Arquivos Destaques - Blog do Callado

real-dinheiro.jpg

Ricardo Callado18/07/20183min

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em parceria com outros órgãos de fiscalização, vai analisar suspeitas de uso de dinheiro vivo para caixa 2 nas eleições deste ano, a condição financeira das pessoas físicas doadoras e a capacidade operacional dos fornecedores de bens e serviços destinados à campanha.

“O foco não é apenas dinheiro vivo, é muito além disso. O que o TSE busca com outros órgãos de fiscalização do Estado é, a partir das informações declaradas nas prestações de contas dos candidatos/partidos, analisar a capacidade financeira das pessoas físicas no aporte das doações e a capacidade operacional dos fornecedores na entrega de bens e serviços destinados à campanha eleitoral”, disse o tribunal, em nota.

A fiscalização da Justiça Eleitoral será feita a partir das informações declaradas pelos candidatos nas suas prestações de contas. Além disso, como ocorrido no último pleito, haverá um compartilhamento de informações da Justiça Eleitoral com outros órgãos do Estado, como a Receita Federal, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e o Ministério Público.

No caso específico do TSE, serão analisadas as contas dos candidatos à Presidência da República. Candidatos aos demais cargos terão suas prestações de contas analisadas pelos juízes eleitorais e respectivos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

A suspeita com relação a dinheiro vivo é de que candidatos façam declaração falsa de valores guardados em casa à Justiça Eleitoral e ao Fisco. O objetivo seria, após a eleição, transformar o dinheiro em sobra de campanha ou incluir recursos de origem ilícita nos gastos eleitorais.

Nas últimas eleições gerais, em 2014, foram declarados R$ 300 milhões em dinheiro por 26.259 candidatos (7,6% do total). Nas eleições para prefeitos e vereadores, em 2016, 497.697 candidatos (12,28%) declararam possuir R$ 1,679 bilhão em espécie.

Neste ano, os recursos para a campanha virão dos fundos Eleitoral, com R$ 1,7 bilhão, e Partidário, com R$ 888,7 milhões, além das doações de pessoas físicas e recursos próprios dos candidatos (autofinanciamento).

Procurada, a Receita Federal disse que não irá comentar o assunto.


aposentado.jpg

Ricardo Callado18/07/20182min

Aposentados e pensionistas começarão a receber, a partir de agosto, a antecipação da primeira parcela do 13º salário. De acordo com a Secretaria de Previdência, o depósito será realizado junto com a folha mensal de pagamentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), entre os dias 27 de agosto e 10 de setembro, conforme a Tabela de Pagamentos de Benefícios 2018.

A estimativa é que essa antecipação chegue a R$ 20,6 bilhões nos meses de agosto e setembro. Cerca de 30 milhões de beneficiários terão direito à primeira parcela do abono anual, que corresponde a metade do valor do benefício. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro de 2018. Nesse caso, o valor será calculado proporcionalmente.

Não haverá desconto de Imposto de Renda nessa primeira parcela, que será cobrado apenas em novembro e dezembro, quando for paga a segunda parcela.

Tem direito ao 13º quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário-maternidade. Aqueles que recebem benefícios assistenciais, como Benefício de Prestação Continuada e Renda Mensal Vitalícia, não têm direito ao abono anual.


fadi-julio.jpeg

Ricardo Callado18/07/20182min

Aliança foi selada nessa manhã de quarta-feira (19/07). Pastores da Assembleia de Deus e de outras denominações do segmento evangélico também já se uniram em torno do pré-candidato

Os evangélicos estão se unindo para conquistar espaços importantes na política. Para o Senado Federal foi escolhido o pastor Fadi Faraj, que, na manhã esta quarta-feira, fechou mais uma aliança forte. Terá o apoio de representantes da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), que possui mais de 300 igrejas em todo o Distrito Federal.

A aliança foi selada com a o pré-candidato a deputado federal, Julio César; o ex-distrital pastor Evandro Garla; e o bispo Wagner Negrão. Júlio Cesar também terá o apoio de integrantes do Ministério da Fé, igreja de Faraj.

Na semana passada, Fadi Faraj apareceu com 4,9% de intenções de voto para o Senado, no estudo do Instituto Paraná Pesquisa, que está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fadi Faraj já tem o apoio declarado de lideranças religiosas como o senador Magno Malta (PR/ES); o pré-candidato à Presidência, deputado Jair Bolsonaro; Bispo Manoel Ferreira (Assembleia de Deus de Madureira); Pr Orcival Xavier (Assembleia de Deus – ADEB), Estevam Hernandes (Renascer em Cristo), Ap. César Augusto (Fonte da Vida), Pr Ostenio (Presidente da CONAMEB); Ap. Manoel Ribeiro (M12); entre outros.

Com as alianças se fortalecendo a cada dia, os evangélicos têm toda a chance de ter um representante no Senado Federal.


urna-1.jpg

Ricardo Callado18/07/20186min

Por Cristiano Carlos

O início da temporada das convenções nacionais eleitorais, ou seja, eventos que os partidos são obrigados a realizar para a escolha dos nomes que vão disputar a Presidência da República, Senado, Câmara dos Deputados, Governadores e deputados estaduais e distritais, começa nesta sexta-feira (20) e segue até o dia 5 de agosto.

Até o momento, o cenário político nacional é de muitas indefinições, e os nomes e as chapas que devem disputar o Planalto, ainda são incertos.

As dúvidas dos partidos, em lançar ou não candidaturas próprias, estão refletindo nas pesquisas de intenção de voto, e o eleitor, por enquanto, não definiu em quem deve votar no pleito de outubro.

De acordo com a pesquisa eleitoral realizada pelo Ibope e encomendada pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI), a soma dos entrevistados que disseram não ter candidato e que votariam em branco é superior a 40%.

Para o especialista em Ciência Política da Fundação Getúlio Vargas, Sérgio Praça, é impossível saber agora qual candidato será escolhido para a disputa de um segundo turno presidencial, por exemplo.

Ele ressalta que o jogo político é muito diferente dos outros pleitos presidenciais disputados nos últimos anos.

“A incerteza eleitoral desse ano é muito alta e isso incentiva os partidos a lançarem suas próprias candidaturas. Ao contrário das últimas cinco, seis eleições presidenciais, o cenário hoje é muito incerto. É impossível dizer hoje quem irá para o segundo turno”, ressaltou.

Outra diferença desta corrida eleitoral, em comparação com eleições passadas, são os possíveis lançamentos de candidaturas próprias de partidos que tradicionalmente estiveram apenas na composição das chapas de outras siglas, caso do MDB, PC do B e DEM.

Por isso, nada impedirá que um candidato, que hoje se encontra longe da preferência do eleitorado, seja um dos representantes escolhidos para a votação de segundo turno das eleições, como explica o especialista da FGV, Sérgio Praça.

“Mesmo o Henrique Meirelles, do MDB, ele tem um por cento agora nas pesquisas. Mas, ele vai ter bastante tempo no horário eleitoral. Quem sabe ele não vai para 10%, 15%? Não acho impossível, não. Então, o partido tem pouco a perder hoje em lançar um candidato assim”, disse.

As convenções partidárias nacionais começam já nesta sexta-feira (20), com o PDT, de Ciro Gomes. O PC do B deve escolher se lança ou não Manuela D’Ávilla como candidata à presidência no dia primeiro de agosto.

No dia dois, o MDB deve confirmar o nome do ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, como candidato. O PSDB deve escolher Geraldo Alckmin no dia quatro e, no dia cinco, o último para a realização das convenções, o PSB deve escolher em qual rumo caminhará no pleito. Os demais partidos ainda não divulgaram as datas de suas convenções nacionais.


titulo_de_eleitor.jpg

Ricardo Callado18/07/20183min

Os eleitores que estarão fora do domicílio eleitoral em outubro podem se cadastrar para votar em trânsito, de hoje (17) até o dia 23 de agosto. O voto em trânsito pode ocorrer no primeiro, no segundo ou nos dois turnos, nas capitais e nos municípios com mais de 100 mil eleitores. Para votar em trânsito, o eleitor tem que fazer a habilitação em um cartório eleitoral, indicando o local em que estará na data das eleições.

Neste ano, quem estiver na unidade da federação de seu domicílio eleitoral poderá votar para presidente da República, governador, senador, deputado federal, deputado estadual ou distrital. Os eleitores que estiverem fora da unidade da federação de seu domicílio eleitoral só podem votar para presidente.

O voto em trânsito foi permitido a partir das eleições de 2010, nas capitais e somente para o cargo de presidente da República. Naquele ano, 80.419 eleitores se cadastraram para votar em trânsito no primeiro turno e 76.458, no segundo turno.

Em 2014, além das capitais, foi possível votar em trânsito também nas cidades com mais de 200 mil eleitores. Foram criadas 216 seções para voto em trânsito, em 91 municípios.

Naquele ano, 84.418 eleitores se cadastram para votar em trânsito no primeiro turno das eleições presidenciais e 79.513 se habilitaram para o segundo turno. São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais foram os estados mais procurados pelos eleitores que estavam fora de seu domicílio eleitoral.

Para se habilitar, o eleitor deve comparecer em um cartório eleitoral, apresentar um documento oficial com foto e indicar o local em que pretende votar. Só podem votar em trânsito as pessoas em situação regular no cadastro eleitoral.

O direito de votar em trânsito só pode ser exercido no território brasileiro. No entanto, os eleitores com título cadastrado no exterior que estiverem no Brasil poderão votar em trânsito na eleição para presidente.

Os tribunais regionais eleitorais (TREs) vão divulgar em seus sites os locais onde haverá voto em trânsito. As seções eleitorais que receberão o voto em trânsito deverão ter entre 50 e 400 eleitores. Se o número de eleitores não atingir o mínimo, caberá ao TRE agregar a seção eleitoral a outra mais próxima, “visando garantir o exercício do voto”.


Denis-Cesar-Furtado-bumbum-2.jpg

Ricardo Callado18/07/20183min

O corpo da bancária Lilian de Lima Calixto, de 46 anos, está sendo velado na capela do Cemitério Parque Bom Jesus na cidade de Cuiabá, em Mato Grosso. O enterro está previsto para esta manhã. Lilian morreu após um procedimento cirúrgico de estética no último sábado (14) no Rio. A polícia procura pelo médico.

A cirurgia foi realizada pelo médico Denis Cesar Furtado, no apartamento de cobertura dele na Barra da Tijuca. Horas depois, quando jantava com Denis em um restaurante no bairro, começou a passar mal e foi levada pelo médico para o Hospital Barra D’Or. A bancária chegou à unidade hospitalar em estado grave. Ela morreu na madrugada de domingo (15).

Após deixar Lilian no hospital, Denis ligou para a família e avisou sobre o seu estado de saúde e da internação. Desde então está desparecido e é procurada pela polícia. Os policiais estiveram no apartamento dele, onde colheram provas do procedimento cirúrgico. O juiz Paulo Cesar Vieira de Carvalho Filho, da 1ª Vara Criminal da Capital, decretou a prisão temporária do médico.

O filho da vítima, Victor Calixto Gasques, de 25 anos, disse nas redes sociais, que a família está revoltada com o que aconteceu e pede justiça. “Ninguém consegue aceitar essa perda, porque não foi uma coisa natural, foi um erro médico. A gente quer muito justiça, pra acalmar a nossa família, porque a gente perdeu a pessoa mais preciosa da nossa vida”, disse.

As demais pessoas suspeitas de estarem ligadas à ocorrência, inclusive a mãe do médico, Maria de Fátima Barros Furtado, que teve o registro cassado pelo Conselho Regional de Medicina do Rio, em 2015, mas exercia a medicina ilegalmente. Ela também teve a prisão decretada pela Justiça e está desaparecida.


conta-divida.jpg

Ricardo Callado18/07/20189min

Evento terá debates e palestras sobre educação financeira

O cenário de inadimplência no Brasil segue trazendo números alarmantes. De acordo com os últimos dados divulgados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), o número de inadimplentes no primeiro semestre chegou a 63,6 milhões. As dívidas bancárias, como cartão de crédito, cheque especial, financiamentos e empréstimos, apresentaram a maior alta em junho, com crescimento de 7,62% em relação ao mesmo mês de 2017.

São muitos fatores que contribuem para que isso ocorra, mas o principal deles é a falta de entendimento do uso correto do dinheiro, por isso a Associação Brasileira de Educadores Financeiros (ABEFIN),  realiza o primeiro Encontro Nacional de Educação Financeira, no dia 19 de Julho, quinta-feira, no Hotel San Marco, em Brasília (DF). A proposta é debater as causas da inadimplência e mostrar como a educação financeira pode combater esse problema.

Das 14h às 20h, o evento contará com uma cronograma especial para discutir o tema, trazendo debates, painéis e palestra para mostrar a importância do assunto para a população brasileira. O encontro é aberto ao público com entrada gratuita mediante inscrição.

“O encontro acontece em um momento no qual a educação financeira está ganhando mais visibilidade com importantes iniciativas públicas (ENEF) e também no campo privado (DSOP). Sabendo disso, queremos mostrar a relevância desse tema, não só para as crianças, mas também para as famílias, que hoje se encontram em uma situação de endividamento preocupante”, analisa o Presidente Reinaldo Domingos.

Serão três conversas para abranger todas as esferas de atuação da educação financeira.

No primeiro Painel será discutida a obrigatoriedade do ensino de educação financeira na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), resolução que irá preparar as nossas crianças para uma vida financeira mais saudável e ampliará os horizontes da educação financeira do País.

Já no Painel 2, um debate sobre os investimentos da aposentadoria para saber como potencializar e poupar dinheiro para o futuro, uma grande preocupação atual dos brasileiros.

O encontro contará ainda com uma conversa sobre o novo papel das empresas no universo da educação financeira e se encerra com uma palestra dos membros da Diretoria ABEFIN.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site (https://info.dsop.com.br/encontro-nacional-abefin) ou no local do evento, que é gratuito.

 

Cronograma

14h | Abertura

14h30 | Painel 1: BNCC e Educação Financeira: uma nova obrigatoriedade
Mediador: Reinaldo Domingos
– Lauri Cericato, Ana Rosa Vilches, Andressia Clara Borges (Rede Alub), Andretti Pierre Santos do Nascimento (Colégio La Salle)
16h | Painel 2: Investimentos e Aposentadoria – Como potencializar e poupar seu dinheiro no cenário atual?
Mediador: Reinaldo Domingos
com Mauro Calil (Academia do Dinheiro), Marcos Aurélio Pinto (Mutuoprev), Lorelay Lopes (Embracon)
17h30 | Coffee Break
17h45 | Painel 3: O novo papel das empresas no universo da Educação Financeira
Mediador: Arthur Lemos
com Reinaldo Domingos (Abefin), Edward Claudio Jr. (DSOP), Eduardo Coelho (educador financeiro) e Fernanda Chidem da Costa (Sicredi)
19h15 | Diretoria Abefin
20h | Encerramento

Encontro Nacional de Educação Financeira

Data: 19 de Julho de 2018
Horário: das 14h às 20h
Local: Hotel San Marco – SHS Q. 05 BLOCO C – Setor Hoteleiro Sul – Asa Sul, Brasília/DF

Inscrições: No local ou https://info.dsop.com.br/encontro-nacional-abefin


Lucas-Cruz.jpeg

Ricardo Callado18/07/20185min

Serão três dias de aprofundamento prático nas ferramentas do Google Adwords. O curso está circulando o país; já passou por São Paulo e Goiânia. Depois de Brasília, seguirá para Salvador e Recife

O grande aliado de divulgação de marcas e empreendimentos nos dias de hoje é o famoso marketing digital. De fato, ele pode ser o diferencial e o determinador para o sucesso de um negócio, mas pode ser um grande inimigo quando utilizado de forma errada. Pensando nisso, a IPGIN e Expert Digital montaram o Imersão Google AdWords Expert, que são encontros de três dias com um dos maiores especialistas em Google AdWords da América latina, Lucas Cruz, para aprofundar os conhecimentos sobre as ferramentas essenciais para quem deseja fazer do marketing digital um aliado. O curso já passou por São Paulo, Goiânia e está circulando o país todo. Entre os dias 10 e 12 de agosto será a vez de Brasília receber o evento, no Esplanada Brasília Hotel.

O objetivo do encontro é disponibilizar em Brasília uma imersão 100% prática. Os participantes do curso aprenderão a utilizar de forma correta o Google AdWords e, se resolverem se aprofundar na temática, terão a oportunidade de buscar a certificação internacional dada pela Google, uma vez que o índice de aprovação da IPGIN e da Expert Digital está em 93%. “Acreditamos que o Imersão Google AdWords Expert é um evento único para quem está buscando conhecer ou aprimorar as técnicas dentro do universo digital”, explica o instrutor do curso Lucas Cruz. “A proposta do curso é proporcionar em três dias de encontro, 8 horas por dia, um aprofundamento sobre o uso da ferramenta. Nossa proposta é trabalhar com a prática e não com a teoria, o que é o nosso diferencial no mercado”, destaca Lucas.

A programação para o imersão é treinar os participantes para o uso do Google AdWords, fundamentals e advanced. Também haverá um módulo de Search, Display e Youtube. Depois do encontro, quem tiver interesse em se aprofundar no universo digital também poderá buscar a Certificação Internacional Google, com módulos on-line e ao vivo. Depois de Brasília, o Imersão Google AdWords Expert segue para Salvador, em setembro, e para Recife, em outubro.

Quem tiver interesse em participar do Imersão Google AdWords Expert em Brasília, pode fazer a inscrição pelo site: www.ipgin.com.br/brasilia

Sobre Lucas Cruz – Lucas Cruz foi instrutor e desenvolvedor de cursos para Goobec, que é o maior parceiro do Google da América Latina e faz parte do material de treinamento oficial do Google para agências obterem o selo de Google Partners. Já treinou mais de 3 mil profissionais de marketing de diversas empresas como: Netshoes, Nestlé, Agência Áfrika, Zattini, Unifor, Snapchat, Época Cosméticos, Peixe Urbano, Buscapé, Suzuki, Magazine Luíza. Produziu 3 livros, entre eles: Marketing Para Pequenas Empresas, que está disponível no site da Amazon.

Serviço

BRASÍLIA RECEBE PRIMEIRO IMERSÃO DE GOOGLE ADWORDS EXPERT EM AGOSTO

Data: 10 a 12/08/2018

Local: Esplanada Brasília Hotel

Link para inscrição: www.ipgin.com.br/brasilia


frejat.jpg

Ricardo Callado17/07/20182min

O presidente do Partido da República (PR) no Distrito Federal, Salvador Bispo, divulgou na tarde desta terça-feira nota oficial lamentando a saída de Jofran Frejat da disputa ao Palácio do Buriti.

A nota enaltece as qualidades humanas e políticas de Frejat e diz que o partido agora busca um “novo ponto de equilíbrio político que possa unir a todos num projeto para o resgaste de Brasília”. Veja a nota na íntegra:

NOTA OFICIAL DO PR-DF

O PR-DF lamenta a decisão do seu pré-candidato a Governador, Jofran Frejat, face às dificuldades de composição da Chapa Majoritária, e agradece as unânimes manifestações de solidariedade ao seu pré-candidato a Governador, cujas qualidades humanas e políticas são reconhecidas por todos, inclusive pelos partidos adversários.

O PR-DF, através do diálogo com todos os partidos de oposição ao GDF, espera encontrar um novo ponto de equilíbrio político que possa unir a todos num projeto para o resgaste de Brasília.

E nesse novo quadro, sem imposições de qualquer ordem, espera poder contar com a valiosa contribuição de Frejat ao Distrito Federal.

Salvador Bispo
Presidente do PR/DF


general-Paulo-Chagas.jpeg

Ricardo Callado17/07/20182min

Frejat anunciou nesta terça-feira desistir de se candidatar ao Governo do Distrito Federal

General Paulo Chagas

Por Isadora Teixeira, do Metropoles – Pré-candidato ao Palácio do Buriti pelo PRP, o general Paulo Chagas lamentou a saída de Jofran Frejat (PR) da disputa eleitoral e enalteceu o gesto do ex-secretário de Saúde. Para o membro da reserva do Exército, o republicano deu “um exemplo da nova política”.

“Era uma opção importante para o DF: um homem honesto, com passado que nada depõe contra ele. Por outro lado, tenho que cumprimentá-lo pela atitude corajosa com relação àqueles que confiam nele”, afirmou.

Frejat revelou à coluna Grande Angular, na manhã desta terça-feira (17/7), que comunicou ao presidente nacional do PR, Valdemar Costa Neto, sua decisão de desistir definitivamente da pré-candidatura ao Governo do Distrito Federal (GDF).

Para o general, essa decisão revela que Frejat “não estava sendo mais ele mesmo por conta das pessoas que queriam comandá-lo”. “Não podemos ter mais do mesmo e ele não quis ser mais do mesmo. Isso é louvável”, declarou.

 



Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias