Caixa Cultural Brasília recebe grande mestre de Shakuhachi

Ricardo Callado09/11/20187min

Kaoru Kakizakai mostra a sonoridade zen da música japonesa

Shakuhachi é uma flauta de bambu que possui bocal, um corpo de bambu e cinco orifícios. O primeiro instrumento a aparecer no Japão foi em meados do século VIII e um presente dos chineses. Desenvolvido principalmente pelos monges Komusō, que tinham relação com zen budismo, o instrumento tornou-se um dos símbolos da música japonesa. Em 14 de novembro (quarta), às 20h, o público de Brasília terá a rara oportunidade de assistir a um dos grandes mestres do instrumento da atualidade: Kaoru Kakizakai, que vem do Japão especialmente para se apresentar na Série Solo Música na Caixa Cultural.

“É uma grande honra contar com Kaoru Kakizakai na Série Solo Música. Discípulo do lendário mestre Katsuya Yokoyama, ele é uma referência mundial do instrumento”, diz Alvaro Collaço, curador e produtor que há anos imaginava produzir música japonesa dentro desse projeto. “Kakizakai não é só grande artista, mas um representante da música tradicional japonesa, do que ela possui de melhor, com sua relação direta com a espiritualidade”, enfatiza Collaço.

Grande Mestre

Natural de Chichibu, na Província de Saitama, no Japão, Kaoru Kakizakai apresenta-se ao instrumento dentro da tradição do Honkyoku, que tem suas origens no zen budismo. Ele iniciou em música tocando kena e com 21 anos de idade começou seus estudos de shakuhachi com Keizo Saito, que reconheceu sua habilidade natural para o instrumento e o recomendou a estudar com o lendário mestre Katsuya Yokoyama.

Graduado pelo Conservatório Tradicional de Música NHK, Kakizakai venceu o importante concurso Kumamoto All Japan Hogaku. Gravou seis CDS como solista e tornou-se popular como mestre da Kokusai Shakuhachi Kenshukan, em Tóquio. Participa constantemente de festivais de shakuhachi em Seattle, Boulder e Denver, nos Estados Unidos e na Austrália.

Kakizakai tem apresentado com orquestras a obra “November steps”, de Toru Takemitsu, estreada pelo mestre Yokohama em 1967. Atuou como solista na Orquestra Sinfônica NHK, sob regência de Charles Dutoit e Hiroyuki Iwaki, e na Filarmônica de São Petersburgo, sob direção de Akira Naito. Ele também se apresentou em duo com a pianista Maria João Pires e gravou a obra “Homenaje a Martha Graham”, de Ramon Humet, com participações de Claron McFadden e Alberto Rosado.

Kakizakai realiza com frequência apresentações pelos Estados Unidos, Europa e Ásia.

Paralelamente, é pesquisador do Tokyo College of Music, instrutor em tempo integral do International Shakuhachi Kenshukan e NHK Culture Center, e presidente da Escola Internacional Shakuhachi Kenshu-kan Chichibu e Higashi Yamato School. Kakizakai teve como alunos instrumentistas importantes de shakuhachi do ocidente, como Alcvin Ryuzen Ramos, Bronwyn Kirkpatrick, Carl Rathus, Horácio Curti, Peter Hill, Rodrigo Rodriguez, Shawn Renzoh Head e o brasileiro Matheus Ferreira.

Você pode conferir o trabalho de diretamente em seu sitehttp://www.kakizakai.com/10minRoBlow2.4.mp3

Incentivo à cultura

A CAIXA investiu mais de R$ 385 milhões em cultura nos últimos cinco anos. Em 2018, nas unidades da CAIXA Cultural em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo está prevista a realização de 244 projetos de Artes Visuais, Cinema, Dança, Música, Teatro e Vivências.

A Caixa Cultural Brasília, inaugurada em 1980, foi o primeiro espaço cultural instituído pela CAIXA. Localizada na região central da cidade, perto da Estação Galeria do metrô e da Rodoviária do Plano Piloto, possui cinco galerias, teatro, sala multimídia e Jardim das Esculturas. Em 2018, está prevista a realização de 60 projetos e o retorno do Programa Educativo CAIXA Gente Arteira.

Serviço:

 Música: Série Solo Música – Kaoru Kakizakai

Local: CAIXA Cultural Brasília (SBS, quadra 4, lotes 3/4 – Edifício anexo à Matriz da Caixa)

Data: 14 de novembro, quarta-feira

Horário: 20h

Informações: (61) 3206-6456

Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada para estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA e pessoas acima de 60 anos).

Bilheteria: Aberta das 9h às 20h do dia 10 de novembro (sábado), das 12h às 20h no dia 11, 13 e 14 de novembro.

Duração: 80 minutos

Classificação: 12 anos

Capacidade: 406 lugares

Acesso para pessoas com deficiência (se for o caso)

Patrocínio: CAIXA e Governo Federal

Ricardo Callado

Jornalista, blogueiro, escritor e consultor político. Exerceu a função de secretário de Comunicação Social do Governo do Distrito Federal. Foi Diretor de Redação do Grupo Comunidade de Comunicação – responsável pelos jornais da Comunidade e O Coletivo. É autor do livro PANDORA – e outros fatos que abalaram a política de Brasília.


Comente esta publicação

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados com (*) são obrigatórios.

 


Sobre o Blog

Aos 14 anos, o Blog do Callado é um veículo consolidado, admirado por seus leitores e em sintonia com o público alvo: a população brasiliense. O blog é um site de opiniões e notícias com atualização diária, sem cunho ideológico. Dedica-se a oferecer aprimoramento da informação, com uma audiência qualificada.


NOS BASTIDORES DA CAIXA DE PANDORA

Pandora




Mídias Sociais

Twitter do Blog


FANPAGE Facebook

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar



Parcerias