Arquivos Destaques - Blog do Callado

sefaz-df-autoriza-abrir-concursos.jpg

Ricardo Callado18/12/20181min

Selecionado por meio de pregão, Cebraspe será responsável pelo certame para a Receita do DF. Inscrições custarão R$ 55

A Secretaria de Fazenda assinou, nesta segunda-feira (17), contrato com o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

A empresa — selecionada por meio de pregão — será responsável por organizar concurso público para auditor fiscal da Receita do Distrito Federal. O valor estimado do contrato é de R$ 688.875.

Segundo a pasta, estão previstas 120 vagas — 40 para contratação imediata e 80 para cadastro de reserva. A inscrição custará R$ 55.

O salário inicial para o cargo de auditor fiscal da Receita do DF é R$ 14.970.


aluguel-brasilia.jpg

Ricardo Callado18/12/20182min

Por Vitor Abdala

O dado foi divulgado hoje (18), no Rio de Janeiro, pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Apesar da deflação da segunda prévia de dezembro, o IGP-M continua com inflação de 7,46% em 12 meses.

A queda da taxa de novembro para dezembro foi puxada pelos três subíndices. O Índice de Preços ao Produtor Amplo, que analisa o atacado, teve deflação de 1,74% na segunda prévia de dezembro, uma queda de preços maior que a observada em novembro (-0,62%).

O Índice de Preços ao Consumidor, que analisa o varejo, anotou deflação de 0,05% em dezembro. Em novembro, havia registrado inflação de 0,11%. Já a inflação do Índice Nacional de Custo da Construção caiu de 0,28% em novembro para 0,1% em dezembro.


Caldas-Novas.jpg

Ricardo Callado18/12/20181min

A Polícia Federal e o Ministério Público (MP) de Goiás deflagraram hoje (18) a Operação Circo da Morte para combater grupo de extermínio formado por policiais militares (PMs).

Segundo o MP de Goiás, o grupo atuava nos municípios de Alto Paraíso, Caldas Novas e Santo Antônio do Descoberto.

Os policiais cumprem desde cedo cinco mandados de prisão contra PMs e nove de busca e apreensão, todos na cidade de Caldas Novas.

Operação Circo da Morte conta também com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Corregedoria da Polícia Militar do Estado de Goiás.


bolsonaro-2.jpg

Ricardo Callado18/12/20182min

Por Ana Cristina Campos

Ao longo da Esplanada, haverá quatro pontos de revista pessoal. A Esplanada contará com postos médicos, pontos de água, banheiros e telões. Vendedores ambulantes serão proibidos na Esplanada.O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Sérgio Etchegoyen, informou que ainda não foi decidido se Bolsonaro vai desfilar em carro aberto. “O presidente eleito ainda não manifestou sua preferência”, disse.

Segundo o ministro, o planejamento está adotando medidas e precauções para garantir a segurança do presidente eleito, das autoridades e do público. “A Esplanada estará absolutamente segura para o dia da posse”, acrescentou.

De acordo com Etchegoyen, a Esplanada será interditada a partir de 0h do dia 30 de dezembro. No dia 31, não haverá expediente de servidores.

Segundo o Palácio do Planalto, não poderão ser levados para a Esplanada dos Ministérios no dia da posse armas de fogo, objetos cortantes, drones, produtos inflamáveis, fogos de artifício, apontadores laser, sprays, garrafas, bebidas alcoólicas, guarda-chuva, animais, bolsas e mochilas, máscaras, e carrinhos de bebê.


festa-fim-de-ano.jpg

Ricardo Callado18/12/20186min
Estudos apontam que na época do fim do ano casos de ansiedade e depressão aumentam e trazem consigo males à saúde cardiovascular
Contagem regressiva para 2019. Enquanto a época das festas de fim de ano deixa uma parte da população mais feliz e cheia de esperanças para o início de um novo ciclo, outra parte é tomada por sentimentos como ansiedade, tristeza e melancolia. Segundo uma pesquisa da International Stress Management Association, o estresse individual aumenta 75% e atinge 80% da população no período que vai da última semana de novembro até o fim de dezembro. Por isso, nos prontos-socorros há aumento dos casos relacionados à ansiedade e depressão.
O fenômeno, que é conhecido como “Síndrome do Fim do Ano” ou “dezembrite”, pode afetar não só o emocional, mas também o fisiológico. De acordo com o cardiologia do Instituto do Coração de Taguatinga (ICTCor), Dr. Henrique Maia, o responsável por isso é o hormônio que estes sentimentos liberam no organismo. “Estados emocionais como esses liberam cortisol no sangue. Níveis elevados deste hormônio causam aumento da frequência cardíaca e do nível de açúcar no sangue, diminuição da produção de insulina e constrição dos vasos sanguíneos. Isso pode trazer problemas como diabetes, hipertensão, infarto e derrames”, explica.
Por conta disso, o especialista garante que não basta só cuidar do corpo, é importante também cuidar da mente. A dica serve para quem é fisiologicamente saudável e, principalmente, para quem já tem alguma doença cardíaca. “Os pacientes reagem às doenças cardíacas de formas diferentes. É comum que apareçam mecanismos de defesa como negação, deslocamento ou agressividade. O acompanhamento psicológico é de grande ajuda, tanto no processo de aceitação do problema de saúde, tanto na melhora da adesão ao tratamento, que nem sempre é simples”, relata Dr. Henrique.
Porque isso acontece?
Afinal, porque uma época que carrega uma tradição tão positiva causa, para alguns, sentimentos prejudiciais? De acordo com a psicóloga do corpo clínico do ICTCor, Marianna Cruz, isso se dá pelo simbolismo de fechamento de ciclo, que traz reflexões do desempenho e aproveitamento que cada pessoa fez do seu tempo. “Se a pessoa não viveu dentro de seu propósito de realizações, é comum que ela entre em um ciclo de autocobrança intensa. A insatisfação mina as energias e prejudica a autoconfiança e autoestima das pessoas. Esse processo costuma acontecer também em vésperas de aniversário”, relata.
Como evitar?
Uma vez que é inevitável passar por esta época do ano, como blindar o coração dos males que algum desequilíbrio psicológico pode vir a trazer para ele? Marianna recomenda o desenvolvimento de uma postura mais respeitosa, amorosa e compreensiva consigo mesmo. “É importante entender que a autocobrança não é uma qualidade. Ela impede que nós façamos mudanças e reconheçamos o que temos de bom, nossas conquistas”, garante a psicóloga, que compara a prática da autocobrança com andar em um carro com o freio de mão puxado.
Ainda segundo a especialista, o primeiro passo para isso é ser grato. “A gratidão é uma das forças fundamentais para o fortalecimento da saúde emocional do ser humano. O hábito de agradecer traz bem-estar, aumenta a autoestima e, consequentemente, traz forças para gerar mudanças. Respeite suas limitações, se valorize e agradeça pequenas conquistas”, indica.
Para finalizar, Marianna ressalta a importância de procurar um profissional. “Caso a pessoa não consiga colocar isso em prática sozinha, a psicoterapia é extremamente indicada”, garante, reafirmando que o acompanhamento psicológico é essencial, principalmente para os cardiopatas. “Passar por momentos emocionalmente difíceis pode agravar bastante quadros de doenças cardíacas, mesmo naqueles pacientes que mantenham hábitos saudáveis. É preciso ter um equilíbrio entre mente e corpo, com acompanhamento cardiológico e psicológico”, recomenda.

Tabata-Amaral.jpg

Ricardo Callado18/12/20186min

A deputada federal Tabata Amaral, eleita em 2018 pelo PDT de São Paulo, está realizando um processo seletivo para recrutar as pessoas que irão compor o seu gabinete. Aos 24 anos e garota prodígio da periferia que conseguiu se formar em Harvard (https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/10/garota-prodigio-da-periferia-tabata-amaral-e-a-sexta-deputada-federal-mais-votada-em-sao-paulo.shtml ), ela foi a sexta deputada federal mais votada do estado e agora inaugura, com os colegas Alessandro Vieira (senador pela REDE de Sergipe) e Felipe Rigoni (deputado federal pelo PSB do Espírito Santo), um novo formato de contratação no Congresso Federal, que foge da famosa “indicação política”.

As inscrições vão até a próxima sexta-feira, 21/12, e abrangem cargos como assessor legislativo, coordenador de comunicação, assessor político, coordenador de agenda política, assessor e assistente de comunicação.

A seleção será feita com a curadoria da Fundação Estudar e do Legisla Brasil, duas organizações do terceiro setor especializadas em recrutamento e seleção.

  • Mais informações e inscrições:

https://www.talentoscongresso.com/

https://www.facebook.com/tabataamaralSP/

 

Gabinete Compartilhado e talentos no Congresso

Os três são parlamentares recém eleitos integrantes do ACREDITO, movimento de renovação política criado há um ano e meio por jovens que querem mudar a forma como se faz política no Brasil e lutar pela diminuição das desigualdades.

Ao mesmo tempo em que inovam ao optar por uma seleção para a contratação dos funcinonários, eles também estão lançando um programa de recrutamento de talentos para a estrutura de Gabinete Compartilhado entre os três – um Coworking no Congresso.  Neste espaço, pessoas dos diferentes gabinetes usam o mesmo espaço e trabalham juntos como uma startup política. A ideia surgiu com o objetivo de montar um time de alta performance para  apoiá-los na gestão dos  seus mandatos.

A ideia é ter uma equipe altamente capacitada que possa dar suporte à estratégia de atuação política conjunta dos eleitos.  A iniciativa também visa economizar recursos através de ganhos de sinergia  na contratação de pessoas para trabalharem juntas em demandas comuns aos três parlamentares no Congresso.

Os selecionados formarão uma equipe e trabalharão em um mesmo espaço físico em funções como pesquisa e levantamento de dados, avaliação de impacto de políticas públicas e assessoria jurídica. Há vagas para “hackers políticos” do sistema, que irão ajudar monitorando os três poderes. A estrutura pretende também  implantar boas práticas de compliance, termo usado em empresas para auditoria de processos e garantia do bom comprimento das e dos códigos de ética e conduta.

O processo seletivo Talentos no Congresso funcionará como um programa de trainee, com uma seleção rigorosa em várias etapas feita para cargos chave do gabinete de cada um dos 3 eleitos e para a equipe multifuncional que irão compartilhar. O processo começa dia 6 de Dezembro e termina no fim de janeiro, dia 23.  São mais de 40 vagas no total, somando-se os 3 gabinetes individuais de cada parlamentar e  a quarta estrutura, o gabinete compartilhado  que irá ser criado por eles.

As  principais etapas são: Análise de CV; testes online de raciocínio lógico e perfil profissional; envio de vídeo; teste de alinhamento de valores e integridade ética; entrevista por competências; entrevista com chefes de gabinetes e painel final com os eleitos.

Todos os eleitos do Movimento Acredito estão comprometidos com valores como eficiência no uso do recurso público e diversidade em seus gabinetes. Pretendem estabelecer uma rotina de gestão de pessoas com metas, avaliações de desempenho ao longo do mandato.


cldf-1024x681.jpg

Ricardo Callado17/12/20186min

Com a aprovação, na tarde desta segunda-feira (17), em segundo turno e redação final, do Orçamento do Distrito Federal para o exercício de 2019, a Câmara Legislativa encerrou os trabalhos, em plenário, da sétima legislatura. Nesta terça (18) e quarta-feira, a CLDF funcionará a partir das 13h e entrará em recesso de 20 de dezembro até o último dia do ano. Em 1º de janeiro volta a funcionar. Na ocasião serão empossados os deputados distritais eleitos que, em seguida, darão posse ao governador. Na mesma data, à tarde, será escolhida a nova Mesa Diretora da Casa para um período de dois anos.

A aprovação do Projeto de Lei nº 2.127/2018, de autoria do Poder Executivo, que estima a receita e fixa a despesa do Distrito Federal para o exercício financeiro de 2019 foi precedida da votação de 13 emendas apresentadas pelos deputados distritais. De acordo com o parecer da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF), estas tratavam de remanejamentos, dentro de emendas anteriormente apresentadas pelos próprios parlamentares, para diversas áreas, inclusive Administrações Regionais.

Ao todo, a estimativa da receita própria do DF para 2019 soma R$ 26,2 bilhões, sendo R$ 17,2 bilhões provenientes de impostos e taxas. A esse montante são acrescidos R$ 14,2 bilhões, repassados pela União, por meio do Fundo Constitucional do Distrito Federal (FCDF). Destes, 56% serão destinados à área de segurança; 23% ao setor de saúde, e 20% para a educação. Quanto às despesas, sem computar novas nomeações, somente a rubrica de pessoal consumirá R$ 15,2 bilhões.

Bebidas e fumo

Os parlamentares também aprovaram, na sessão de hoje, o Projeto de Lei nº 2.017/2018, de autoria do Poder Executivo, que altera a Lei n° 1.254/1996 para reduzir de 35% para 29% a alíquota do ICMS nas operações com bebidas alcoólicas, fumo e derivados. A argumentação do governo, contestada pela bancada do Partidos dos Trabalhadores, é de que a elevação da alíquota resultou em queda na arrecadação relativa a esses produtos. Além disso, teria promovido uma “concorrência desleal com o governo de Goiás” e, ainda, incentivado o contrabando.

O problema teria começado quando o GDF enviou à Câmara Legislativa uma proposta de majoração da alíquota de 25%, anteriormente praticada, para 29%. Uma emenda, acatada pelo plenário da CLDF, de autoria do deputado Bispo Renato Andrade (PR), elevou o índice para 35%. Além disso, a tributação chega a 37% se for incluída a contribuição para o Fundo de Combate à Pobreza. O autor da emenda afirmou ser contra o tabagismo, mas votou a favor da redução, porque não seria responsável pela queda na arrecadação do DF.

Balanço

O presidente da Câmara Legislativa, deputado Joe Valle (PDT), aproveitou a última sessão do ano para fazer um balanço sobre o seu período à frente da Mesa Diretora. “Estou honrado, emocionado e grato”, declarou. O parlamentar listou diversas ações da CLDF com vistas à transparência: “É necessário, sempre, prestar contas aos representados. Tudo o que praticamos é direito do povo conhecer”.

O conceito que norteou o seu mandato também foi destacado pelo distrital: a ressignificação do Legislativo do Distrito Federal. “A relação com os demais poderes foi pautada pela legalidade. Não houve jeitinho”, assegurou. Ele ainda lembrou os esforços empreendidos para “fazer uma gestão que honrasse o povo do DF”. E listou atividades – “Câmara Convida”, “Câmara em Movimento” e “Labhinova” – responsáveis por aproximar os cidadãos da CLDF.

Ao falar de seus projetos futuros – o deputado não disputou a reeleição, após dois mandatos –, disse que não está na política por profissão: “Entrei em decorrência de uma trajetória e um ideal”. E ainda afirmou ser “um verdureiro que vive da terra”, referindo-se ao seu trabalho frente a uma empresa agrícola de produtos orgânicos.

Em seguida ao discurso de Joe Valle, deputados de diversos partidos que compõem a Câmara legislativa se sucederam para exaltar o trabalho da atual Mesa Diretora e agradecer aos colegas e servidores pelos resultados alcançados.


sergio-moro.jpg

Ricardo Callado17/12/20183min

Futuro ministro da Justiça defendeu decisão de extraditar italiano

Por Pedro Rafael Vilela

O futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou hoje (17) que foi acertada a decisão do presidente da República Michel Temer de extraditar o italiano Cesare Battisti, de 64 anos, condenado à prisão perpétua em seu país. Segundo ele, o asilo, anteriormente concedido a Battisti, seguiu motivações político-partidárias.
“Na minha avaliação, o asilo que foi concedido a ele, anos atrás, foi um asilo com motivações político-partidárias, e em boa hora isso foi revisto. Então, não se pode tratar a cooperação jurídica internacional por critérios político-partidários, e a decisão [do presidente Michel Temer] é acertada. Lamentavelmente, essa pessoa encontra-se foragida.”

Moro criticou o asilo dado a Battisti e avaliou que o Brasil deve respeitar acordos de cooperação internacional com outros países.

“Os países têm que cooperar entre eles contra a criminalidade e o senhor Cesari Battisti foi condenado por homicídios, na Itália, que é um país que tem um Judiciário forte e independente, e não cabe ao Brasil ficar avaliando o mérito ou não da condenação”, afirmou.

Para o futuro ministro, Battisti poderá apelar aos tribunais de Justiça na Itália, se considerar injusto o mérito de sua condenação. Moro ressaltou a autonomia e independência das cortes italianas.

“Retornando à Itália, esperando que ele seja encontrado, cabe [ao próprio] levar as reclamações quanto à eventual injustiça da condenação para os órgãos de Justiça italianos, que têm plenas condições de decidir qualquer problema que tenha havido, eventualmente, na condenação.”

A afirmação de Moro ocorreu durante o anúncio da indicação de Maria Hilda Marsiaj Pinto para a Secretaria Nacional de Justiça de seu ministério.


dolar.jpg

Ricardo Callado17/12/20181min

A cotação da moeda norte-americana encerrou o primeiro pregão da semana em baixa de 0,19%, com o dólar comercial vendido a R$ 3,8962. O Banco Central (BC) voltou hoje (17) a intervir na cotação da moeda, ofertando leilões extraordinários de venda futura do dólar, com compromisso de recompra (chamados de leilões de linha).

O BC havia feito os leilões de linha no final de novembro e início de dezembro, quando a cotação da moeda norte-americana ultrapassou o patamar de R$ 3,90.

O índice B3, da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), fechou o pregão em baixa de 1,20%, com 86.399 pontos. As ações das principais companhias seguiram a tendência de baixa, com Petrobras encerrando com menos 1%, Itaú com desvalorização de 2,65% e Bradesco com perdas de 1,77%.


Raquel-Dodge-1024x576.jpg

Ricardo Callado17/12/20184min

Por Luiza Damé

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu a manutenção da prisão preventiva do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. Em manifestação enviada hoje ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), contrária ao recurso da defesa de Pezão para revogar a ordem do ministro Felix Fischer, Raquel Dodge reiterou os elementos que levaram o Ministério Público Federal (MPF) a requerer a medida, bem como a legalidade da prisão.
Segundo Dodge, as investigações revelaram elementos novos que reforçam a necessidade de manutenção das medidas cautelares, incluindo a prisão do governador. Entre os elementos, ela citou a descoberta de que integrantes da organização criminosa se articulavam para destruir provas. Isso levou à prisão, há uma semana, do advogado Tony Lo Bianco.

Dodge também mencionou a constatação de que Pezão estaria ferindo a ordem cronológica de pagamento de dívidas públicas na execução orçamentária do Estado. “Tem-se, desse modo, pagamento de dívidas públicas por contratos inexistentes, no desfecho de uma gestão marcada pela segregação e/ou afastamento de diversos atores do Poder Executivo, Poder Legislativo e Ministério Público, bem como ambiente empresarial, cuja única forma de impedir que ilícitos desta gravidade se acentuem ao final do ano é a continuidade da prisão”, diz Dodge na petição ao STJ.

Para Raquel Dodge, a prisão está fundamentada na “garantia da ordem pública e preservação da aplicação da lei penal”. Segundo a procuradora-geral, também há indícios de materialidade dos crimes de corrupção e de lavagem de dinheiro. “Tem-se, enfim, no caso concreto, indícios de reiteração delitiva em um contexto de corrupção endêmica, que coloca em risco a ordem pública e a aplicação da lei penal”, afirma.

A procuradora-geral destacou que as investigações revelaram que Pezão sucedeu o ex-governador Sérgio Cabral “na liderança no esquema criminoso e que continua a ordenar atos de corrupção e de lavagem de dinheiro público”. Pezão e mais sete pessoas foram presas no último dia 29 de novembro, no âmbito da Operação Boca de Lobo, que apura corrupção e lavagem de dinheiro no Rio de Janeiro.

Dodge defendeu a escolha do relator, contestada pela defesa de Pezão. Segundo ela, a origem do inquérito em que foram solicitadas as medidas cautelares foi o depoimento do colaborador Carlos Miranda e outros elementos constantes da Operação Quinto do Ouro, relatada pelo ministro Felix Fischer.



Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias