Arquivos Brasília - Blog do Callado

esplanada.jpg

Ricardo Callado16/11/20186min
Brasília não é ilha da fantasia, diz presidente da Codeplan

Por Gilberto Costa

A visão de que Brasília é uma ilha da fantasia, onde se vive em condição muito melhor do que em outras partes do país, é uma ideia que desconsidera a maioria da população do Distrito Federal, defende o cientista político Lúcio Rennó, presidente Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan). O órgão é responsável, entre outras atribuições, por estudos e análises sociais, econômicas, demográficas, além de avaliar políticas públicas para o governo do DF.
O Distrito Federal registra desigualdade maior do que o resto do país e da região Centro-Oeste. O Índice de Gini – medida de desigualdade que varia de 0 a 1 (0 é o ideal de igualdade e 1 é o pior grau de desigualdade) – foi 0,602 em 2017, enquanto no país o índice foi 0,549 e no Centro-Oeste, 0,536. Os dados fazem parte do estudo Projeções e Cenários do DF.

“Quem fala que é uma ilha da fantasia está se referindo às regiões administrativas do Plano Piloto, do Lago Sul e do Lago Norte – esse centro muito pequeno do Distrito Federal onde há uma população que sim tem uma renda diferenciada da média do Brasil, uma alta qualidade de vida”, afirma Segundo Lúcio Rennó.

Um dado ilustra a desigualdade. Em 2017, caiu o número de pessoas que usaram ônibus em cerca de 9%. No mesmo ano, cresceu em 3,11% a frota de carros emplacados do DF.
Segundo Rennó, de um lado estão pessoas com dificuldades para pagar a passagem de ônibus, R$ 10 ida e volta das regiões administrativas antigamente chamadas “cidades-satélites” e o Plano Piloto, de outro estão os cidadãos que podem comprar carro novo. Mantida a tendência de aquisição de automóvel, em 2025 a taxa de pessoa por carro será menos que um passageiro e um motorista (taxa de 1,6).

Demandas Sociais

Além da mobilidade, a capital federal do Brasil terá de fazer grande esforço zerar problemas de assistência à saúde, universalizar a educação básica e resolver o déficit habitacional.
Conforme os dados da Codeplan, a cidade precisa criar 70,5 mil creches para atender todas as crianças de 0 a 3 anos até 2024 e atingir metas nacionais de educação. No mesmo período, para pré-escola (4 e 5 anos) serão necessárias 16,5 mil vagas; e para o ensino médio, 43,9 mil vagas. As projeções não identificaram necessidade de vagas para outros níveis de ensino.
No caso das metas de atendimento da saúde pública, há necessidade de ampliação da oferta de mais 550 leitos até 2025; da contratação de 50 equipes de saúde da Família (com médico, enfermeiro, auxiliar e agentes de saúde), e da contratação de quase 200 equipes para saúde bucal.
O cálculo da Codeplan é de que o déficit habitacional esteja em 2020 em 126 mil domicílios e possa chegar a 133,8 em 2025.
A Codeplan prevê aumento expressivo e acelerado do número de pessoas idosas no DF. Em 2015, haviam 35,7 pessoas com 60 anos ou mais para cada grupo 100 crianças e jovens. Em 2025, a relação será de 75,2 para cada grupo 100 crianças e jovens.

Ocupação, crescimento e arrecadação

Se as necessidades assistência à população em diferentes áreas é dada como certa, não há sinal seguro na economia de que nos próximos anos Brasília consiga ter intenso crescimento econômico, geração de emprego e aumento de arrecadação para atender as demandas sociais da população.
Segundo a Codeplan, até 2022 a arrecadação deverá crescer 1,8% ao ano (2,5% em cenário otimista e 1,1% em cenário pessimista). A desocupação deverá permanecer na casa de dois dígitos nos próximos quatro anos. Num cenário otimista, 11,2% não terão nem emprego nem trabalho informal no DF em 2022. Em perspectiva pessimista, a desocupação chegará a 20,5.
Naquele ano, o Produto Interno Bruto do DF crescerá no máximo a uma taxa de 3,87%; no mínimo, 2,78%.


polícia.jpg

Ricardo Callado16/11/20183min

São cinco professores em sala , com dicas valiosas para concursos

 Estudantes focados em concursos públicos, interessados em uma carreira policial, poderão reforçar os estudos e ainda ajudar quem precisa. Para isso, basta participar do Aulão Beneficente, com arrecadação de brinquedos, que será realizado na quarta-feira (21/11), das 19h às 23h, no Auditório da Igreja Verbo Divino (609 Norte).

O evento será ministrado por um time de peso: cinco renomados professores, especialistas em concursos públicos. Entre eles: Carlos Alfama – Direito Penal, Fabrício Dutra – Português, Deodato Neto – Informática, Tiago Pugsley –  Direito Penal e Gustavo Scatolino – Direito Administrativo. Segundo o professor Deodato, o aulão contará com uma revisão de qualidade, terá resolução de exercícios com conteúdos relacionados à carreira, além de dicas valiosas que poderão fazer toda a diferença na hora da prova.

 Os brinquedos arrecadados serão doados para as crianças da Escola Classe do Setor P. Norte, no Sol Nascente, em Ceilândia. Interessados em participar devem se inscrever pelo site www.professordeodatoneto.com.br e levar, no dia da aula, dois brinquedos novos ou em bom estado. As vagas são limitadas.

Serviço:

Aulão Beneficente – Carreiras Policiais

Data: 21/11 – quarta-feira, das 19h às 23h

Local: Igreja do Verbo Divino – 609 Norte

Entrada: dois brinquedos novos ou em bom estado

Inscrição: www.professordeodatoneto.com.br


aviao.jpg

Ricardo Callado15/11/20184min

Secretaria de Fazenda do DF atribui criação de novos trechos a incentivos fiscais propostos para companhias aéreas pelo Executivo local

Em comparação com o 1º semestre de 2017, o número de voos diretos internacionais que partem do Aeroporto Internacional de Brasília cresceu 13,5%.

Miami e Orlando, nos Estados Unidos, foram novos trechos implementados, segundo a Inframérica, concessionária responsável pela administração do terminal.

Ainda de acordo com a empresa, a partir de dezembro, a Gol passa a operar direto para Buenos Aires, capital da Argentina.

Até setembro deste ano, o Aeroporto de Brasília embarcou mais de 354 mil passageiros internacionais.

O volume aumentou quando comparado aos números do primeiro semestre de 2018 e aos do ano passado:

  • De janeiro a julho: mais de 239 mil pessoas
  • Em 2017: 210,8 mil passageiros

Para a Secretaria de Fazenda do DF, a diminuição do valor do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do combustível de aviação foi fator determinante para o incremento de voos.

As regras para benefícios fiscais às companhias aéreas foram estabelecidas por meio de decreto assinado pelo governador Rodrigo Rollemberg e publicado em edição extra do Diário Oficial do DF de 15 de junho.

De acordo com o texto, a empresa aérea terá redução do valor cobrado do ICMS de querosene de aviação à medida que inaugurar novos destinos nacionais e internacionais partindo da capital.

Os porcentuais são:

FREQUÊNCIAS DESCONTO (Querosene de aviação)
Internacional Doméstica
14 ou mais voos internacionais semanais 25 voos diários com interligação nacional 11%
18 ou mais voos internacionais semanais 35 voos diários com interligação nacional 10%
20 ou mais voos internacionais semanais 40 voos diários com interligação nacional 9%
24 ou mais voos internacionais semanais 45 voos diários com interligação nacional 8%
28 ou mais voos internacionais semanais 55 voos diários com interligação nacional 7%

Antes da publicação do decreto, foram registrados 52 voos (idas e voltas) e, depois, 78.

O secretário de Fazenda, Wilson de Paula, acredita que o voo internacional agrega muito valor às conexões e cria um volume de negócios interessante.

“Quando um voo parte do DF para o exterior, há mais conexões até aqui, com mais aeronaves abastecendo. É uma cadeia que a gente está estimulando, com criação de emprego e renda”, resume.


DrCondominio-FOTO.jpg

Ricardo Callado14/11/201815min

Organizado pela Folha do Síndico, o evento é gratuito e reúne palestrantes nacionais para debaterem sobre os dilemas da vida condominial

O quarto Ciclo de palestras condominiais, organizado pela Folha do Síndico, acontecerá nos dias 20 e 21 de novembro, no auditório do Sinduscon/DF, no SIA. Além dos gestores condominiais e empresariais, advogados, engenheiros, psicólogos e síndicos conhecidos nacionalmente, a edição deste ano contará, também, com o lançamento, em Brasília, do livro “Vida de Síndico – Todas as emoções vivenciadas na gestão de um condomínio”, do Dr. Condomínio Aldo Júnior. O evento é gratuito e é destinado a moradores, síndicos e interessados em conhecer mais sobre como lidar com os dilemas condominiais.

De acordo com a programação, a abertura oficial está marcada para acontecer às 14h, logo após o credenciamento dos participantes, no dia 20 de novembro. O evento iniciará com um bate-papo com o consultor condominial, Dr. Condomínio Aldo Júnior, sobre o livro “Vida de Síndico – Todas as emoções vivenciadas na gestão de um condomínio”, lançado na bienal de São Paulo, em agosto de 2018. “Na obra eu conto experiências e aprendizados adquiridos ao longo de 30 anos como consultor condominial”, revela Aldo. “Além das histórias, eu esclareço dúvidas comuns de síndicos e moradores, apresento soluções para conflitos diários e dou um panorama sobre a realidade condominial do Brasil e o que esperar para os próximos anos”, conclui o autor.

Após o lançamento do livro “Vida de Síndico”, haverá uma palestra sobre edificação, manutenção e responsabilidades, com o engenheiro elétrico Fernando Autran. Logo em seguida, é a vez da psicóloga clínica e organizacional Elisa Leão falar sobre “Os 07 passos da negociação colaborativa, aplicáveis nas relações interpessoais entre os síndicos e condôminos”. Ainda no primeiro dia de evento, os participantes terão a oportunidade de conversar e debater com especialistas do meio condominial e contarão com palestras do advogado Alair Ferraz e do consultor, advogado, conciliador e mediador privado e judicial do TJSP, Cristiano de Souza Oliveira.

No segundo dia de evento, a abertura também começará às 14h, após o credenciamento. A primeira palestra será com o advogado Paulo Roberto da Cruz, palestrante exclusivo do Ciclo de Palestras Condominiais/Unasíndico. Ele falará sobre “As consequências jurídicas da má gestão administrativa do síndico que podem ocasionar penhora do imóvel do condômino”. Em seguida, haverá um bate-papo com a palestrante especial convidada Kelly Remonti, que falará sobre “Redes sociais & o condomínio: como assegurar um bom aproveitamento?”. Após o coffe break, o palestrante André Junqueira falará sobre “Quais os temas condominiais possíveis de serem levados pelo síndico para decisão colegiada de uma assembleia?”.

Ainda haverá um debate especial, com mediação do Dr. Condomínio Aldo Júnior e com a participação das debatedoras sócias e gestoras da Empresa Life Gestão Condominial Graziella Sardinha, Elisabeth Velasquez e Eliane Dantas, com o tema principal “O síndico profissional e suas barreiras de entrada na gestão condominial, os paradigmas, as principais exigências profissionais do mercado e as soluções das demandas cotidianas”. Para finalizar o ciclo de palestras de 2018, o Dr. Condomínio debaterá sobre o tema “E como fica essa tal de ‘ética’ na gestão do condomínio?

Ao longo dos dois dias de programação haverá rodada de sorteios de brindes patrocinados e cheques presente. O encerramento, no dia 21, ficará por conta do Stand-Up Comedy do maior animador de TV de todos os tempos, Silvio Santos COVER.

Para participar do evento, basta se inscrever pelo site: https://www.folhadosindicodf.com.br/ciclo-de-palestras-2018/pre-inscricao/

 

PROGRAMAÇÃO:

 

20 de novembro

13h – Credenciamento e visitação aos patrocinadores

14h – Abertura oficial do evento

14h10 – Bate-papo com Dr. Condomínio Aldo Júnior, sobre destaques do livro “Vida de Síndico – Todas as emoções vivenciadas na gestão de um condomínio”, lançado na bienal de São Paulo, em agosto de 2018.

14h20 – Palestra técnica sobre o tema “O ciclo de vida das edificações, sua manutenção e responsabilidades inerentes em função da eventual negligência do síndico”, com Fernando Alberto Santoro Autran Júnior, engenheiro elétrico e mestre em Administração Pública.

15h20 – Palestra técnica sobre o tema “Os 7 passos da negociação colaborativa, aplicáveis nas relações interpessoais entre os síndicos e condôminos – baseada no modelo de Haverd”, com Elisa Leão, psicóloga clínica e organizacional, doutoranda em Psicologia Social.

16h20 – Intervalo Café interativo

16h50 – Debates sobre temas condominiais entre participantes e especialistas do meio condominial

17h50 – Palestra master sobre o tema “Quais as obrigações dos condomínios quanto aos pedidos de ressarcimentos de danos dos condôminos?”, com Dr. Alair Ferraz, advogado sócio da Ferraz e Mendes Sociedade de Advogados, mestrando pela Univerdad de Ciências e Estudos Sociales – UCES de Buenos Aires, Argentina.

18h50 – Coofee Break de relacionamento

19h50 – Mini debate sobre o tema “Perspectivas profissionais para 2019, sobre as atividades do síndico profissional”, com Head Hunter Eli Antonelli, do Clube do Síndico Profissional de São Paulo.

20h10 – Palestra master sobre o tema “Como conduzir e atingir os quoruns qualificados para as polêmicas assembleias suspensas, permanentes ou continuadas, as repercussões jurídicas, e as possíveis nulidades administrativas e judiciais”, com Dr. Cristiano de Souza Oliveira, consultor na área condominial há mais de 20 anos, advogado, conciliador e mediador privado e judicial do TJSP, mestrando e autor de livros na área condominial.

21h10 – Rodada de sorteios de brindes patrocinados

21h30 – Enceramento das Atividades do 1º dia

 

21 de novembro

13h – Credenciamento e visitação aos patrocinadores

14h – “As consequências jurídicas da má gestão administrativa do síndico que podem ocasionar penhora do imóvel do condômino”, com Dr. Paulo Roberto da Cruz, advogado, especialista em Direito e Processo do Trabalho, professor universitário. Foi diretor-geral do Ministério Público do Trabalho de 1999 a 2003 e é palestrante exclusivo do Ciclo de Palestras Condominiais/Unasíndico.

15h – Palestra técnica sobre o tema “Redes sociais & o condomínio: como assegurar um bom aproveitamento?”, com Kelly Remonti, graduada em Administração de Empresas, com especializações nas áreas de Finanças e Contabilidade, MBA em Logística Empresarial e síndica. Palestrante especial convidada – Ciclo Palestras Condominiais.

16h Intervalo Café interativo

16h30 – Palestra sobre o tema “Quais os temas condominiais possíveis de serem levados pelo síndico para decisão colegiada de uma assembleia?”, com Dr. André Junqueira, formado em Direito, MBA em Gestão Empresarial e autor do livro “Condomínios – Direitos e Deveres”. Palestrante exclusivo do Ciclo de Palestras Condominiais/Unasíndico.

17h30 – Debate Especial com mediação do Dr. Condomínio Aldo Júnior e compondo a mesa a participação das debatedoras sócias e gestoras da Empresa Life Gestão Condominial Graziella Sardinha, Elisabeth Velasquez e Eliane Dantas, com o tema principal “O síndico profissional e suas barreiras de entrada na gestão condominial, os paradigmas, as principais exigências profissionais do mercado e as soluções das demandas cotidianas”.

18h30 – Coffe Break

19h30 – Palestra sobre o tema “E como fica essa tal de ‘ética’ na gestão do condomínio?”, com o Dr. Condomínio Aldo Júnior, diretor da JR Office Assessoria Condominial e da Folha do Síndico DF e Goiânia, Contabilista, apresentador do programa “Meia hora com Dr. Condomínio’, agora pela Rádio Condomínio.com, diretor artístico e de programação da Rádio Condomínio.com, foi Âncora do programa “Meia Hora com Dr. Condomínio”, pela Rede Brasil de TV, colunista da Folha do Síndico DF e da Franquia Nacional do Jornal do Síndico, em 23 estados, colunista do portal Sindiconet, consultor condominial desde 1988, coordenador-geral da Unasíndico/Ciclo de palestras condominiais-DF e GO, palestrante exclusivo do Ciclo de Palestras Condominiais/Unasíndico e autor do livro “Vida de Síndico”, um grande sucesso do mercado condominial pela All Print Editora.

20h30 – Stand-Up Comedy com apresentação do maior animador de TV de todos os tempos, Silvio Santos COVER.

21H30 – Rodada de sorteios de brindes patrocinados e cheques presente

21h45 – Encerramento do evento.

 

Sobre Dr. Condomínio – O Dr. Condomínio, Aldo Junior, é diretor-geral da JR Office Assessoria Condominial e se tornou conhecido pela vasta experiência em gestão condominial, palestrante renomado sobre temas condominiais em todo o País. Ele estudou Direito, é contabilista, consultor condominial há 30 anos, coordenador-geral e promotor de grandes eventos nacionais como a Unasíndico e o ciclo de palestras condominiais. Ele também é colunista da Franquia Nacional do Jornal do Síndico em 23 estados, dos portais Síndiconet e Universo Condomínio. Em Brasília, Aldo é editor-geral da Folha do Síndico DF.

Sobre a JR Office – A JR Office Assessoria Condominial com sua inteligência em serviços condominiais foi fundada em 1988, em Brasília, e tem 29 anos de experiência exclusivamente na área condominial. O grupo, que tem sede no SIA Trecho 4 e filial em Águas Claras, atende tanto condomínios residenciais, comerciais e abrange dois pilares de sustentação da administração condominial: transparência na prestação de contas e eficiência na cobrança.

Serviço

Quarta edição do Ciclo de palestras condominiais acontece nos dias 20 e 21 de novembro de 2018

Canal do dr. Condomínio, no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCLBt4K7oZt0WypW2ttkcxyA

Site: http://www.jroffice.com.br


Simulado-online-Education_free-Freepik.jpg

Ricardo Callado13/11/20184min

A prova estará disponível nos dias 17/11 e 18/11 e o candidato terá 3h30 para concluir

Na reta final da preparação para o concurso da Advocacia-Geral da União (AGU), os concursandos terão a chance de testar seus conhecimentos em um simulado online e gratuito, criado pelo IMP Concursos, para o cargo de Analista Técnico-Administrativo. A prova estará disponível nos dias 17/11 e 18/11.

Cada candidato terá 3h30 para finalizar o simulado a partir do momento que iniciar a prova. Só é possível uma tentativa para cada simulado. O gabarito será divulgado no dia 21/11. Para participar basta se inscrever no link http://bit.ly/2FdzjWy.

O simulado pode ser feito por pessoas do Brasil inteiro e será divulgado um ranking com a pontuação dos candidatos, para que cada um possa avaliar o seu desempenho e reforçar o conteúdo para o dia da prova oficial da AGU. Além disso, uma equipe de professores do IMP Concursos fará a correção comentada.

Serão 60 questões e o conteúdo programático contempla Gramática e Texto, Raciocínio Lógico, Informática, Administração Pública, Direito Administrativo + Leis, Direito Constitucional, Inclusão e Acessibilidade, Ética, Administração Financeira e Orçamentária, Gestão de Pessoas, Direito Penal (Crimes contra a Administração Pública) e Legislação Relativa à AGU.

Concurso

O certame oferece 100 vagas de nível superior com remuneração inicial de R$ 6.203,34. A prova está prevista para o dia 9 de dezembro. A banca organizadora é o Idecan e a taxa de inscrição para todos os cargos é de R$ 95.

O total de vagas será distribuído entre os cargos de Administrador (48), Analista Técnico Administrativo (10), Arquivista (2), Bibliotecário (1), Contador (32), Técnico em Assuntos Educacionais (2) e Técnico em Comunicação Social (5).

A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, terá 60 questões compostas por conteúdos de conhecimentos básicos e específicos. A prova discursiva, também de caráter eliminatório e classificatório, será cobrada no formato de dissertação com valor máximo de 20 pontos.

Serviço:

IMP Concursos

Prova: 17/11 e 18/11

Inscrição: http://bit.ly/2FdzjWy

Telefone: 3029-9700


caesb.jpg

Ricardo Callado09/11/20187min

Multas para ligações clandestinas podem chegar a R$ 72 mil. Nessa quinta (8), equipes da Caesb foram ao Riacho Fundo II

Por Marcelo Nantes

Além de danos ao sistema de esgotamento, ligações clandestinas de água comprometem o abastecimento, aumentam os riscos de contaminação da rede pública e da disseminação de doenças.

O uso de instalações inadequadas repercute, ainda, no nível dos reservatórios. Na avaliação do gerente de Vistoria e Fiscalização da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), Geraldo Donizeth, a utilização desregrada potencializa a redução dos volumes das barragens e, em decorrência, altera o valor da conta de água.

Donizete alerta: “A água que foi utilizada de maneira indevida também será paga, mesmo que não tenha passado por nenhum medidor”.

Nessa quinta-feira (8), a Caesb manteve 12 equipes no Riacho Fundo II. A fiscalização é periódica em todo o DF, conduzida por 30 equipes próprias e 8 terceirizadas.

Para vistoriar, a companhia usa sistema de fotos por satélite. Após a produção das imagens, cruza as informações com os dados do cadastro de consumo de todas as moradias do DF.

“Se houver alguma casa sem medição [de consumo], ou o imóvel está desocupado ou há alguma coisa errada. Ninguém vive sem água”, explica Geraldo Donizeth.

Quem for pego com “gato” nas instalações é notificado. A Caesb inicia processo administrativo interno para verificar o consumo indevido e os custos para instalação da rede pública. Além dessas despesas, o infrator fica sujeito ao pagamento de multa, que varia de R$ 1,6 mil a R$ 72 mil.

A fraude ou “gato”é toda infração causada propositadamente pelo usuário, com o intuito de distorcer o consumo. Portanto, também é registrada como furto, e as investigações são conduzidas pela Polícia Civil.

Quem furta água prejudica toda a comunidade, porque pode diminuir a oferta para os usuários que pagam as contas e impacta no valor da tarifa.

Ligações clandestinas podem ser denunciadas pelo telefone 115.

Para reverter uma conexão irregular de água potável ou de esgoto, o pedido deve ser feito em um dos postos de atendimento da Caesb. No final de 2017, o monitoramento da companhia estimava 42 mil pontos de consumo não autorizados em todo o Distrito Federal.

Riscos também são graves na rede de águas pluviais

Lançar água da chuva na rede coletora de esgoto, que não foi dimensionada para esse fim, pode provocar rompimentos de rede, vazamentos e retorno do esgoto na rua e dentro das casas. A caixa de inspeção de esgoto, pelo mesmo motivo, não deve ser utilizada para escoar água pluvial.

As redes de água de chuva e de coleta de esgoto domiciliar devem ser independentes. A de coleta recolhe os resíduos do vaso sanitário, chuveiro, pias e tanque. É uma tubulação de menor porte, já que esse volume não costuma sofrer grandes variações.

Já a saída pluvial, maior, reúne a chuva e a água de lavagem que escoa por ralos e calhas. Os tubos precisam ser separados para que o esgoto seja enviado para tratamento, e as águas pluviais, para córregos, rios ou piscinões.

No entanto, algumas residências optam, irregularmente, por utilizar-se apenas de uma. O volume despejado aumenta em dias de chuva, bem como a ocorrência de objetos dentro da rede, o que provoca vazamento de esgoto nas ruas ou dentro de casa.

A fiscalização de obras no Distrito Federal é de responsabilidade da Agência de Fiscalização do DF (Agefis). De acordo com técnicos do órgão, é praticamente impossível detectar uma obra subterrânea antes do rompimento ou avaria.

Durante a limpeza das mais de 170 mil bocas de lobo do DF, técnicos da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) retiram, por dia, cerca de 5 mil toneladas de lixo e de entulho de ramais e bueiros.

5 mil toneladasQuantidade de lixo e de entulho retirada diariamente de ramais e bueiros

Com a chegada das chuvas, o trabalho se intensifica. Mas, sem a conscientização da população, torna-se um círculo vicioso.

Drenagem pluvial regular no DF tem 4 mil quilômetros

A Novacap investe, em média, R$ 5 milhões por anona manutenção da rede de drenagem pluvial.

Os serviços de limpeza são programados em aproximadamente 4 mil quilômetros da rede com o auxílio do caminhão hidrojato e por meio de catação manual. Além da manutenção periódica, a companhia também executa ações em parceria com diversos órgãos do governo de Brasília.

No mês de agosto, por exemplo, uma ação de limpeza e manutenção das bocas de lobo chegou a sete regiões administrativas:

  • Ceilândia
  • Gama
  • Núcleo Bandeirante
  • Planaltina
  • Plano Piloto (Asa Norte)
  • Santa Maria
  • Taguatinga

As regiões são escolhidas de acordo com levantamento da Defesa Civil, que estabelece os pontos críticos. A população pode informar onde existe boca de lobo entupida na administração regional da cidade ou na Ouvidoria do governo de Brasília pelo telefone 162.


asa-norte.jpg

Ricardo Callado08/11/20184min

Lago Sul lidera entre as casas; imóveis entre R$ 300 mil e R$ 999 mil são os mais buscados

A cidade de Brasília é a 3ª mais populosa do País e a maior população da região Centro-Oeste (3 milhões de habitantes) e possui uma estreita relação com o mercado de imóveis nacional. Pensando nisso, o Grupo ZAP realizou uma pesquisa inédita sobre o cenário imobiliário no município. Dentre as principais informações do levantamento, foi identificado que a região da Asa Norte é a mais desejada por quem busca apartamentos e o Lago Sul lidera entre as casas. Além disso, a cidade é a 6ª capital mais verticalizada do País com 26% dos imóveis nesse formato, atrás de Porto Alegre, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo e Curitiba, no entanto, apresentando regiões muito verticalizadas como é o caso do Plano Piloto.

Há um maior desejo para locação de imóveis, 68% das buscas tem esse objetivo e 32% preferem compra. Entre os imóveis mais desejados para compra temos aquele com três e quatro dormitórios, representando 71% das buscas. Na questão do valor, as faixas mais buscadas estão entre R$ 300 mil e R$ 999 mil, tanto para casas, como apartamentos (49%). Entretanto, os imóveis acima de R$ 1 milhão possuem uma representatividade relevante, 12% para apartamentos e 21% para casas. Para locação, o valor mais desejado para apartamentos fica entre R$ 500 e R$ 1.499, com 61%, entre as casas os valores ficam entre R$ 500 e R$ 999 (30%) e R$ 2 mil e R$ 4.999 (24%).

Analisando o preço por m² para venda e o tipo de imóvel vemos as médias por número de dormitórios: um dormitório (R$ 7.887), dois dormitórios (R$ 7.102), três dormitórios (R$ 7.946) e quatro dormitórios (R$ 9.607). A região Noroeste possui o valor mais alto nas três primeiras categorias, com R$ 10.610, R$ 10.770 e R$ 10.160, respectivamente; e sendo superado na última pela região Sudoeste/Octogonal (R$ 11.081). Quando analisamos o valor do m² para locação, temos a média do Distrito Federal em R$ 29 e as regiões com valor mais alto: Setor Noroeste (R$ 40), Sudoeste/Octogonal (R$ 34), Asa Sul (R$ 32), Asa Sul (R$ 31) e Lago Norte (R$ 31).

Por fim, analisamos que os apartamentos são os mais desejados entre os que buscam imóveis, representando 83% da procura. No geral, o ranking de regiões mais desejadas por quem busca apartamento é composto por: Asa Norte, Asa Sul, Setor Sudoeste, Águas Claras e Setor Noroeste. Na questão das casas, temos: Lago Sul, Lago Norte, Asa Sul, Sobradinho e Águas Claras. Para o economista do Grupo ZAP, Sérgio Castelani, a cidade é importante dentro do mercado e possui um perfil que se destaca dentro do País. “Brasília desponta como o terceiro preço/m² mais valorizado do país, ficando atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro, segundo o índice FipeZAP, e a elevada renda média da população, acima da média do Brasil, reflete na demanda por imóveis mais caros”, detalha.


WS-Brasília-1.jpeg

Ricardo Callado07/11/201822min

A agitação política levou um grande número de pessoas às agências de intercâmbio em busca de oportunidades de estudo e de trabalho fora do país

Desde o primeiro turno das eleições, a busca por programas de intercâmbio aumentou cerca de 70% nas agências que cuidam desse serviço. A maior parte do público que manifestou interesse por desafios fora do país é formada por mulheres, entre 25 e 35 anos, com a intenção de cursar uma graduação e trabalhar em países que falam a língua inglesa.

Segundo Denis Lacerda, especialista em intercâmbio e gerente da agência World Study Brasília, durante o período eleitoral, os países mais procurados foram Canadá e Austrália. Ele deve a escolha dessas opções à facilidade de imigração para esses lugares, “Esses dois países permitem que estrangeiros possam estudar e trabalhar ao mesmo tempo e com maior extensão de permanência em seu território”, explica.

A World Study oferece programas de intercâmbio que facilitam a permanência por meio do estudo e do trabalho, como o TRUE Canadá, que possibilita trabalho renumerado para universitários no exterior. Para Lacerda é importante, também, que os intercambistas sejam devidamente auxiliados durante o período que pretendem passar fora, e caso decidam imigrar, indica que precisam estar atentos a todos os detalhes que envolvem tal processo.

De olho nessa demanda, a agência passou a oferecer serviço de assessoria a quem pretende imigrar para o Canadá, país que concedeu 2.760 vistos permanentes a brasileiros apenas em 2017, segundo o consulado do Canadá no Brasil. Em parceria com a Encubate, empresa de serviços e consultoria de imigração, membro do Conselho de Regulamentação de Consultores em Imigração do Canadá (ICCRC) e da Associação Canadense de Consultores Profissionais em Imigração (CAPIC), a World Study irá avaliar os objetivos do aluno e oferecer a consultoria.

Denis Lacerda explica que essa consultoria identifica os objetivos de imigração dos alunos ao mesmo tempo em que os capacita a tomar as decisões de investimento mais corretas. “Assim os auxiliamos a realizar seus sonhos e tornamos mais fácil a parte burocrática do processo imigratório”, completa.

O especialista aponta os passos da avaliação e consultoria de imigração oferecidas pela World Study:

Descomplicando a imigração

1) Coleta de informações preliminares e identificação de eventuais empecilhos pela Encubate;

2) Realização de uma avaliação do perfil do intercambista por meio de relatório completo com todos os detalhes de suas opções, para futura orientação aprofundada sobre os requisitos necessários para cada uma destas;

3) Mediante confirmação de que o aluno tem um perfil adequado para imigração, a Encubate coordenará os próximos passos ao plano de imigração, com a assinatura de contrato para requisitar sua residência permanente junto ao governo canadense (provincial e/ou federal).

Para mais informações acesse www.worldstudy.com.br

Sobre a World Study – Em 1998, um grupo de entusiastas do intercâmbio cultural e ex-intercambistas, com mais de dez anos de experiência acumulada nesse segmento de mercado, resolveu unir forças para propiciar crescimento cultural, acadêmico e social às pessoas que compartilhavam este entusiasmo. Nasceu, então, a World Study Educação Intercultural que, por meio do intercâmbio, entendido como uma ferramenta educacional, oferece as mais diversificadas opções de experiência internacional (intercâmbio) e um atendimento diferenciado, baseado no aconselhamento individualizado e na adequação do programa ao perfil de cada aluno. Atualmente, a empresa possui unidades em todas as regiões do Brasil e bases no exterior.

Praças em que a World Study está presente:

AMAZONAS

CEARÁ

DISTRITO FEDERAL

ESPÍRITO SANTO

GOIÁS

MATO GROSSO

MINAS GERAIS

PARANÁ

RIO DE JANEIRO

RIO GRANDE DO SUL

SANTA CATARINA

SÃO PAULO

SERGIPE

BASES NO EXTERIOR:

BRISNABE (Austrália)

SYDNEY (Austrália)

DUBLIN (Irlanda)


DrCondominio-FOTO.jpg

Ricardo Callado07/11/20183min

Por lei, o síndico deve ser escolhido em assembleia e pode ser uma pessoa que não seja morador. O mandato do gestor condominial não pode ser superior a dois anos, mas pode ser renovado

Como em uma cidade, o condomínio também passa por eleições periódicas para eleger o síndico do lugar. Em geral, a troca de gestor condominial acontece a cada um ou dois anos, de acordo com a convenção. Ele é eleito em uma assembleia formada por moradores. E o que fazer quando o atual síndico não aceita perder a candidatura e foge com documentos importantes? Foi o que aconteceu em um condomínio no Paranoá, em outubro deste ano.

O consultor condominial, Dr. Condomínio Aldo Júnior, explica que em casos extremos, como que aconteceu no condomínio Entre Lagos, no Paranoá, os moradores podem acionar a polícia e até a Justiça, se for preciso. “Tentar dialogar e conversar é sempre a melhor opção, mas existem situações que precisam da ajuda de autoridades para serem resolvidas”, explica o Dr. Condomínio. “No caso citado, o síndico feriu várias normas ao sumir com a ata de presença da assembleia e outros documentos do condomínio”, completa.

Por lei, o síndico deve ser escolhido em assembleia e pode ser uma pessoa que não seja morador. O mandato do gestor condominial não pode ser superior a dois anos, mas pode ser renovado. A depender da convenção do condomínio, o síndico pode ter direito a um salário e pode ficar isento da taxa condominial.

A lei ainda prevê a eleição de um conselho consultivo e determina que, mesmo em prédios em que exista “rodízio” das funções entre os moradores, deve haver uma eleição para legitimar o processo.


Raphael-Costa.jpeg

Ricardo Callado07/11/20187min

O evento é uma experiência de autoconhecimento, que se propõe a quebrar bloqueios emocionais e possibilitar o crescimento pessoal e profissional do participante

A sociedade está em constante transformação, seja ela cultural, social, política, profissional ou pessoal. O ser humano é mutável, é capaz de se desenvolver e aperfeiçoar suas qualidades e talentos, mas muitos não aproveitam todo o potencial que possuem. Para combater esta realidade, alguns estudos já têm comprovado que uma das principais fontes de crescimento está diretamente ligada à capacidade humana de exercitar mente e emoção. Foi pensando neste desenvolvimento psicoemocional que o programa Imersão, com o treinador de crescimento pessoal e profissional, Raphael Costa, foi criado em 2014 e já contou com a participação de mais de 03 mil pessoas. A edição deste ano, que já é 25ª, acontecerá entre os dias 09 e 11 de novembro, no Brasília Hotel Carlton.

Promovido pelo Instituto Brasileiro Master Coaching, o Imersão com Raphael Costa tem o objetivo de traçar estratégias internas que eliminam o que impede o ser humano de crescer. Talvez existam pessoas que estão estagnadas no emprego, sem conseguir evoluir e acreditam que a promoção nunca ocorra por fatores externos, como política da empresa ou perseguição da chefia. Em alguns casos pode até ser que este cenário seja real, mas em muitas outras situações o principal obstáculo está dentro da pessoa, que não consegue acreditar no próprio potencial. São situações concretas como estas que serão trabalhadas no Imersão, que é uma experiência profunda de autoconhecimento. “O trabalho que fazemos ao longo de três dias de imersão proporciona anos de crescimento ao participante, porque o nosso foco é ir à raiz do problema e identificar bloqueios emocionais que, por vezes, nem a própria pessoa sabia da existência”, explica o idealizador e mentor do projeto, Raphael Costa. “O nosso compromisso é conduzir as pessoas ao autocontrole, de forma que elas possam conquistar os maiores ideais em menos tempo”, destaca.

O Imersão com Raphael Costa é um avançado programa de crescimento pessoal baseado em mais de 50 anos de pesquisa científica sobre Psicologia comportamental para o participante avançar anos em 03 dias, alcançar o verdadeiro potencial, atingir objetivos e redefinir o que é possível em todas as áreas da vida. Ele está estruturado e baseado a partir das seguintes ciências e conhecimentos: Neurociência, Psicologia comportamental e positiva, habilidades emocionais e Behaviorismo. Para unir todos esses conhecimentos, Raphael utiliza ferramentas do método máster coaching e o método de aprendizado acelerado experimental learning, de Haverd, além de princípios da Bíblia sagrada. “O Imersão é uma experiência para pessoas que desejam ultrapassar os seus próprios limites e atingir níveis mais elevados de propósito, resultados e equilíbrio”, comenta Raphel Costa. O programa permite ao participante obter domínio emocional; identificar e eliminar padrões comportamentais inconscientes impeditivos; viver com propósito; definir foco de ação; melhorar relacionamentos; aumentar resultados profissionais maximizando conhecimentos e capacidades já existentes; implementar ideias e projetos parados; e aumentar a  autoconfiança.

No dia 09 de novembro, o evento está previsto para iniciar às 8h e terminar às 23h; no dia 10, a programação acontecerá entre 9h e 23h; e no dia 11, será das 9h às 00h. Quem tiver interesse em participar do Imersão com Raphael Costa, pode se inscrever pelo site: www.ibmastercoaching.com.br/metodoimersao.

Sobre Raphael Costa – Utilizando os princípios que ensina, Raphael Costa passou de um simples vendedor de frutas em frente a uma parada de ônibus para o fundador da sua própria empresa de desenvolvimento pessoal, a qual treina milhares de pessoas anualmente, ajudando-as a superar dezenas de bloqueios emocionais, inseguranças e dificuldades de relacionamento interpessoal. Já falou para mais de 50 mil pessoas sobre seus ensinamentos de avanços pessoais e profissionais, tornou-se o especialista em desenvolvimento pessoal número 1 em Brasília, concedendo mais de 100 entrevistas para jornais, rádio e TV’s. Autor do livro Possibilidades, que apresenta de forma clara e objetiva como qualquer pessoa é capaz de criar as suas próprias condições para atingir o próximo nível, ultrapassando as probabilidades atuais.

Serviço

PROGRAMA IMERSÃO COM RAPHAEL COSTA ACONTECE EM NOVEMBRO

Data: 09, 10 e 11/11/2018

Horários:

Dia 09: 8h 23h

Dia 10: 9h às 23h

Dia 11: 9h às 00h

Local: Hotel Carlton – Setor Hoteleiro Sul Q. 5 Bloco G – Asa Sul

Inscrição: www.ibmastercoaching.com.br/metodoimersao

Contatos: (61)4101-1287 ou (61)9.9620-0208



Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias