser feitas através do site (www.impconcursos.com.br). Mais informações pelo telefone 3029-9700.

Entre os professores confirmados estão o especialista em administração pública José Wesley, o professor João Trindade que vai falar sobre Legislação Aplicada ao MPU, a especialista em Direito Constitucional Nelma Fontana, o especialista em direito administrativo José Trindade, o professor de matemática e especialista em raciocínio lógico José Carlos, além da especialista em língua portuguesa Aline Rizzi, que vai dar dicas sobre redação e interpretação de texto, entre outros. Confira a programação completa:

 

Palestrante – Convidado Especial.

Carlos Vilhena

Subprocurador-Geral da República e Secretário de Relações Institucionais do MPU.

 

Alex Lopes Pereira

Especialista em informática.

 

Aline Rizzi

Professora de Língua Portuguesa, especialista em Redação Oficial, Produção de Textos e Interpretação de textos.

 

Andréia Ribas

Especialista em Gestão de Pessoas.

 

João Trindade

Especialista em Legislação Aplicada ao MPU.

 

José Carlos

Professor de matemática, especialista em raciocínio lógico.

 

José Trindade

Especialista em Direito Administrativo

 

José Wesley

Especialista em Administração Geral e Pública.

 

Nelma Fontana

Especialista em Direito Constitucional.

 

Serviço:

Data: 11/08

Endereço: L2 Sul SGAS 603 Conjunto “C”

Horário: 8h às 18h

Telefone: 3029-9700

Inscrições: www.impconcursos.com.br


camara-cldf.jpg

Ricardo Callado26/07/20183min
Foto: Pedro Ventura

As inscrições para o concurso público da Câmara Legislativa do Distrito Federal foram prorrogadas até a próxima sexta-feira (27), às 14h (horário de Brasília). O prazo inicial terminava nesta quarta-feira, mas a banca organizadora do certame, Fundação Carlos Chagas, decidiu ampliar o prazo, após consulta ao Legislativo local.

O concurso oferece 86 vagas em diversos cargos, sendo 56 de nível superior e 30 de nível médio, além de previsão de formação de cadastro de reserva. Os seis editais do concurso público foram publicados em 30 de maio. As inscrições estão abertas desde 25 de junho e devem ser feitas pela internet, no site da Fundação Carlos Chagas. As provas objetivas, que serão realizadas em setembro, não foram alteradas.

Conforme os editais, as inscrições para os cargos de nível superior, ou seja, para consultor legislativo, consultor técnico-legislativo, inspetor de polícia legislativa ou procurador legislativo, custam R$ 78,00. Já os candidatos aos cargos de técnico-legislativo, que exige escolaridade de nível médio, deverão pagar R$ 54,00. As remunerações iniciais são de R$ 15,8 mil e R$ 10,6 mil para os cargos de nível superior e de nível médio, respectivamente.

Em caso de dúvidas, os candidatos devem entrar em contato diretamente com o Serviço de Atendimento ao Candidato (SAC) da Fundação Carlos Chagas por meio do telefone (11) 3723-4388, de segunda a sexta-feira (em dias úteis), das 10h às 16h (horário de Brasília), ou pelo “Fale Conosco” no endereço eletrônico www.concursosfcc.com.br.


cldf-1024x681.jpg

Ricardo Callado25/06/20183min

Previsão é preencher 86 vagas imediatas. Salários vão de R$ 11.182,69 a R$ 16.673,35

Começou nesta segunda-feira (25) o período de inscrição para o concurso da Câmara Legislativa do Distrito Federal. O prazo vai até 25 de julho. As taxas variam de R$ 54 (nível médio) a R$ 78 (superior).

O concurso pretende preencher 86 vagas imediatas, que preveem remuneração de R$ 11.182,69 a R$ 16.673,35.

De acordo com o edital, a primeira parte das provas – a objetiva – ocorre em 16 ou 23 de setembro, dependendo dos cargos almejados.

Serão cobrados conteúdos como cultura geral (língua portuguesa, direito constitucional, direito administrativo, processo legislativo, realidade do Distrito Federal, e língua estrangeira) e conhecimento específico para as funções.

Informações importantes

  • Período de inscrições: de 25 de junho a 25 de julho
  • Preço: de R$ 54 (nível médio) a R$ 78 (superior)
  • Vagas: 86 imediatas
  • Remuneração: de R$ 11.182,69 a R$ 16.673,35

Com informações do G1


cldf-2-1024x621.jpg

Ricardo Callado21/06/20184min

Pensando nos candidatos que se preparam para o concurso público da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), o IMP concursos vai realizar, no dia 01/07, domingo, um simulado comentado inédito e gratuito, com questões formuladas pelos professores do IMP, no mesmo formato cobrado pela banca responsável pelo concurso, a Fundação Carlos Chagas.

Essa é uma oportunidade para os candidatos testarem seus conhecimentos e se familiarizarem com o ambiente da prova e com o que será cobrado.  Com duração de três horas, as questões abarcarão todas as matérias do concurso para os cargos de Técnico Legislativo. A prova será realizada nas unidades da Asa Sul e Águas Claras, no período da tarde – das 14h às 17h.

Aplicada em uma só etapa, a prova é de caráter classificatório geral, compreendendo 60 questões objetivas de múltipla escolha, com cinco alternativas cada, sendo 30 (trinta) questões de Conhecimentos Básicos (peso 1) e 30 (trinta) questões de Conhecimentos Específicos (peso 2).

O candidato receberá Cartão Informativo por e-mail com as indicações de data, horários e local de prova, sendo de exclusiva responsabilidade do candidato a manutenção e atualização de seu endereço eletrônico. Para consultar o regulamento do simulado, basta acessar o site, www.impconcursos.com.br.

As questões corrigidas serão disponibilizadas no https://www.youtube.com/user/institutoimp, no dia 02/07, com comentários da equipe de professores do IMP. As notas finais dos participantes serão calculadas conforme o edital do concurso da Câmara, contando o total de acertos de cada candidato em cada prova, com média e desvio padrão dos acertos de todos os candidatos em cada prova.

A metodologia de correção, que segue padronização do certame, é uma forma de ajudar os concursandos a avaliar o seu desempenho em relação aos demais, permitindo que a posição relativa reflita sua classificação. E como um incentivo a mais, do primeiro ao décimo lugar, haverá premiações, entre elas, bolsas de estudo no IMP e combo de livros. A divulgação do resultado final será no dia 10 de junho.

Serviço:

Inscrição: gratuita, até o dia 24/06, por meio do site www.impconcursos.com.br.

Prova: 01/07

Horário: 14h00 às 17h00

Local: IMP Asa Sul –  L2 Sul  SGAS 603 Conjunto C

IMP Águas Claras – Avenida Jacarandá, lote 16

Correção comentada: 02/07

Resultado final: 10/07


Polícia-Federal-em-Curitiba.jpg

Ricardo Callado19/06/20184min

Edital publicado com 500 vagas e salários chegam a R$30 mil

Concursandos interessados em uma carreira policial estão comemorando a divulgação do edital para o concurso público da Polícia Federal, com o total de 500 vagas de nível superior, sendo 150 para Delegado, 60 para Perito Criminal, 80 para Escrivão, 30 para Papiloscopista e 180 para Agente.

Para os Agentes, Papiloscopistas e Escrivães, na segunda classe, as remunerações, com o benefício, são de R$ 12.940,69 em 2018, indo para R$ 13.502,41 em janeiro de 2019. Para a primeira classe, R$ 15.067,83 em 2018, indo para R$ 15.725,27 em 2019. Na classe especial, R$ 18.306,60 em 2018, mudando para R$ 19.109,79 em 2019. Já para Perito e Delegado, na segunda categoria, R$ 23.710,07 em 2018, indo para R$ 24.756,42 em 2019. Na primeira, R$ 27.105,60 em 2018, indo para R$ 28.304,74 em 2019. Finalmente, na classe especial, R$ 30.062,70 em 2018, indo para R$ 31.394,91 em 2019.

O professor e especialista em Direito Penal do IMP Concursos, Carlos Alfama, dá algumas dicas para quem vai concorrer a uma vaga. Segundo ele, entre os pontos positivos da carreira está a possibilidade de atuar no combate à corrupção, a existência de um plano de carreira com uma excelente remuneração e a atividade dinâmica da polícia.

Confira abaixo todas as dicas dadas pelo especialista:

Acredita que quem iniciar os estudos agora consiga passar? 

Com certeza! O edital é extenso, mas começando a preparação com antecedência é possível obter a aprovação.

Será um concurso muito concorrido?
Sim, o Departamento de Polícia Federal é um dos órgãos mais respeitados do serviço público e há milhares de pessoas que sonham em ocupar um dos seus cargos.

Quais as disciplinas que devem ter maior atenção?
As criminais, com certeza: Penal, Processo Penal e Legislação Penal Especial.

O concurso conta com prova objetiva, prova discursiva e prova oral, certo? Quais as dicas essenciais para cada etapa?

Para todas as provas é importante que o candidato faça um estudo aprofundado de todos os tópicos do edital, além da resolução de muitas questões.

Para finalizar, alguma dica pessoal?

Comecem a preparação agora. Mudem a rotina e se dediquem o máximo possível a esse sonho. Vai valer a pena!


slu.jpg

Ricardo Callado11/06/20182min

Edital deve ser publicado em até 180 dias. Outras 100 pessoas vão compor quadro de cadastro reserva

O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) vai contratar 50 pessoas para ocupar o cargo de analista de gestão de resíduos sólidos.

extrato de autorização do concurso foi publicado nesta segunda-feira (11) no Diário Oficial do Distrito Federal, e o edital deve sair em até 180 dias.

O certame também formará um cadastro reserva de 100 pessoas. A seleção foi autorizada pelo Comitê de Políticas de Pessoal da Câmara de Governança Orçamentária, Financeira e Corporativa do DF.

De acordo com o secretário-adjunto do Serviço de Limpeza Urbana, Paulo Celso dos Reis, o último processo seletivo ocorreu em 1991.

“O SLU tem muito contrato com equipe terceirizada, e a função será para nível superior trabalhar na gestão dos contratos.”


concurso.jpg

Ricardo Callado05/06/20183min

Para serem realizados, os certames precisam ser autorizados três meses antes do pleito

O assunto gera muito dúvida, principalmente entre os concursandos, que são os principais interessados. Mas afinal, concursos públicos em ano eleitoral podem ou não ser realizados? De acordo com a professora de Direito Constitucional do IMP Concursos, Denise Vargas, a regra é clara e está explícita na Lei nº 9.504/97, artigo 73, que é a Lei de Eleições.

“Existe um desconhecimento na questão de realização de concursos e nomeações nesta época eleitoral. Mas as regras não são difíceis de serem entendidas”, explica.

Entenda melhor como funciona:

Publicação de editais: Em relação à publicação de editais, o especialista ressalta que não há impedimento nesses períodos eleitorais. Eles podem ser lançados em qualquer época do ano.

Nomeação: Nesse período fica proibida a nomeação de aprovados em concursos que não foram homologados até três meses antes do dia de votação, 6 de julho. A exceção fica assim: se o certame tiver homologação três meses antes das eleições, a nomeação fica liberada.

Homologação: Pode ser em qualquer mês do ano. Inclusive, outubro, mês das eleições. Mas se ela ocorrer depois de julho, a nomeação dos aprovados fica vedada, sendo liberada em 2015.

Posse: A posse fica autorizada a partir de 1º de janeiro de 2015 para cargos do Executivo e 1º de fevereiro cargos do Legislativo.

Segundo Denise, a lei serve para evitar o uso da máquina pública na campanha eleitoral. Porém, não existe proibição quanto à nomeação de servidores para Tribunal de Contas da União (TCU), Ministério Público (MP) e Judiciário, pois estes órgãos não têm integrantes que podem se candidatar e serem eleitos.



Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias